quinta-feira, 5 de novembro de 2020

Entre frames #34 #TrilogiaThisIsGospel: Say amen - Panic! at the disco




A partir de hoje (05) inicio uma série de posts especiais nesse quadro, é o #TrilogiaThisIsGospel da banda Panic! at the disco. Nele, analisarei os clipes: Say amen, This is gospel e Emperor's new clothes, que formam uma trilogia, mas que não necessariamente foram gravados nessa ordem. Essa trilogia é conhecida como Trilogia infernal e conta uma história complexa e sobrenatural, quando todos os clipes estão reunidos. Cada parte conta sobre um aspecto do protagonista, interpretado por Brendon Urie. 

Hoje analisarei a primeira parte dessa trilogia, Say amen. O clipe tem o subtítulo Saturday night e conta com 49.127.094 visualizações, 762 mil curtidas e 17 mil descurtidas. Ele foi lançado no dia 21 de março de 2018.




A história principal da trilogia é sobre uma viagem espiritual de um homem até depois que ele morre. Em Say amen conhecemos um pecador que narra sua vida de arrependimento, mas que ele não pode se arrepender pois é sábado (Noite de sábado, especificamente). Para ele esse dia é de curtição, não de redenção. O clipe, portanto, fala do arrependimento de não existir o dia vindouro e muito menos tempo para se redimir antes de morrer. Tudo isso acontece em cenas repleto de lutas, violência e sangue em torno de uma chave chamada de Chave do Diabo, que é cobiçada por todos. Assista ao clipe: 




Como de costume, vamos à minha análise!


Estética do clipe

O clipe todo acontece à noite, o que o deixou com um ar mais sombrio. A paleta de cores vai do azul, até tons amarelados e sépias. Existem cenas e frames onde a predominância é do azul escuro, e em outros que é do amarelo. Essa paleta já foi utilizada no clipe High Hopes (Falado aqui), e nos próximos clipes a serem analisados também.


Início



O clipe inicia com um breaking news (Notícias de última hora), que noticia o roubo de um objeto milenar chamado de Chave do Diabo (0:00 - 0:14). A notícia diz o seguinte: "Ancient artifact 'devil's key' stolen from museum" (Artefato antigo 'chave do diabo roubado de museu). 

Após a notícia ser veiculada no jornal, a câmera mostra uma sala de estar vazia (0:15 - 0:20). A câmera utiliza o recurso da profundidade, mostrando a sala de uma porta. É possível perceber um ar sombrio na sala. A câmera, portanto, vai se aproximando do ambiente e há sons de vento e do noticiário da televisão. 




A ideia é deixar o ambiente misterioso. Por isso, a câmera se aproxima devagar, desvendando cada cômodo daquela residência. Logo, vemos que a casa está sendo roubada, quando um homem encapuzado surge com uma arma branca na mão (0:21 - 0:27) e depois os seus comparsas (0:28 - 0:33). É tudo misterioso. Até mesmo a trilha sonora instrumental ajuda nesse clima de suspense. 



De que os homens encapuzados estavam atrás? Por que esse clima de suspense no clipe? Iremos descobrir mais à frente.


Atrás da Chave do diabo




Os ladrões passam por cada um dos cômodos, até por um bolo de aniversário escrito Feliz aniversário, baby (Happy Birthday, baby) (0:33 - 0:34). Percebemos que a casa é cheia de objetos de alto valor, mas entendemos que nada disso chama a atenção deles. 

Eles chegam a uma suíte e um deles chama os outros (0:52 - 1:04). Eles ouvem o telefone tocar sob a mesa (1:05 - 1:06) e o ladrão que foi na frente aponta para uma porta que parece fazer algum barulho. É aí que um deles abre uma faca. 




Passos se aproximam da porta do banheiro, Brendon a abre e dá de cara com os ladrões (1:08 - 1:15). Os ladrões se preparam para atacá-lo (1:16 - 1:20), quando Urie ajeita a camisa e mostra o colar de Chave do Diabo em seu pescoço (1:21 - 1:22). É aí que um dos ladrões faz cara de surpresa (1:23 - 1:25). Que objeto seria esse que fez com que Urie o roubasse do museu? Que artefato é esse que chamou a atenção dos ladrões?


Veremos nos próximos tópicos que trata-se de um objeto poderoso, que dá poder ao seu usuário. Tanto dá poder que Brendon faz uma cara de sarcástico para os ladrões, como se eles não tivessem presentes no recinto e caminha pela suíte tranquilamente (1:27).


Um encontro de amor 


O cantor se direciona até uma prateleira e pega seu celular (1:30 - 1:41). Vemos na conversa vários emojis de beijos e corações e a seguinte mensagem "See ya in 10 baby" (Te vejo às 10, baby). Urie, então, responde "Make it 30" (Esteja pronta em 30 minutos). Percebemos que Urie tem um encontro amoroso e especial com alguém e, quem sabe, o bolo que vimos anteriormente não seria para comemorar o aniversário dessa pessoa?


Mesmo com o encontro amoroso, Brendon está com um problemão, que é a presença de vários ladrões em sua residência. O que ele fará, então?


Agindo de forma violenta


O cantor começa a traçar um plano para deter os ladrões. Ele pega duas gravatas, as une e faz uma arma (1:45 - 1:51). Nesse momento a câmera vai se aproximando sutilmente de Urie. Ele olha para os ladrões e a câmera vai girando em 360º, até chegar nele de novo (1:52 - 2:00). Percebemos que ele cria uma espécie de corda com várias gravatas. A música começa, de fato, e a carnificina também!

A partir desse momento, o clipe é para os fortes, pois existem muitas cenas violentas, tais como: 

- quando o cantor joga a corda em direção à um dos ladrões (fazendo uma espécie de barulho - onomatopeia), o capturando pelo pescoço e jogando o restante da corda em um ventilador (2:03 - 2:05), aniquilando-o, o que faz jorrar sangue por todos os lados (2:06);

- arremessos de objetos perfurantes e de casa contra os ladrões, quando a câmera filma as ações dos ladrões e do cantor de outro cômodo. Nesses frames o cantor mata vários ladrões em segundos (2:06 - 2:16); 


- quando Brendon enforca um ladrão pelo pescoço e ele escorrega em uma enorme poça de sangue no chão. Depois Urie o arremessa pela janela (2:24);


- quando o cantor entra em um cômodo da casa, que parece ser o estúdio, liga o amplificador de som, toca a guitarra e ele estoura, levando todos os ladrões presentes à óbito (2:39 - 2:53); 


- quando o cantor faz vários golpes e movimentos para aniquilar os ladrões. Ele utiliza um martelinho e cortando a mão de um deles (2:57 - 3:23), que sente a dor e grita ao som do trecho "Ohhhh, saturday night"


- quando o cantor abre o microondas e coloca algo para explodí-lo, dando fim aos ladrões restantes (3:26); e

- quando Brendon liga uma dinamite e joga em assaltantes que estavam em sua varanda e a casa explode (3:36 - 3:54).


Perceba no clipe que os ladrões não tem nenhuma reação ou contra-ataque com relação à Brendon. Nada (Será que nada mesmo?!) detêm o protagonista do clipe. Ele age com força, e violência e tudo por conta de um colar.


Um jeito poderoso


Em quase todo o clipe Brendon tem um jeito poderoso. Ele pega um pente e se penteia no espelho, mostrando uma preocupação com sua aparência e nenhum pouco com o momento que estava vivendo (2:21). Ele também faz o sinal da cruz, no sentido religioso e como se buscasse uma proteção sobrenatural para as atrocidades que estava fazendo (2:21 - 2:23). E ele surge na porta do seu quarto com feição de vencedor (2:16 - 2:17).

Brendon se sente protegido, abençoado (por conta do sinal da cruz), blindado e se mostra bastante merecedor daquela que, verdadeiramente, deve ser a Chave do diabo ou a própria Chave do inferno. Mas será mesmo que ele é merecedor e ninguém pode o deter? 


Eis que o encontro de amor acontece!


Depois de toda a carnificina, a campainha da casa toca (3:55). Brendon atende a porta para uma bela mulher. O momento do encontro chega. A moça veste roupas curtas (4:00). Ela entra e começa a dar uns amassos com o cantor (4:03 - 4:23). Os dois se amam loucamente, afinal é uma noite de sábado, onde as pessoas estão afloradas, onde é permitido pecar e cometer as mais loucas atrocidades. 

Em 4:24 eles vão para a cama e Brendon tira a camisa, mostrando o colar. A mulher, então, fica encantada com o objeto.   

A mulher dá um chute na virilha do cantor e ele geme de dor (4:30 - 4:34). A mulher descobre a fraqueza de Urie e sua vulnerabilidade. E qual seria a vulnerabilidade do cantor? Uma boa noite de amor. Até então ele se sentia fortalecido e poderoso, mas quando foi pra cama com sua namorada, ele perdeu suas força.

Entre 4:35 e 4:43 a mulher o empurra para o sofá e o espanca. Ela quer ser a detendora do colar de qualquer forma. Ela, então, pega um taco de beisebol, o arrasta pelo chão e golpeia o rapaz com força. Ele cai desacordado e ela tira seu colar e sai do ambiente. Há sons de carros de polícia e o clipe é finalizado. O que irá acontecer no próximo clipe, This is gospel? Esteja ligado no blog e no Entre frames que você saberá a resposta! 



Letra

Em entrevista, Brendon disse que a música foi inspirada na canção Aphasia, da The Budos Band. Ele ainda revelou que ela faz homenagem a fé mórmon na qual foi criado, pela importância da sua formação como pessoa e artista. Ele explica sobre o que é a letra e o sábado à noite:

"Para nós, a noite de sábado era a preparação para o sábado. Passávamos cerca de quatro horas apenas lendo as escrituras e nos preparando para o sábado, então para mim - eu não faço mais isso, eu não sou religioso - mas minha preparação para o domingo é difícil, porque eu durmo no domingo. En~toa na minha igreja, o sábado é pra dormir". 


A letra no início não é congruente, ao falar de malas, viagens e indivíduos que não são como deveriam ser, mas se analisarmos bem ela fala de identidade, sobre quem se é, sobre as experiências que possui e sobre quem está predestinado a ser. Leia o trecho:

"Been traveling in packs that I can't carry anymore

Been waiting for somebody else to carry me

There's nothing else there for me at my door

All the people I know aren't who they used to be"

(Estive viajando em malas que não posso mais carregar

Estive esperando por alguém que me carregasse

Não há nada ali em minha porta para mim

As pessoas que conheço não são mais quem costumavam ser)

 

A música, então, passa a ter um aspecto religioso, quando é cantado no refrão sobre rezar e entoar um amém. O amém na religião é um termo de concordância. Desse modo, o cantor necessita de um aval para realizar todas suas atitudes no sábado à noite. Ele canta o seguinte:

"I pray for the wicked on the weekend

Mama, can I get another amen?

Oh, oh, it's Saturday night, yeah

Swear to God, I ain't ever gonna repent

Mama, can I get another amen?

Oh, oh, it's Saturday night, yeah"

(Eu rezo pelo perverso no fim de semana

Mamãe, posso escutar mais um "amém"?

Ah, ah, é sábado à noite, sim

Juro por Deus, nunca irei me arrepender

Mamãe, posso escutar mais um "amém"?

Ah, ah, é sábado à noite, sim)


O "sábado à noite" indica liberdade e libertinagem. Como sabemos esse dia de semana é sinônimo de extravasamento, não é dia de trabalho e diversão como a sexta, nem dia santo como o domingo. E que dia seria? A música vai dizer que é um dia para rezar pelas perversões, agir sem se arrepender e um dia para ser quem realmente se é (Aqui a questão da identidade da primeira estrofe faz sentido). 

É então que a letra fala de um momento em que o cantor quer ser purificado e de ter uma chance de redenção, mas como é um dia de diversão ou você o vive intensamente ou você apenas não o viveu de verdade. Veja o trecho: 

"If I had one more day to wish

If I had one more day

To be better than I could have ever been

If I had one more day to wish

If I had one more day

I could be better, but, baby

Oh, it's Saturday night, yeah"

(Se eu tivesse mais um dia a desejar

Se eu tivesse mais um dia

Para ser melhor do que algum dia já fui

Se eu tivesse mais um dia a desejar

Se eu tivesse mais um dia

Eu poderia ser melhor, mas, querida

Ah, é sábado à noite, sim)


Música

A faixa faz parte do sexto álbum da banda Panic! at the discoPray for the wicked. Ela tem um ritmo rápido e imperativo, com várias entradas instrumentais e falsetes. A música foi a terceira da trilogia a ganhar um clipe. 


Esse foi o Entre frames de hoje, até o próximo com a análise de This is gospel! J-J















Por: Emerson Garcia

17 comentários :

  1. Isto é um post feito ao microscópio!! Não falha nenhum detalhe JJ!!
    xoxo

    marisasclosetblog.com

    ResponderExcluir
  2. Oi Emerson, tudo bem?
    Faz muitos anos que não ouço nada do Panic, mas por essa música deu pra perceber que eles evoluíram muito musicalmente. Ótima análise inclusive.
    Abraços,
    Ava
    https://apenasava.com/

    ResponderExcluir
  3. Bem interessante a sua análise, apesar de eu não ser fã da banda.
    big beijos
    www.luluonthesky.com

    ResponderExcluir
  4. nao conheço mas deve ser intresante bjs

    ResponderExcluir
  5. Interessante,pena eu não conhecer.
    Continuação de boa semana

    ResponderExcluir
  6. Eu adorei demais, sou super fã da banda

    Beijos
    www.pimentadeacucar.com

    ResponderExcluir
  7. Olá!
    Como você está? Espero que esteja bem.
    Como sempre muita informação, obrigada pela pesquisa e por todo o conhecimento.

    Beijão!
    Lumusiando

    ResponderExcluir
  8. OI Emerson,
    O ritmo é de heavy metal, um rock bem pesado, que combina bem com o clip, bem dark.
    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Desconheço, mas você fez uma bela explanação.

    ResponderExcluir
  10. Ótima análise. Você é perfeito em suas análises. Parabéns! Abraço.


    https://lucianootacianopensamentosolto.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  11. Desconhecia complemente! Parabéns pelo empenho e dedicação.
    Bom trabalho!!
    Bom fim-de-semana

    https://sosweetgirlythings.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  12. Não conhecia, gostei do detalhe! :) Bom fim de semana.
    --
    O diário da Inês | Facebook | Instagram

    ResponderExcluir
  13. Adorei essa análise, muito boa.

    Bom final de semana!

    Cores do Vício

    ResponderExcluir
  14. Que post incrível, está tão detalhado.
    Confesso que gosto mais das músicas do que dos clipes dessa trilogia, me sinto desconfortável assistindo, mas o Brendon Urie é completamente perspicaz e sabe criar conceitos.
    beijos
    http://www.dearlytay.com.br/

    ResponderExcluir
  15. A análise ficou ótima! Não conhecia o clip e nem a música.

    Beijos/Kisses.



    Anete Oliveira

    Blog Coisitas e Coisinhas

    Fanpage

    Instagram

    ResponderExcluir
  16. Impressionante, sempre fico imaginando o trabalho de fazer álbuns (e clipes!) com esses conceitos conectados.

    ResponderExcluir
  17. Confesso que não conhecia o vídeo... que adorei ver!... E com um final... completamente imprevisto! :-))
    Excelente e detalhada análise do mesmo, por aqui! Parabéns!
    Um grande abraço!
    Ana

    ResponderExcluir

Obrigado por mostrar seu dom. Volte sempre ;)

Nos siga nas redes sociais: Fanpage e Instagram

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

Template por Kandis Design