segunda-feira, 11 de janeiro de 2021

Edições especiais de novelas: reinvenção das emissoras para os seus relançamentos


                                          Edições especiais de novelas. | Montagem: Emerson Garcia

Com a pandemia do novo coronavírus que já vigora desde março de 2020, as emissoras de TV tiveram que modificar suas programações, interrompendo novelas e programas e colocando no ar programações recentes antigas. A ideia foi a de exibir novelas e programas que fizeram sucesso enquanto foram televisionados, em um novo formato - ou seja, edições especiais desses produtos. 

As edições especiais dos programas já podiam ser observadas na própria logomarca. Já na questão do conteúdo, as programações também sofreram alterações, com cortes de edição, para torná-las mais interessantes. Isso aconteceu muito com a novela Apocalipse da RecordTV que na edição especial sofreu muitas edições para deixá-la mais ágil e dinâmica. 

O interessante é que ao serem exibidas essas atrações, era como se fosse a primeira vez que elas iam ao ar. Novas chamadas foram criadas, resumos disponíveis para meios de comunicação e, até mesmo, novas aberturas e vinhetas. Posso citar as aberturas de Apocalipse e de Fina Estampa.

A abertura de Apocalipse ganhou uma roupagem no estilo de vinheta. De 1 minuto e 19 segundos, ela foi para apenas 30 segundos. A nova abertura apresenta imagens de vários eventos apocalípticos significativos que passam rapidamente, como se fossem folhas caindo de cima para baixo, até que a câmera se distancia e vemos que os eventos estavam inseridos na primeira letra "A" da palavra. Assista:







Os internautas ficaram surpreendidos com as edições tanto na novela como na abertura. Alguns deles disseram que todas as novelas deveriam seguir essa tendência, sendo mais rápidas, ágeis e sem muita enrolação. Teve até um usuário que notou a ausência do Congresso Nacional pegando fogo na abertura e se questionou se isso foi para que não houvesse um comprometimento da emissora. 

A logomarca da novela também foi modificada. Antes ela era branca sob um fundo negro, na reprise ela teve uma coloração dourada com relevo sob um fundo dourado. Compare:




A Globo, por sua vez, foi um pouco mais longe na edição especial de Fina Estampa, ao modificar e alterar completamente a abertura da trama. O jornalista Layon Yonaller em seu canal no Youtube, o Yonaller Media, fez uma comparação de aberturas das versões de 2011 e 2020 (Obrigado pelo vídeo, Layon). Assista:

 


A ideia da emissora foi a de dar um visual mais contemporâneo ao material, já que a abertura de 2011 sempre foi muito gráfica. A nova abertura tem certa plasticidade artística, como se fosse um quadro pintado. Há uma paleta nas cores cinza, vermelho e branca. Desse modo, prezou-se pelo aspecto visual e geométrico da abertura.

Essa ideia divulgada pela emissora foi contraposta com o disse-me-disse nas redes sociais que dizia que a alteração na abertura foi porque a modelo não autorizou seu direito de imagem, o que tinha levado à essa saída da emissora. Esse boato ganhou força em virtude da abertura da novela no exterior ter substituído a modelo por cenas da produção - como já é costume em outros países, vide os folhetins da Televisa.

Estas não são as primeiras vezes que emissoras atualizam a vinheta ou abertura de novelas em reprises. Irmãos Coragem (1970) ganhou nova aparência e sofreu mudanças nos créditos ao retornar em 1981; Escrava Isaura (1976) teve seus caracteres reformulados em 1990; assim como Senhora do Destino (2004), Belíssima (2005) e Por Amor (1997) entre 2017 e 2019 no Vale a pena ver de novo

Tieta (1989) teve alterações mais drásticas na reprise em 1994, quando créditos rolavam pela tela - como no encerramento - com o intuito de esconder a nudez de Isadora Ribeiro. Já Mulheres de Areia (1993) também teve alterações, como a minimização das cenas de nu de Mônica Carvalho com a adição de estrelas em sua reexibição em 2012. E a abertura de Anjo Mau (1997) teve o merchandising da Avon apagado em 2003 e 2016. 


Abertura de Anjo Mau com merchan da Avon e comparação das aberturas de Mulheres de Areia sem e com censura. I Montagem: Emerson Garcia


O que percebo com as edições especiais dessas e de outras novelas, é uma reinvenção das emissoras para os seus relançamentos. Tanto na plástica das novelas (aberturas) como nos seus conteúdos com edições e cortes. A ideia é apresentar algo novo, mesmo que as produções já tenham um tempinho. Até que tem dado certo. J-J



Por: Emerson Garcia

12 comentários :

  1. Acho curioso. Aqui em Portugal também houve uma estação que pegou numa novela antiga e transformou numa série. Não assisti mas dizem que foi toda remontada e tiraram-lhe os enredos secundários para ficar com menos de 100 episódios. Isto porque a novela que estrearia não tinha quantidade suficiente de episódios gravados. De resto não sei de mais nenhum caso semelhante.

    Cumprimentos
    Coisas de Feltro

    ResponderExcluir
  2. "" Recordar é vivar"... não é mesmo?
    .
    Pensamentos e Devaneios Poéticos

    Cumprimentos poéticos

    ResponderExcluir
  3. Bem interessante essas reedições das novelas. Eu não tenho visto, porque não assisto TV. Mas acho bem legal, porque torna os enredos mais dinâmicos.

    https://www.biigthais.com/

    Beijoos ;*

    ResponderExcluir
  4. Interessante isso, e é legal dar uma renovada já que tiveram que passar novamente.
    Eu não assisto novela, mas pra quem gosta deve ser ótimo esse gostinho de novidade :)

    https://www.heyimwiththeband.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Emerson, eu assisti um pouco da reprise da novela "Fina Estampa" e confesso que não tinha reparado nessas modificações. Só que a história foi mais corrida mesmo! Apocalipse eu não assisti, mas fiquei curiosa. E acho importante essas mudanças! Temos de renovar sempre, se adaptar. ^^ Ah! Eu adoro ver reprise de novela, só "Por amor" já assisti um milhão de vezes hahaha!. :)

    Beijos, Carol
    www.pequenajornalista.com

    ResponderExcluir
  6. Eu assisti alguns capítulos e Fina Estampa e nem notei que a a abertura tinha sido mudadas. Eu gostei muito de poder rever algumas novelas e ver como as coisas eram diferentes de antes para agora
    beijos
    https://www.dearlytay.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Que interessante. Não olho muita TV, então nem sabia disso.

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
  8. eu assisti Totalmente demais, e gostei, porque ainda não tinha assistido

    beijo
    A mina de fé

    ResponderExcluir
  9. Oi
    algumas eu achei bem melhor, sem tanta enrolação, eu nem reparei na abertura de fina estampa, pois toda vez que colocava na globo a novela já estava passando, mas pelo vídeo vi que ficou bem melhor.

    http://momentocrivelli.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  10. Adorei a sua análise sobre as edições especiais das novelas! Confesso que não assisto mais, mas é muito legal saber como a TV tem tentado se reinventar em tempos de pandemia.

    Um abraço e uma ótima semana!
    Andressa
    Hospedaria de Palavras

    ResponderExcluir
  11. Saudade de algumas como Escrava Isaura e Tieta
    Abraço

    ResponderExcluir

Obrigado por mostrar seu dom. Volte sempre ;)

Nos siga nas redes sociais: Fanpage e Instagram

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

Template por Kandis Design