quinta-feira, 25 de outubro de 2018

Entre frames #5: Liberdade - Priscilla Alcântara







No Entre Frames de hoje apresento o clipe Liberdade da cantora Priscilla Alcântara. O trabalho foi dirigido por Flauzilino Jr e produzido por Wilter Abreu e divulgado no Youtube no final do ano passado - 19 de dezembro de 2017. O trabalho audiovisual da cantora já tem mais de 13 milhões de visualizações e 356 mil curtidas.

A mensagem do clipe é simples mas impactante: apresentar a liberdade para aqueles que vivem aprisionados por dogmas, preconceitos ou religião. Esta liberdade, como representado, só pode ser concedida pelo Espírito Santo.

Liberdade foi bem aceito pelo público, que o considerou uma obra primorosa, de qualidade. Priscilla Alcântara foi bastante elogiada por ele e pela mensagem que quis passar. Assista-o:






Percebi várias nuances no clipe, as quais descrevo logo abaixo:


Closes e elementos













O clipe se inicia com a apresentação de vários closes em Priscilla Alcântara e foco em diversos elementos, como: floresta e o mar, antes de se apresentar a vinheta com o título do trabalho. Isso acontece nos primeiros 8 segundos.



Estética


O clipe apresenta cores frias, calmas e suaves, como o branco, o verde, o azul e o cinza. Essas cores combinaram bastante com a proposta melódica da música, que é mais suave e romântica.



Simetrias e assimetrias













Liberdade explora muito esses dois elementos, ora colocando objetos ao centro (0:14), ora pessoas nas laterais esquerda e direita (0:09). Além disso, há várias formas geométricas, como o retângulo e figuras ovais.



Sons naturais




O clipe contém vários sons da natureza em todo o seu tempo de duração (4:17), o que o deixou mais verossímel e perto da realidade. Eles invadem a música de forma singela e interessante. Pude ouvir os sons inconfundíveis de folhas, ventos, mar e aves (0:20). 

Aliás, todo todo é gravado em ambientes abertos e naturais: mar e floresta.



Leve tremida na câmera


Quando a música fica com pegadas eletrônicas aos 0:19, a câmera dá uma leve tremida seguindo a vibe da canção. Isso acontece por cerca de 4 segundos (0:19 - 0:23).



A fumaça





A fumaça é sinônimo de liberdade, uma vez que o céu apresenta nuvens bem parecidas com o efeito visual do clipe. Aliás, metade do clipe Priscilla Alcântara fica "submersa" nessa fumaça, que mesmo significando libertação, a aprisionava. Uma prova disso é quando aos 0:29 a mão estendida de Priscilla em meio à fumaça parecia pedir ajuda (0:29 - 0:41). 



De cabeça pra baixo





Como inovação visual, de 0:42 a 0:54 Priscilla fica de cabeça pra baixo. Achei esse efeito bem interessante.



Olhos pretos


Em metade do clipe, Priscilla tem a região dos olhos pintada de preto. De início, achei que fosse em alusão à um pássaro, mas ao realizar pesquisas descobri que a cantora quis que o efeito significasse que as pessoas estão cegas pela religião. Ou seja, a religião aprisiona, dita regras e não permite que a pessoa tenha liberdade, como no trecho que é cantado diz: "Sem ver a luz do sol brilhar", tem muitas pessoas que não veem isso pois estão aprisionadas. Achei uma crítica bem forte. 



Nonsense





Para você faz sentido uma flor está em um armário trancada? Para mim não, e nem para Priscilla. Achei muito interessante o frame que traz uma flor trancada em um armário vazado e transparente (0:55), enquanto a cantora canta "Pra mim não faz sentido". Em uma analogia, a flor poderia muito bem ser um humano



Closes nas tatoos








Em 1:02 e 4:03 a câmera foca na mão e nos braços de Priscilla que possui vários passarinhos. Achei que esses closes caíram com uma luva na proposta do clipe



Mãos se movendo








Qual é o sinal de liberdade para você? Para Priscilla é o movimentar de mãos. Em vários momentos (1:07 e 3:06) a cantora repete esses sinais em analogia à liberdade e libertação. 



Mais névoa e fumaça





Como falado acima, a névoa e a fumaça tem papéis fundamentais nesse clipe. Ela pode representar várias coisas: liberdade, céu e libertação, como quando a cantora canta em meio à ela: "Se tenho asas eu sei que o CÉU é o meu lugar" (1:11). 





Um frame interessante é que todo o videoclipe é tomado de fumaça (1:21). Achei-o incrível! 



Uma porta em meio ao mar













Uma espécie de porta aparece simetricamente sob o mar aos 1:29. Fiquei refletindo sobre ela. Portas servem para entrar em sair. Quem está dentro de um ambiente precisa encontrar uma porta para sair. Mais uma vez a cantora acerta nas analogias à liberdade

Entre 2:17 e 2:24 esta mesma porta é vislumbrada e "invadida" por alguém que parece sair para fora ao encontro de um homem. 



Câmera psicodélica


Assim como a câmera tremida, há uma psicodélica entre 1:27 e 1:41 que acompanha o som eletrônico da música.



A liberdade de fato












Priscilla a experimenta da metade do clipe pra frente, precisamente quando o trecho "E abriu aquela CAIXA onde eu estava". A caixa representa a prisão, a cegueira espiritual, entre outras coisas. Quando esse trecho é cantado, uma flor é "liberta" de uma bandeja, quando alguém tira sua tampa (1:44 - 1:47).

A partir de 2:03 Priscilla percebe que pode retornar a voar. É quando ela retenta vários ensaios para voar entre 2:03 e 2:09





Trecho instrumental


Há um trecho instrumental de cerca de 30 segundos (2:25 - 2:54) que demarca essa passagem de alguém que estava aprisionado, para alguém que voa. Como falado acima, o Espírito Santo tem papel primordial nessa transição.



O Espírito Santo




























É um processo para que Priscilla retorne a voar. Quando ela começa seus ensaios o tom de paleta de cores fica mais vivo e intenso, até que a figura do Espírito Santo, com vestes brancas aos 2:55 aparece. É ele quem ensina e promove o aprendizado para que a cantora retorne a voar ("Eu aprendi a voar, você me ensinou a voar"). 

A relação de Priscilla e do Espírito Santo é intrínseca. Ela ensaia passos alinhados e sincronizados com ele, quase sempre ambos estão alinhados (2:53 - 3:02) ou um olhando para o rosto do outro. 

É uma relação bem íntima. Também cito o minuto 3:03, quando a imagem dos dois é refletida na água do mar. Um efeito muito bonito. E o trecho "Quando te vi em mim" (3:21) que a cantora olha profundamente para os olhos do Espírito Santo. 





Priscilla voa







Está registrado! Após o aprendizado com o Espírito Santo, a cantora finalmente está liberta e "voa" aos 3:04.



Slow motion



Mais uma vez nas minhas análises aparece esse recurso. Dessa vez entre os minutos 3:09 e 3:11



Na floresta




Aos 3:37 acontece um frame muito bonito e interessante quando Priscilla e o Espírito Santo caminham juntos e unidos pela floresta. Esse é o resultado de quem experimentou a verdadeira libertação



Rosto borrado





Por algum motivo, que ainda não consegui identificar, o rosto do Espírito Santo fica borrado aos 3:54.



Parte final


No final do clipe Priscilla "se despede" do Espírito Santo e adentra o mar (4:08).



A verdadeira liberdade


Primorosamente Priscilla Alcântara falou de liberdade e religião, sem, de fato, falar delas. Diria que é um clipe que vai além da religião, pois tem muitas mensagens subliminares. Ao final, a cantora nos mostra que Deus e a liberdade devem andar juntos em oposição à religião. Uma bela crítica construída. 


Letra


A letra é poética e imprevisível. Ela fala de vários momentos: alguém que voava, alguém que parou de voar, alguém que tenta voar, alguém que reaprende a voar e alguém que voa novamente. A letra tem belíssimas estrofes como as seguintes:

"Não parece certo alguém
Que tem asas ser colocado
Dentro de uma caixa, sem ver
A luz do Sol brilhar"


"Enfim, a liberdade me ouviu
E abriu aquela caixa onde eu estava
Tentei voar, mas minhas asas
Não funcionavam mais
(Não funcionavam mais)"



Melodia


A melodia é suave, com boas entradas eletrônicas.


Gostaram da análise de hoje? J-J






































Por: Emerson Garcia

4 comentários :

  1. Eu ainda não conhecia a música, e eu gostei tanto do som, quanto da letra e do clipe, que é bem conceitual. Em relação à parte dos olhos pintados de pretos, eu imaginei uma tarja preta, que é o que deixam alguns cegos à verdade, cegos àquilo que poderia lhes dar liberdade.
    Beijo, Blog Apenas Leite e Pimenta ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse clipe e essa música são fenomenais. Gostei da sua análise, Leslie.

      Excluir
  2. Such a nice post, have a wonderful day!

    New post is on my blog ♥
    Colourful Madness

    ResponderExcluir

Obrigado por mostrar seu dom. Volte sempre ;)

Nos siga nas redes sociais: Fanpage e Instagram

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

Template por Kandis Design