terça-feira, 27 de março de 2018

Ceilândia, a menina que virou mulher, completa 47 anos de história

Exatamente hoje (27) Ceilândia, a cidade que nasci e vivo completa 47 anos de idade. Ela é uma cidade-satélite do Distrito Federal, capital do Brasil. Recebi um artigo muito interessante por email da deputada Luzia de Paula e resolvi reproduzi-lo. Boa leitura!




A história da minha vida se mistura com a da cidade que escolhi para viver. Nasci e cresci em Minas Gerais e logo cedo vim em busca do sonho do progresso na nova Capital.

Em Ceilândia construí minha família, tive filhos e netos. Aqui vivo há mais de 43 anos, tempo suficiente para falar com propriedade sobre os problemas que enfrentamos e os desafios que ainda temos.

Vi o crescimento de cada cidade, bairro ou região, como queira chamar, porque Ceilândia não é uma. Ceilândia são várias. Cada uma com sua característica única. A Ceilândia do Centro, que é diferente da Ceilândia Sul, da Norte, do Setor O, Setor P Sul, Setor P Norte, Condomínio Privê, Expansão do Setor O, QNQ, QNR, Guariroba, Pôr do Sol, Sol Nascente e da Área Rural.

Essa é a nossa Ceilândia, uma das maiores cidades do Brasil, que apesar de não ter prefeitura, se fosse município, de tão grande que é, conviveríamos com o segundo turno na eleição de prefeitos e vereadores.

A Ceilândia de tantas culturas, forte no Rap e no Hip Hop, tradicional no Forró, atual no Sertanejo Universitário, sem perder as origens da Moda de Viola, sem contar com o Axé, Pagode e Funk que embalam as novas gerações.

E a Feira, ou melhor, as Feiras? Quem nunca foi na Feira Central de Ceilândia ou na Feira do Produtor? Sem falar em todas as outras espalhadas em vários bairros da cidade.

Ceilândia de atletas e artistas consagrados, uma verdadeira fábrica de talentos. Imortalizada na música de Renato Russo, o clássico Faroeste Caboclo.

A Ceilândia da minha história de vida. Que ao longo de mais de 30 anos me deu a oportunidade de formar mais de 30 mil crianças, que contribuem para um Distrito Federal melhor.

Essa é a Ceilândia que conheço, que me deu tudo, e que por mais que eu tente devolver, sempre será pouco para a maior cidade do Distrito Federal e uma das maiores do Brasil.

Para você, Ceilândia, desejo dias de progresso e muito trabalho, porque nossa história foi construída por gente trabalhadora. Afinal, são 47 anos de muito esforço.

Desejo um feliz aniversário para cada um que aqui ajudou a construir a história da nossa cidade, nossa Ceilândia, a menina que virou mulher. J-J


Por: Luzia de Paula, deputada distrital

5 comentários :

  1. Nunca tinha ouvido falar sobre essa cidade, mas adorei saber mais a respeito. Parabéns!!

    www.mayaravieira.com.br

    ResponderExcluir
  2. Pelo menos parece ser uma pessoa empenhada na sua tarefa de deputada. Bom progresso é o que desejo.
    Xoxo from Portugal

    marisasclosetblog.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, Marisa. A deputada Luzia de Paula é empenhada principalmente com Ceilândia.

      Excluir
  3. Olá JJ tudo bem???


    Gostei do texto!!! Não conheço a Ceilândia, espero que essa deputada realmente se importe pela região!!!


    Beijinhos;
    Débora.
    https://derbymotta.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ela se importa sim, Débora. Pode ter certeza.

      Excluir

Obrigado por mostrar seu dom. Volte sempre ;)

Nos siga nas redes sociais: Fanpage e Instagram

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

Template por Kandis Design