quinta-feira, 17 de agosto de 2017

Quinta de série- nostalgia: Cult

(Pode conter spoilers!)







Hoje trago uma série de 2013, já considerada nostálgica: Cult. Ela foi cancelada com apenas uma temporada de 13 episódios. É da CW (rainha dos cancelamentos!) e foi criada por Rockne S. O'Bannon. 

Esta é definitivamente uma produção que não sinto a menor falta. Cult até trouxe uma premissa boa ao usar a metalinguagem e ser uma série dentro de outra série (falarei mais à frente), mas isso não deu muito certo. A série no geral foi um fiasco, com episódios ruins, atuações péssimas e roteiro fraco.

Cult é sobre a investigação do sumiço de Nate, irmão do jornalista investigativo Jeff Sefton. Nate dizia que o programa de TV Cult - uma série criminal estrelada por Billy Grimm - foi feito para o prejudicar. Jeff não acreditava nisso, até que ele desapareceu misteriosamente. O jornalista investigativo, então, começa sua caçada, com a ajuda da assistente de produção de Cult, Skye Yarrow. Juntos, eles investigam os fãs da série, seus atores e todo o frenesi que ela causa nos telespectadores. 

À medida que as investigações avançam, Skye e Jeff descobrem os efeitos que a série pode causar em quem a assiste, bem como suas mensagens sublimares. As consequências dela são tão visíveis que o ator do programa é visto como galã e seu personagem é bastante querido. 






Skye e Jeff compartilham a mesma dor, assim como vários personagens: o de ter perdido alguém da família. Vários desaparecimentos estão ligados à Cult e as respostas para isso só podem ser encontradas através de seus seguidores, conhecidos como True Believers

À cada pista, novos questionamentos são levantados. Muitas perguntas não foram respondidas, o que afetou na qualidade final do seriado. Diversas situações extraordinárias aconteceram, que não tiveram a mínima explicação. Creio que essa falha no roteiro foi visível.


Metalinguagem






A metalinguagem foi o principal conceito levantado pela série, mas que não deu muito certo. Cult pretendia misturar realidade e fantasia, mas acabou se perdendo no meio do caminho. Quando fala-se de uma série dentro de outra, logo vem à nossa mente duas tramas distintas com personagens diferentes. Saber interligar tudo isso não é tarefa fácil. Além disso, a conexão entre elas pode se dar de forma óbvia e pouco interessante, sem muitas surpresas.  



Crítica e audiência


Debates como esses são tratados em Cult: pessoas podem ser influenciadas por programas de TV? Qual é nossa relação com os personagens? Séries podem mexer com nosso psicológico e emocional? Você seria capaz de matar alguém por conta de uma série? Qual é a relação de um fã com um roteirista? 

Cult trata de obsessão, sugestões, efeitos de um programa de tv na sociedade e  vícios. Se fosse uma abordagem mais clara e profunda, a série poderia ser até interessante, mas parece que não teve um cuidado dos roteiristas. O que percebi é que foi uma série realizada de qualquer forma, com um roteiro excelente mal aproveitado.






A série também fala de um culto de seguidores de serial killer, assim como The Following (em breve falarei dela no blog) que estreou na mesma época, mas com sua própria identidade e diferencial. Cult fala das consequências de uma série de TV sobre serial killer, enquanto The Following sobre a busca implacável de um policial do FBI a um serial killer e seus seguidores. Confesso que The Following é muito mais excitante que Cult

A história tinha grande potencial e boas discussões para a sociedade, mas isso não aconteceu em seus episódios. A trama só vem a ficar um pouco interessante a partir do sexto episódio e os anteriores são muito ruins. Creio que isso fez com que muitos telespectadores abandonassem a série no meio do caminho. 

Cult foi tão ruim que foi cancelada com apenas 7 episódios. Depois dele, o canal exibia dois episódios por semana.

A series finale não foi uma conclusão propriamente dita, mas abriu para outras histórias e gerou mais dúvidas que respostas. Parece que a CW é mestre em deixar séries em aberto e sem conclusões né? Uma pena...

Cult teve uma recepção abaixo da média pelo Metacritic (46%) e uma nota dos usuários de 5,6. 


Esta é uma série que não recomendo por todos esses motivos citados no post. Só assista se você quer ficar com raiva e entediado mesmo. J-J






Por: Emerson Garcia

11 comentários :

  1. Deve ter sido cancelada justamente por isso, por ter decepcionado todo mundo com a falta de explicações. :/

    Um abraço Emerson!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é. Parece que a Warner é expert em deixar esses buracos nas séries. Uma pena.

      Excluir
  2. Ahhh que pena eu não ter assistido.....assim poderia opinar melhor.
    Eu gostei do cartaz da série, bem interessante.

    Beijinhosss ;*
    Blog Resenhas da Pâm

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acredite: o cartaz é muito mais interessante que a série kk

      Excluir
  3. Acho que seria um série boa pra me seguir, adorei conhecer mais aqui JJ!
    Abraços!

    Beijos

    http://www.cherryacessorioseafins.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não é tão boa assim, mas que bom que você a conheceu por aqui.

      Abraços e beijos!

      Excluir
  4. Dica ótima amo serie, obrigado pela visita.
    Blog: https://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br/
    Canal:https://www.youtube.com/watch?v=DmO8csZDARM

    ResponderExcluir
  5. Nunca assisti! Mas parece ser boa.


    Beijinhos
    n. // www.fashionjacket.com.br

    ResponderExcluir
  6. São poucos episódios, mas nunca parei para ver!

    Bjinhos,
    ❥ AmigaDelicada.com

    ResponderExcluir
  7. Acho que vi uns episódios da série no Cinemax. Uma pena, até tinha potencial. Mas foi uma série de midseason, sem muita expectativa por parte da emissora.

    Blog: O Planeta Alternativo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A série foi ruim do início ao fim, em minha opinião.

      Excluir

Obrigado por mostrar seu dom. Volte sempre ;)

Nos siga nas redes sociais: Fanpage e Instagram

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

Template por Kandis Design