terça-feira, 11 de julho de 2017

De Biel à Gah: o vídeo que "mudou" o nome e a conduta do cantor Biel




Há duas semanas (27), o cantor Biel publicou um vídeo que, segundo ele, marca uma nova fase de sua carreira, logo após o hiatus de um ano (Daí o nome do vídeo), que fora ocasionado pelas polêmicas que o envolveram exatamente há um ano (Dia 27 de junho, quando o publicou, completou um ano).

No vídeo - que mais parece um curta-metragem com historinha, música de fundo e paisagem bucólica - Biel comenta que tudo que fez no passado foi devido a um personagem que não fora criado por ele, mas por seus produtores, para alcançar lucro e criar uma imagem do "leke" de sucesso. O cantor reflete sobre '365 dias atrás' e '365 dias após', se defendendo, dando direitos de respostas, falando sobre seu novo nome artístico e o que planeja daqui pra frente. Assista:






Perguntas ficam no ar: Será que Biel mudaria de nome se não houvesse polêmicas? Por que a imagem de pegador e gostoso não é a que ele quer ter mais? Não era isso que dava lucro e sucesso? Biel realmente mudou após o vídeo?

Antes de responder esses questionamentos, quero falar dos seguintes pontos: o vídeo "365 dias depois... ; imagem antiga e desejada de Biel; carreira do cantor; e celebridades que mudaram o nome artístico.


O vídeo 365 dias depois...


Primeiro: meus parabéns para os produtores e assessores (Será que o Biel ainda tem?) do vídeo. Realmente ele emociona e consegue dar seu recado: o Biel mudou e está em uma nova fase. Os aspectos artísticos estão interessantes com uma trilha sonora melancólica, paisagens bucólicas e o Biel quase como o protagonista de um monólogo com direito a textos dramáticos, corridas estonteantes e pulinhos no mar. 

O roteiro é algo de filme mesmo: ele escreve confidências em um caderninho, fica reflexivo na praia, vai relembrando todos os fatos que abalaram a carreira do "seu antigo eu", até chegar ao clímax quando diz que esse é um novo começo.

365 dias depois... é um curta-metragem dramático, mas que em algumas vezes traz pitadas bem humoradas. Por exemplo, quando se faz o clipping das notícias dos escândalos e polêmicas de Biel, misturou-se esquetes de desenhos e humorísticos, como a cena memorável de Chaves em que todos os moradores da Vila chamam o 'garoto órfão do barril' de ladrão. 

Foi assim que refleti: o vídeo é um direito de respostas ou foi feito pra sorrir, emocionar ou produzir doses dramáticas? Não sei, e agora vou deixar meu lado emocional e partir pro racional, pontuando alguns trechos. 


1- "Eu era um 'leke' "

Ao que tudo parece, Biel amadureceu muito de um ano pra cá, né? Atualmente, o cantor tem 21 anos, mas já aprendeu tudo da vida (#Sóquenão) Biel justifica-se pelos seus tweets racistas e homofóbicos ao dizer que tinha 15 anos e que era apenas um adolescente. Quando aconteceu o fato com a jornalista, que já falei aqui, ele se considera o "adultão" e estava com apenas 20 anos! Mas, como vocês lembram, eu mostrei uma incoerência no discurso. Vamos resgatar: 

"Entrevista: Biel: Eu sou PHD no que faço [...] Só não tenho barba, mas tenho 20 anos.
Instagram: Nem homem me considero ainda pra ser prepotente ao ponto".


Em resumo: Biel não sabia nem em que estágio da vida estava. Será que um ano depois ele pode dizer: "eu ERA um adolescente. AGORA sou um adulto?".

Seu pai, há cerca de um ano, disse que o menino era apenas uma criança. Nem adolescente o considerava. Aliás, adulto que é adulto assume os erros do passado e não coloca a culpa na fase da vida (com acréscimo):

“Tinha 15 anos [quando escrevi tweets de teor racista e homofóbico]. Minha única preocupação era assistir vídeos de youtubers que falavam bosta. Eu tenho que me desculpar por ter sido adolescente?”


Respondo ao 'ex gostosão': Sim! Você tem que se desculpar por ter sido adolescente, mas não literalmente! Isso se atualmente você for adulto mesmo. À título de exemplo, o próprio Felipe Neto se retratou por vídeos e tweets que escreveu em que criticava os fãs da saga Crepúsculo e dizia que os integrantes da banda Restart eram gays.

Ser leke não justifica ser babaca.


2- "Era um personagem"

Eis a justificativa para quando ofendermos e agirmos de forma estúpida com alguém: "Era um personagem!" Levando adiante: quando Zé Mayer assediou a figurinista, não era ele, mas o agressivo, rude e vingativo Tião Bezerra. 

A questão não é discutir se era um personagem ou não que Biel fazia, mas sim quando estávamos lidando com a pessoa ou artista, ou se os dois estavam mesclados. Esse é o perigo de ser um ícone público: a sociedade pode não saber diferenciar, muito menos a própria celebridade. Segundo Biel, esses dois indivíduos eram um só. E ele tinha que ser assim em entrevistas, em casa, com a família. Pra ele, seria incongruente agir de uma forma nas músicas e de outra nas entrevistas. 

Biel só havia esquecido de um detalhe: que era uma pessoa pública e que o que fazia em público, refletia em sua vida pessoal. Tanto refletiu, que ele esteve na mídia em vários canais na época e foi obrigado a dar uma pausa na carreira. Tudo por conta do personagem!

Pessoas célebres sabem muito bem quando querem estar na mídia e quando atrás das paredes, reclamando que não tem vida pessoal. Na verdade o próprio artista é oportunista: "Agora quero estar na balança da vitrine. Agora na da reclusão. Agora na da vitrine", elas pensam.

Ao que tudo indica, Biel quer retornar à balança da vitrine, mas de um jeito "diferente". Outrora, quando as coisas estavam feias pro seu lado, ficou na da reclusão. 


3- "Foi criado um personagem no qual todos os envolvidos queriam que desse dinheiro"

Outro bom direito de resposta para as polêmicas. O que faz sucesso e dá dinheiro na mídia hoje? A forma que Biel se portava, as músicas que cantava e as letras que entoava. Me pergunto quais serão os "novos" artifícios de Gah (nome artístico atual de Biel) para estar na mídia. Não vale: pagar de gostosão, tirar a camisa, pegar na bunda de amigo, dizer que vai quebrar jornalista no meio, segurar o pênis em fotos, mijar em público, etc, como disse no meu texto de junho do ano passado:

"Biel, tão novo, logo conseguiu conquistar fãs do sexo feminino, com seus funks - como Química - e seu jeito peculiar de ser e agir. Para chamar a atenção da mulherada, posta fotos sensuais e sem camisa nas redes sociais. Em uma entrevista, ele disse "que ama provocar as fãs". Muitos não são seus fãs porque ele canta bem ou porque é um excelente profissional, mas sim porque "ele tem um corpo definido, é gostoso, é bonito".

Biel já fez várias loucuras antes dessa entrevista em que foi acusado de assédio sexual, como: urinar em local público e mostrar o pênis em vídeo; postar fotos de cueca, meio ereto, no Snapchat; postar várias imagens no Instagram mostrando o tanquinho e segurando o pênis. Tais atitudes, demonstram que Biel faz de tudo "por um like" e pelo sucesso na mídia." ("Biel, assediador?": Entrevista, implicações, imagem do cantor e desculpas)


As letras que Biel cantava não eram dele; a voz nas músicas também não (Em um mundo evoluído sonora e tecnologicamente não duvido de nada!); as roupas que usava, muito menos; e o corpo, ele pegou emprestado de alguém! Veja como Biel se defende:

"Nenhuma dessas letras foram composições minhas, nem o sotaque. Enquanto isso dava dinheiro, eu escrevia letras românticas que não eram aprovadas.”


Uma frase que Biel diz no vídeo chama a minha atenção: "todos os envolvidos". E quem também estava envolvido na carreira do cantor? Os pais! Veja, segundo o Wikipédia (com grifos):

"[...] tendo todo seu dinheiro sendo administrado pelos seus pais, por não se achar "maduro o bastante" para administrar tudo sozinho."


Não entenderam o pulo do gato? Explico! Os pais também eram interessados em alavancar a carreira do filho e, quem sabe, autorizaram que se portasse da forma que se portou e agisse como agiu. Afinal, quem guarda o dinheiro ou está com ele tem o poder e decide as regras do jogo. Veja esse outro trecho de 365 dias depois... (com grifos):

“Comecei a pensar com a minha cabeça e parei de dar ouvido para quem queria dinheiro. Voltei a ter contato com os verdadeiros valores da vida que tinham escapado do meu ser com tanto interesse ao meu redor. Tenta sair de casa com 17 anos pra ganhar toneladas de dinheiro. Você acaba se deixando levar pelo prazer de ter sempre mais."


Garotos inteligentes, pensem comigo: quem, no início da carreira, administrava o dinheiro do atual adulto? Quem, de certa forma, queria o dinheiro? Quem Biel não dará mais ouvido? Os pais! Aqueles que incentivaram o filho e que, agora, nas atuais circunstâncias e novas configurações do cantor, não poderão fazer isso, segundo ele. 


4- "O vídeo de pedido de desculpas medíocre..."

Uma coisa eu tenho que concordar com Biel: o vídeo foi realmente medíocre! Aliás, este já está fora do ar, pra marcar a nova fase de Gah. Em minha opinião, não deveria estar, pois só podemos avançar no futuro, olhando para o passado. 

Por que deletar algo que fez parte de sua história? Pra esquecer? Não! Porque era um personagem e porque foi "medíocre". Vamos relembrar o que eu disse (com grifos)?

"O menino - com fama de "gostosinho" - aparece com um agasalho preto e um capuz na cabeça, com uma voz embargada e com cara de cachorro que caiu da mudança. Como diz Felipe Neto: "DÁ DÓ!". É interessante ver a repercussão do vídeo: 178.120 likes e 126.155 dislikes. O que mostra que muita gente não aceitou o pedido de desculpas do cantor."  ("Biel, assediador?": Entrevista, implicações, imagem do cantor e desculpas)


Muita gente realmente não aceitou o pedido de desculpas. Isso porque atualmente Biel revelou a farsa do vídeo e que tratava-se de uma jogada de marketing. Bem que eu achei o pedido fake... Tá vendo? Vamos ver o que Biel disse (com grifos):

O vídeo de pedido de desculpas medíocre (veiculado na mídia durante a polêmica com a jornalista) não foi decisão minha, nem as palavras. Minha vontade era pegar meu violão e cantar a musica que eu fiz, mas não deixaram, tiveram medo disso ser usado contra mim”, continuou.


5- "Agora, sim. Tudo vai começar de verdade!"

A ordem é deletar! DELETEM da mente o que vocês conheciam do Biel; DELETEM seus dois cds; DELETEM seus singles, hits; DELETEM também as polêmicas e escândalos. Afinal, pra Biel é fácil e ele até mesmo deu o prazo pra isso acontecer: um ano! Veja (com grifos):

"Eu tava sumido né? Esse momento de reconciliação comigo mesmo, com minha família, amigos e com os verdadeiros valores da vida não podia durar uma semana [...] seria impossível. E hoje, 365 dias depois - exatamente há um ano onde tudo começou a acontecer - eu me considero um novo ser humano. Um ser humano livre que agora vai seguir suas próprias vontades de realizar sonhos profissionais e pessoais.

Agora, sim, tudo vai começar de verdade!"


Não vou falar de mudanças, pois já falei no primeiro subtópico ("Eu era um 'leke' "), mas vou comentar a última frase. Então era tudo brincadeira, uma realidade alternativa, Biel? Droga, achei que sua carreira já tivesse começado. Gostava tanto de Química. #xatiado 



6- "Eu tava sumido né?"

Nem tanto, né Biel? Afinal, você vive no Instagram postando fotos. Aliás, há um fato curioso: Biel atribui seu sumiço à 365 dias (ou um ano). Veja o que quero dizer (com grifos):

"Eu tava sumido né? [...] E hoje, 365 dias depois."


Biel alterou e distorceu fatos ligados à datas, épocas e tempos. Não foram 365 dias que ele ficou sumido (à menos na mídia ou produzindo algo), mas 7 meses (o que não é muito tempo assim né?). Há 7 meses ele divulgava a música e o clipe Ninguém segura ela (e isso só 4 meses após quando ele disse que faria uma pausa na carreira).



Imagem antiga/desejada de Biel


Como falei no post anterior, Biel tinha a fama de ser gostosão, pegador, de cantar/fazer putarias e era capaz de tudo por um like. Levando em consideração o vídeo 365 dias..., não quer mais ser visto assim. Ele agora é Gah (Não mais Biel), quer cantar músicas românticas e não mostrar o tanquinho à torto e direito (A não ser pra "princesa sua namorada"). 

Para quem quer difundir essa segunda imagem, está bem longe disso atualmente. Seu Instagram e Canais do Youtube (Um pessoal e um profissional) ainda trazem o nome 'Biel', como podem ver abaixo:


















"Mas, Emerson. O Facebook e o Google demoram mesmo pra mudar nome de perfis." E quem sou eu pra divergir desse pensamento?! Mas é estranhíssimo que 15 dias após (Quando foi ao ar o vídeo 365 depois...) nenhuma atitude - por mais mínima que seja - foi tomada por Biel pra mudar os nomes. "Mas será difícil pro público e fãs assimilarem o atual nome do cantor, Jovem Jornalista". Uma figa que será.

Isso só foi analisando os nomes dos perfis do cantor. Com relação às fotos no Instagram, é algo mais espantoso. Para quem disse que não quer ter sua imagem atrelada à barriga trincada e semi nudes, Biel está bem pra frentex: 4 dias após o vídeo 365 depois... Biel postou uma foto sem camisa (01); no mesmo dia (01) uma imagem "bem educada" dando dedos; ainda nesse dia (01) divulgou uma "sexy sem ser vulgar"; e anteontem (09) várias que tiraram o fôlego das meninas do Insta


Uma publicação compartilhada por B i e L (@biel) em






Uma publicação compartilhada por B i e L (@biel) em





#semmaismeritíssimo


Clipe 'Ninguém segura ela'


Engana-se quem pensa que essa música marca o início de carreira de Gah. Na verdade ela está mais para uma despedida de Biel. O clipe é cheio de danças sensuais e um beijo quente, como falou esse texto do Uai. Confira:






Foquem no final do clipe: Biel dá um beijo ardente na atriz e logo eles entram na cabana pra fazer "não sei lá o que". Isso só reforça a imagem de pegador de Biel.

Só pra finalizar, deixo um trecho da música (com grifos):


"Ela dança na pista ou no quarto dela
Menina detalhista e adora uma novela
Arte surrealista, pintada em aquarela
Por onde ela passa, neguinho pira nela

E de noite vai no samba da Portela
Rebola até o chão, no baile funk de favela
Tem um corpinho fit, mas adora uma Nutella, né?

Ninguém segura"




Carreira e características musicais do cantor


A carreira de Biel começou ainda em 2013 com 17 anos, quando ele não tinha sequer uma gravadora. Ele começou cantando funk ostentação (letras que falam de riquezas e bens materiais) e depois funk sedução (letras explícitas de amor e sexo que já conhecemos bem). Ele era o MC Biel. Em 2015, quando assinou com a gravadora Warner Music, retirou o MC e seu dinheiro passou a ser administrado pela Warner Music. Pela Warner, em 9 de junho de 2015, lançou o single Demorô e um EP chamado Biel. Em novembro do mesmo ano nascia o single Química. Em 29 de abril de 2016 o seu primeiro cd Juntos vamos além era lançado. Biel, portanto, possui apenas um EP e um álbum. 

As influências do cantor são as seguintes: MC Catra, MC Guimê, MC Rodolfinho, além de O Rappa, Skrillex, Ed Sheeran e Wiz Khalifa. 

Veja o que os críticos disseram sobre o antigo Biel e sua carreira (com acréscimos e omissões):


"[Biel] nunca foi um grande talento como cantor ou compositor. [...] Suas músicas são de teor egoico e hedonista, e sempre coloca a mulher como objeto sexual." - Mauro Ferreira, crítico musical do G1

"O artista se acha 'uma versão juvenil de Donald Trump', ao falar barbaridades achando que não sofreria maiores consequências." - Tony Goes, do site F5



Com certeza agora Gah terá que se desvincilhar dessas características/influências musicais e dessa postura se quiser traçar uma nova carreira e adquirir um novo perfil como cantor e ser humano.




Celebridades que mudaram o nome artístico


Biel não quer ser mais chamado assim, mas sim de Gah, afinal, não é conhecido como Biel pelos amigos e familiares (este último foi um nome artístico criado pelos empresários). Isso ele alega, mas é inevitável pensar que seja uma tentativa de mudar sua imagem e dar um novo start na carreira. 


Aliás, Biel não é a primeira celebridade a mudar o nome artístico, mas é o primeiro (que tenho conhecimento) a fazer isso logo após uma polêmica. Recentemente, a cantora Cláudia Leitte quis ser chamada apenas de Cláudia, sem motivo aparente. Momentos depois, ela revelou o motivo: fazia parte de uma campanha beneficente e cortou o leite de sua vida. Também teve artista que acrescentou letras, sobrenomes e retirou símbolos/caracteres do nome artístico. Vejam alguns exemplos, de acordo com o site Vix:



"Romulo Neto
Além de retirar o acento circunflexo do primeiro nome, o ator retirou o sobrenome Arantes depois de começar a estudar Cabala.


Alinne Moraes
A atriz decidiu adicionar uma letra N ao seu nome artístico depois de se consultar com um numerólogo.


Jay Z
O rapper e marido de Beyoncé fez uma pequena mudança no nome artístico, tirando o travessão de sua assinatura, que antes era Jay-Z.


Kendall
A modelo, irmã de Kim Kardashian, decidiu abandonar o sobrenome Jenner para para tentar se distanciar da família famosa.


Wanessa
Assim como Kendall, a cantora deixou para trás o sobrenome do pai famoso, o sertanejo Zezé Di Camargo, para conquistar um público mais pop. Recentemente ela retornou com Wanessa Camargo.


Prince
O cantor, que se chama Prince Rogers Nelson, causou alarde ao mudar de nome nos anos 90. e passou a se denominar com um símbolo indefinido. Depois, foi chamado de 'O Artista' até voltar a ser Prince novamente.


Snoop Dog
O rapper decidiu mudar de nome recentemente e agora quer ser chamado de Snoop Lion.


Kesha
Até pouco tempo atrás, a cantora assinava seu nome como Ke$sha, com cifrão, e agora trocou o símbolo pela letra S.


Cássia Kis Magro
A atriz adicionou o sobrenome Magro há apenas alguns anos depois de se casar com João Baptista Magro Filho.


Pink
A cantora, que foi batizada como Alecia Beth Moore, foi outra que trocou um símbolo por uma letra. Antes, ela assinava como P!nk, com o ponto de exclamação."




Respondendo as perguntas da introdução



O ideal é que cada leitor as respondesse, mas vou respondê-las também. Vamos recapitulá-las:


"Será que Biel mudaria de nome se não houvesse polêmicas? Por que a imagem de pegador e gostoso não é a que ele quer ter mais? Não era isso que dava lucro e sucesso? Biel realmente mudou após o vídeo?"


Calma! Uma pergunta de cada vez!


Será que Biel mudaria de nome se não houvesse polêmicas? 

Claro que não! Por que mudar o time que está ganhando? Se não houvesse polêmicas, Biel continuaria sendo o velho Biel, talvez com mais um cd à vista. 


Por que a imagem de pegador e gostoso não é a que ele quer ter mais? 

Porque foi a imagem que lhe causou vários problemas e lhe custou a carreira. Mas como viram neste post, essa mudança de imagem está difícil de ser conquistada e Biel não está fazendo o mínimo esforço pra isso.


Não era isso que dava lucro e sucesso? 

É isso que ainda dá lucro na indústria fonográfica. Só ver Pablo Vittar, Anitta, MC Catra e outros por aí. Será um desafio enorme pra Biel fazer sucesso novamente sem essas influências e características musicais.


Biel realmente mudou após o vídeo?

Não! E a mudança não é tão fácil assim. Biel provou que não é outro ser humano após 365 dias, vide o clipe Ninguém segura ela, os nomes dos perfis de suas redes sociais e as fotos indecentes (ATUAIS) do seu Instagram.


E vocês, o que acham da mudança de nome artístico de Biel? Ele realmente mudou? Vocês apostam na sua nova carreira e característica musical? O espaço de comentários está aí pra isso! J-J






Por: Emerson Garcia

13 comentários :

  1. Não o conhecia, mas até que gostei.

    https://diamonds-inthe-sky.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  2. Olha no Twitter esse cara já foi massacrado por atitudes infelizes...eu nunca curti o som dele enfim pra mim é a mesma coisa kkkk

    Beijinhosss ;*
    Blog Resenhas da Pâm

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que esse "novo' Biel não te conquistou então rsrs

      Excluir
  3. Desculpa mas ninguém assedia uma jornalista porque seus produtores mandaram, isso é caráter. Se ele conseguiu mudar vamos descobrir mais pra frente, por enquanto eu só duvido.

    www.vestindoideias.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você tocou no ponto certo: isso é questão de caráter! Ninguém tem a capacidade de tocar no caráter de ninguém. Eu creio que ele não tenha mudado, não.

      Excluir
  4. É...complicado dizer se ele teria mudado de postura se essa polêmica não tivesse ocorrido, acredito até que não, porém algumas coisas acontecem na nossa vida pra que a gente cresça e amadureça. Não acho que tenha justificativa o que ele fez (o fato de ser novo ou de ter sido influenciado pelos produtores que só pensavam em lucrar), mas também acredito que todo mundo mereça uma segunda chance. O fato dele estar admitindo que errou já é um primeiro passo. Sobre o nome Gah, em nenhum momento no vídeo ele falou que mudaria de Biel para Gah, apenas explicou que para os amigos mais íntimos e família ele é chamado assim. Sobre esse clip "Ninguém Segura Ela" ele foi publicado em dezembro do ano passado, bem antes do Biel fazer esse vídeo "365 dias depois". Enfim, acho que antes de jogarmos pedra temos que analisar as atitudes das pessoas, errar é humano, não estou defendendo Biel, até porque nunca fui fã dele, mas o fato das pessoas estarem sempre apontando o dedo na cara umas das outras e se esquecerem de voltar os olhos para os seus próprios defeitos, erros e limitações.

    De qualquer forma, seu post está MUITO bem colocado, você abordou todos os aspectos e falou com propriedade sobre o assunto. Parabéns !
    Beijos,
    #fiquerosa

    Fique Rosa | Meu Canal YT

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado eu por suas colocações e esclarecimentos. Acredito que todos mereçam uma segunda chance, se admitirem os erros e ser verdadeiro em suas atitudes. Dá a entender mesmo que ele quer ser chamado de Gah pelo público, talvez seja só uma suposição. Sobre o clipe "Ninguém segura ela" eu debati em qual época ele estava inserido e cheguei a conclusão que foi antes da possível mudança.

      Muito obrigado pelo elogio!

      Excluir
  5. Não faz o meu estilo musical mas, fiquei sabendo por sinal do assédio dele com uma jornalista.

    Um beijo,

    www.purestyle.com.br

    ResponderExcluir
  6. Eu realmente acho que as pessoas não mudam assim da noite pro dia, ou em 365 dias. As mudanças ocorrem aos poucos, lentamente. Acho que o que ele quer é "fama novamente"..

    https://www.itslizzie.space/

    ResponderExcluir
  7. Esse vídeo me deu uma vergonha alheia. Ele não mudou. Ele não aprendeu nada. E esse vídeo é só um trabalho de assessoria de imprensa. As pessoas mudam e as pessoas amadurecem (grazadeus!), mas não boto fé nele. Ele não entendeu a gravidade do que fez e, pra ele e pros defensores dele, era 'só um menino'. Complicado, bem complicado.

    Beijinhos
    n. // www.fashionjacket.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mais uma vez os assessores de imprensa que são os culpados né?! Hahaha! Também creio que ele não entendeu a gravidade do que fez.

      Excluir

Obrigado por mostrar seu dom. Volte sempre ;)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

Template por Kandis Design