quarta-feira, 25 de setembro de 2019

Como é possível ajudar as pessoas em momentos depressivos e/ou que já tentaram suicídio?



Estamos no mês que é conhecido desde 2014 como o mês de prevenção ao suicídio, o Setembro Amarelo. A data do dia 10 de setembro foi reservada como o Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio

Falar SEMPRE será a melhor opção, mas esta é uma medida que a pessoa depressiva deve ter. E a nossa parte?! Um sorriso ou abraço podem ser o remédio para almas aflitas, como enfatizado nesse post. Mas o gesto carinhoso por si só não basta. É necessário que o depressivo busque ajuda psicológica e psiquiátrica e, se acreditar em Deus, se apegar à Ele. 

Eu, por exemplo, tenho passado por momentos depressivos e de tristeza profunda e procurei ajuda nesse tripé: terapia, remédio e Deus. Com isso, tenho estabilizado minhas emoções. Claro que não quero generalizar e dizer que essa é a solução para todos os depressivos do mundo, mas é um tripé que tem dado certo.




Entidades, empresas e organizações tem promovido campanhas em prol do Setembro Amarelo. As perguntas que ficam são as seguintes: como se pode ajudar à combater o suicídio e a depressão? Que medidas são efetivas? De que modo as pessoas podem agir com pessoas deprimidas? Quais são os canais e meios de ajuda existentes?

O objetivo desse post é apresentar uma gama de possibilidades sobre como é possível ajudar os indivíduos que estão em momentos depressivos e/ou que já tentaram suicídio.


Meditação



Já ouviu falar do aplicativo 5 minutos, eu medito?! Disponível para iOS e Android, possui o objetivo de difundir a prática da meditação e a promoção do bem estar no dia a dia de pessoas que desejam se equilibrar nesse mundo contemporâneo cada vez mais apressado e desregulado.

Um estudo publicado nos Estados Unidos em 2014 mostrou que a meditação ajuda a aliviar os sintomas da ansiedade, depressão e doenças crônicas. Não por acaso, essas doenças são destaque no Brasil, que apareceu em um pódio de 2017 da Organização Mundial de Saúde (OMS) com a maior taxa de transtornos de ansiedade do mundo. Além disso, o país ocupa o 5º lugar em casos de depressão. Não fica difícil perceber que falar de depressão e suicídio em nosso país é mais que necessário e um aplicativo de meditação pode diminuir os transtornos psíquicos.






5 minutos, eu medito apresenta diversos exercícios de meditação, músicas de acompanhamento  e um meditômetro (contador dos minutos meditados no aplicativo, por usuários no mundo inteiro).

A nova versão apresenta um design mais moderno e usual, nos idiomas português, inglês, espanhol e italiano. 



Hotsite de prevenção ao suicídio




A Secretaria de Saúde do Distrito Federal lançou uma plataforma online chamada de Oi Vida, com o intuito de apresentar informações úteis sobre o autoextermínio com uma linguagem leve e simples. 

Oi Vida faz referência à uma intercomunicação, como se estivéssemos falando com a vida. É com esse intuito que logo que abrimos o site nos deparamos com a seguinte mensagem: Ouça a vida, ela tem muito para te dizer

O conteúdo do site divide-se da seguinte forma: que bom que você veio, galeria da vida, serviços, contatos de emergência, do que você precisa? e compartilhe vida. Resolvi explicar cada tópico abaixo:


Que bom que você veio

É o menu de boas vindas ao site. O texto é convidativo e simples. 



Galeria da vida

Tem o intuito de "celebrar a vida e seus momentos". Essa galeria tem fundo terapêutico e ajuda as pessoas depressivas a verem o lado bom da vida, por mais que estejam em um momento difícil. A galeria até o momento de publicação desse post está vazia. 


Serviços

Apresenta vários locais de atendimento com acolhimento, sejam UBS's (Unidades Básicas de Saúde), CAP's (Centros de Atenção Psicossocial), PAVV (Programa de Pesquisa, Assistência  e Vigilância em Violência), Trabalho pioneiro em escola, ISM (Instituto de Saúde Mental), COMPP (Centro de Orientação Médico Psicopedagógica) e a Dissam (Diretoria de Serviços de Saúde Mental). 


Contatos de emergência


Apresenta os principais contatos de emergência: o SAMU (Serviço de Atendimento Médico Urgente) 192, UBS's (Unidades Básicas de Saúde) 160, o CVV (Centro de Valorização da Vida) 188 e os CAP's (acesse o CAP's de sua localidade no Distrito Federal aqui). 


Do que você precisa?


Nesse menu são apresentados duas opções: preciso de ajuda e preciso ajudar alguém. Ao clicar na primeira opção você pode desabafar e contar sua história; na segunda, é apresentado textos e tópicos sobre o tema (reconheça os principais sinais, alerta e mitos e verdades). 



Compartilhe vida

Menu já desenvolvido no tópico anterior. Nele você pode "deixar uma mensagem, palavra de apoio ou até mesmo um desabafo".


A diretora de Serviços de Saúde Mental, Elaine Bida, percebe o Oi Vida com vários benefícios para a população:

“O Oi Vida é uma ferramenta importantíssima para dar suporte, tanto para as pessoas que estão precisando, quanto para as que querem ajudar. Ele serve para o público especializado, para o leigo e para todos os que se interessam pelo tema. Esta é mais uma ferramenta importantíssima para o trabalho de prevenção que realizamos”


Com o intuito de gerar visibilidade à plataforma, o usuário pode compartilhar fotos ou vídeos com a hashtag #OiVida no Instagram. O site foi desenvolvido pela Assessoria de Comunicação em conjunto com a Diretoria de Serviços de Saúde Mental. 


Instagram @SetembroAmarelo


O Instagram apresenta conteúdos interessantes de passeatas, eventos e palestras, além de imagens criativas e incentivadoras. O Insta possui mais de 6 mil seguidores e 175 publicações. Separei algumas postagens que achei mais interessante:




Uma publicação compartilhada por Setembro Amarelo (@setembroamarelo) em





Pode ser que, em algum momento de nossas vidas, desconfiemos de que alguém próximo está pensando em suicidar-se em decorrência de um grande sofrimento. Diante dessa situação, o sentimento de impotência pode se fazer presente, fazendo-nos acreditar que não há como intervir, uma vez que a pessoa parece já ter decidido encerrar a própria vida. Entretanto, ao contrário do que o senso comum tende a reproduzir, existem diversas maneiras de auxiliar essa pessoa. Se há uma desconfiança, é importante que se converse diretamente com a pessoa que está sofrendo. Um diálogo aberto, respeitoso, empático e compreensivo pode fazer a diferença. Procurar saber como a pessoa está, o que tem feito ultimamente, como está se sentindo. O foco da conversa deve ser o outro, portanto, não é recomendável: falar muito sobre si mesmo, oferecer soluções simples para os problemas que a pessoa relatar e desmerecer o que ela sente. Essa conversa pode obter melhores resultados se for feita em um lugar tranquilo, sem pressa, respeitando o tempo da pessoa para se abrir. [...] Algumas pontuações que podem ser feitas consistem em: fazer perguntas abertas; fazer um breve resumo do que a pessoa falou, de tempos em tempos, para que ela saiba que você está atento ao que ela diz; retornar a algum ponto que não tenha ficado claro e tentar, ao máximo, escutá-la sem julgamentos. Oferecer suporte emocional e informar sobre a ajuda profissional, bem como se mostrar à disposição, caso ela queira conversar novamente, são pontos importantes. Se a pessoa falar claramente sobre os seus planos de se matar e parece estar decidida quanto a isso, é primordial que ela não seja deixada sozinha. Podem ser contatados os serviços de saúde mental e familiares/amigos da pessoa. Pode ser necessário que ela fique em um ambiente seguro, sendo auxiliada por um profissional. Você também pode indicar os serviços oferecidos pelo CVV, disponível em www.cvv.org.br, que trabalha para promover o bem estar das pessoas e prevenir o suicídio, em total sigilo, 24h por dia.
Uma publicação compartilhada por Setembro Amarelo (@setembroamarelo) em










Os detalhes falam 



A arte acima da Agência Brasília apresenta um ipê amarelo, com o Teatro Nacional de fundo e a seguinte descrição: ipê amarelo- Samambaia Norte. Para quem mora no Distrito Federal deve ter achado algo estranho. A foto não foi tirada em Samambaia Norte, mas em Brasília. Um pequeno erro fez toda a diferença e é isso que a agência publicitária deseja: ATENÇÃO AOS PEQUENOS DETALHES E DE VER UMA PESSOA DEPRESSIVA EM SUA ESSÊNCIA, RECONHECENDO SUA DOR! 

O detalhe na imagem abriu margem para o debate e uma interação direta com os comentaristas da publicação. Algumas dessas interações serviram para uma outra arte, que você pode ver logo abaixo: 





Sim! Os detalhes falam! E devemos ter esse mesmo olhar observador para as pessoas que possam não estar bem e apresentarem sintomas diferentes (pequenos sinais que podem passar despercebidos). 

Está aí mais uma forma de ajudar: perceber e observar o humor de pessoas próximas. 


Sua vida tem valor!


Apresentar um aplicativo, hotsite, Instagram ou peças publicitárias sobre o Setembro Amarelo podem amenizar dores. Não diria que ACABARIAM, até porque é necessário um tripé de tratamento falado no início desse post. Mas pequenas atitudes podem fazer toda a diferença.

Acredite! Sua vida tem valor, por mais que não pareça, devido às circunstâncias adversas. Mas tudo nessa vida passa. Eu sei o que é essa dor pois já passei por ela. Sei que, na verdade, a pessoa não quer acabar com a vida, mas com o sofrimento. E ela se ama tanto que deseja que isso saia dela de uma vez por todas.

Finalizo esse post com uma belíssima imagem de Ueslei Novaes e um post do Instagram com um depoimento encorajador. J-J






Um desafio que me fez recordar de um testemunho que finalmente estou pronta à contar. Há uns dois anos atrás, aconteceram coisas na minha vida, que me fez perder o chão. Literalmente. O que começou com uma coisinha de nada, virou uma bola de neve que parecia que ia me matar. O ano havia mudado, mas eu continuava cada vez pior. Amigos cada vez mais longe. Me lembro de acordar muitas vezes numa madrugada, aflita, e falar repetidamente 1 Pedro 5:7 "Lançando sobre Ele toda vossa ansiedade porque Ele tem cuidado de vós." Não vou mentir em dizer que sim, já pensei em tirar a vida, afinal, quem deseja o suicídio não quer de fato se matar e sim, parar o sofrimento. Mas essa não era a saída. Sendo sincera, não era o fim. Depois de visitar o psicólogo, descobri que estava com depressão + ansiedade + síndrome do pânico. Fiquei apavorada. Porém, eu mesmo quase sem forças, ainda falava com o Pai. Posso dizer que, com ajuda e forças que o próprio Deus me enviou e com terapia, eu venci a depressão, pensamentos suicidas foram embora. . . . . Ei, eu sei que é difícil, as situações da vida parecem que vão nos matar, mas o próprio Jesus disse em Mateus "Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei." Então, calma! . . Respire comigo! E diga "Eu sou INCRÍVEL. Eu sou AMADO. Eu sou ESPECIAL. Eu sou ÚNICO. Eu sou QUERIDO por Deus. E eu sou maior que a depressão e a vontade de me matar." . . . O próprio Deus te criou e te formou. Creia, Ele te dará a paz e aliviará suas dores, pois Ele já as venceu na cruz. . . . SUICÍDIO NÃO É O FIM! . . . . Se quiser entrar em contato para conversarmos, estou a disposição. ❤️ Juntos somos mais fortes. . . #desafiocristaoscriativos #CristaosCriativos | #SetembroAmarelo #naoaosuicidio #viva
Uma publicação compartilhada por Design da Vih (@designdavih) em


Por: Emerson Garcia

18 comentários :

  1. Um tema bastante delicado de abordar, nem sempre é fácil chegar a estas pessoas
    Abraço
    Kique

    Hoje em Caminhos Percorridos - Visita à Real Fábrica do Gelo…

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade. Mas basta uma abertura para fazermos a diferença na vida delas.

      Excluir
  2. Uma bela iniciativa que também se faz por cá!!
    xoxo

    marisasclosetblog.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz que o Setembro Amarelo também aconteça em terras portuguesas.

      Excluir
  3. Um tema delicado, mas com o qual todos devemos aprender a lidar, se não for por nós, pode ser por alguém que nos rodeia!
    --
    O diário da Inês | Facebook | Instagram

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim! E nosso papel é sensibilizar-nos com essas pessoas.

      Excluir
  4. Muito bacana a postagem e importante!

    https://www.biigthais.com

    Beijoos ;*

    ResponderExcluir
  5. Postagem maravilhosa, com certeza ajudará as pessoas

    https://itslizzie.space/

    ResponderExcluir
  6. Que lindo seu post,amigo Emerson.

    Realmente quem sofre de depressão precisa de tudo isso mesmo.Eu mesma ,por vezes,tenho crises desse tipo e recorro a tudo, principalmente à fé.

    A dica do aplicativo foi valiosa. Todos deveriam ler esse post magnífico e de utilidade pública.

    Parabéns,querido amigo

    OBRIGADA PELA VISITAS

    BEIJOS E UMA NOITE FELIZ

    DONETZKA



    ResponderExcluir
  7. Que post maravilhoso, saúde mental é muito importante e a gente naon dá a atenção devida tanto quando é com a gente quanto pros outros.
    Procurar um profissional e seguir o tratamento é imprescindível
    Beijos
    https://www.dearlytay.com.br

    ResponderExcluir
  8. Maravilhoso o post Emerson. Espero que as campanhas mencionadas ajudem realmente as pessoas, esse é um assunto tão sério! Um abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza elas ajudam e muito. Obrigado pelo comentário.

      Excluir

Obrigado por mostrar seu dom. Volte sempre ;)

Nos siga nas redes sociais: Fanpage e Instagram

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

Template por Kandis Design