segunda-feira, 31 de agosto de 2015

Vibe humor: músicas "old times"



Eu estava escutando a música Remember December da Demi Lovato e pensei: “essa música é tão velha”. Daí tive essa ideia absurda de separar algumas músicas “velhas” e quase esquecidas e compartilhar com vocês. Espero que gostem.




Embora sejam antigas, não acredito que uma música fique velha, acredito apenas que quando ela já ensinou o que deveria, é deixada de lado. Apesar de que, muitas das vezes, as pessoas escutam repetidamente, mas não compreendem a essência daquilo que está sendo cantado.




Para começarmos com o pé direito, vamos então com a música que deu a ideia do post: Remember December, e seu ritmo super dançante, apesar de não ter uma letra tão feliz assim... “Don't surrender, surrender, surrender. Please, remember, remember December! We were so in love back then, now you're listening to what they say, don't go that way. Remember, remember, December…” (Não se renda, se renda, se renda. Por favor se lembre, se lembre de dezembro. Estávamos tão apaixonados antes, agora você está ouvindo o que eles dizem, não vá por esse caminho. Se lembre, se lembre, de dezembro...).

Seguimos então com a música Party in the USA, da não-mais-princesinha da Disney, Miley Cyrus. “So I put my hands up, they're playing my song and the butterflies fly away. Noddin' my head like yeah. Movin' my hips like yeah. I got my hands up, they're playin my song. They know I'm gonna be okay. Yeah, It's a party in the USA…” Seu estilo dançante e alegre faz com que nos empolguemos e dançemos ao ritmo da música e com nossas mais para o alto. So put your hands UP!" (Então jogo minhas mãos para cima, estão tocando minha música e as borboletas voam para longe. Mexendo minha cabeça tipo 'yeah'. Mexendo meus quadris tipo 'yeah'. Eu tenho as minhas mãos para cima, estão tocando a minha música. Eles sabem que ficarei bem. Yeah, É uma festa nos Estados Unidos...).

E mais uma música que nos trás uma certa depressão é Too little, too late da Jojo. Essa música é tão linda, mas tão linda, que eu ainda não entendi como essa mulher (a Jojo) desapareceu do mundo. Não tem como não imaginar daquele relacionamento doentio que você já teve, né?! “It's just too little too late, a little too wrong and I can't wait, but you know all the right things to say. You know it's just too little too late. You say you dream of my face, but you don't like me, you just like the chase. To be real, it doesn't matter anyway, you know it's just too little too late…” (É apenas um pouco tarde demais, um pouco errado demais e eu não posso esperar, mas você sabe todas as coisas certas para dizer. Você sabe que é apenas um pouco tarde demais. Você diz que sonha com meu rosto, mas você não gosta de mim, você só gosta da caçada. Para ser real, não importa de qualquer jeito, você sabe que é apenas um pouco tarde demais...).

E temos, então, a história de um novo Romeu e Julieta. O clipe de Love Story, da Taylor Swift, tem uma história tão linda, e ao mesmo tempo, tão deprimente. “And I said: ‘Romeo, take me somewhere we can be alone. I'll be waiting, all there's left to do is run. You'll be the prince, and I'll be the princess. It's a love story, baby, just say yes’ ” (E eu disse Romeu me leve a um lugar onde possamos ficar sozinhos Eu estarei esperando, tudo lá é deixado para fazer, é executado Você será o príncipe, eu serei a princesa É uma história de amor baby, apenas diz sim). Taylor sempre sambando na cara da humanidade de salto agulha.

Agora vamos para uma música mais triste ainda, Because of You, da Kelly Clarkson. Eu não consigo ouvir sem ficar triste. Essa é uma daquelas que tiram do fundo do poço quando eu estou bem na merda. “Because of you I find it hard to trust not only me, but everyone around me. Because of you I am afraid, I lose my way and it's not too long before you point it out. I cannot cry because I know that's weakness in your eyes…” (Por sua causa eu acho difícil confiar não só em mim, mas em todos à minha volta. Por causa de você eu tenho medo, eu perco meu caminho e não demora muito até você mencionar isso. Eu não posso chorar porque eu sei que isso é fraqueza aos seus olhos...).

Então voltamos um pouco mais no tempo com Torn da Natalia Imbruglia, uma música que fez sucesso durante um pouco tempo. Acho que não há uma pessoa que não conheça essa música. “I'm all out of faith, this is how I feel. I'm cold and I am shamed, lying naked on the floor. Illusion never changed into something real, I'm wide awake and I can see the perfect sky is torn.You're a little late, I'm already torn…” (Eu estou totalmente sem fé, é assim como eu me sinto. Eu estou com frio e envergonhada, deitada nua no chão. Ilusão nunca se transformou em algo real. Eu estou bem acordada e eu posso ver que o céu perfeito está despedaçado. Você está um pouco atrasado, eu já estou despedaçada…”).

What are you looking at? Agora chegamos na rainha diva, Madonna com seu mega hit: Vogue. Quem não conhece Vogue? Por favor, né?! Strike a pose! Seu ritmo animadíssimo faz com que dancemos sem escrúpulos. “Come on, vogue, let your body move to the music. Come on, vogue let your body go with the flow. You know you can do it…” (Vamos lá, moda. Deixe seu corpo se mexer com a música. Vamos lá, moda. Deixe seu corpo seguir o fluxo. Você sabe que pode consegue...).

Agora vamos voltar um pouquinho mais. Vamos para 1996 com Alanis Morissette e sua música All I really want. Eu me apaixonei por essa música assim que escutei. Pra falar a verdade, gosto das músicas dessa mulher desde que ouvi sua versão da música Bitch. “And all I really want is some patience, a way to calm the angry voice, and all I really want is deliverance… And all I really want is some peace, man. A place to find a common ground, and all I really want is a wave-length…” (E tudo que realmente quero é um pouco de paciência, Um modo para acalmar a voz de ódio, e tudo que realmente quero é libertação... Tudo que realmente quero é um pouco de paz, cara. Um lugar para encontrar um lugar em comum, e tudo o que eu realmente quero é uma sintonia...).

E por último, mas não menos importante, 'nossa dádiva': Cassia Eller com Palavras ao vento, música de abertura de Além do tempo, da Globo. Essa música é tão linda, tão perfeita, que quando eu começo a escutar não consigo fazer isso uma única vez. É automático. O repeat do meu celular liga sozinho (RS). Quem não conhecer essa perfeição, trate de ouvi-lá agora! “Ando por aí querendo te encontrar, em cada esquina paro em cada olhar, deixo a tristeza e trago a esperança em seu lugar...”.


E é isso! That’s wrap! Eu espero que tenham gostado da lista dessa semana (O Emerson não postou a lista Folk Gospel, como prometido, porque está com problemas no mouse). Ah, e se você tem alguma sugestão de tema para as próximas playlists, por favor, deixem nos comentários que, com certeza, verão elas futuramente por aqui. J-J 


Por: Thiago Nascimento

17 comentários :

  1. Party in the USA é muito Capricho rsrs.

    Bjs, rasgadojeans.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Boa tarde
    Com toda a certeza que amei a sua escolha de músicas, vou baixar todas agora para o meu celular.
    http://viciadasemlivros911.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Hello from Spain: I love the music of Alanis Morissette. I love the song 'All I really want'. This list is very complete. Keep in touch

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. I love that song either. I also love her version of “Bitch”, it’s perfect! (I don’t know if the song is hers or she made her own version).

      Excluir
  4. Olá, nossa quanta nostalgia musical.
    Gostei bastante do post.
    Até mais. http://realidadecaotica.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Adoooooooooooro músicas antigas, facilmente são minhas favoritas! Palavras ao Vento é tão linda desde sempre :D Beijos

    www.chezb.com.br

    ResponderExcluir
  6. Eu sou fã da Demi Lovato!! E adoro o ritmo dessa música, mesmo a letra não sendo feliz rs..
    Miley, apesar de não ser mais a princesinha da Disney, ainda cria umas musiquinhas gostosas (apesar de não entender a maioria dos videos hahaha)

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A Demi tá sempre fazendo música boa. Quanto a Miley, também não entendi direito os clipes das músicas recentes dela, é muito “WTH?!”

      Excluir
  7. ahh gostei muito deste post!! que nostalgia :)

    ResponderExcluir
  8. Party The in USA não é antiga! Ela ainda faz parte da minha trilha sonora! HAHAHA Bateu uma nostalgia, pois fez uma reprodução da minha adolescência com a Play TV. Love Story <3, HAHAHA.

    Clichê de Escritora

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, e eu achando que a PlayTV estava esquecida, haha. <3 Acredite ou não, Party in the USA também faz parte da minha trilha sonora, mas só porque ainda escutamos não significa que ainda seja nova :P

      Excluir
  9. Nossa, muito nostalgia esse post! Adorei relembrar várias músicas!

    ResponderExcluir
  10. Que análise bacana, realmente a letra deixa uma nostalgia inevitável.
    Curti (y)
    beijos

    http://www.cherryacessorioseafins.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Eu também tenho essa mania de escutar músicas antigas e acabar se viciando novamente. Love Story e Party in U.S.A fiz o download esses dias e não consigo parar de ouvir. Muitas saudades!

    ANDYZANDO

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essas músicas não tem como tirar do replay. Eu to sempre refazendo a playlist do meu celular e essas músicas vão e voltam de lá. Haha.

      Excluir

Obrigado por mostrar seu dom. Volte sempre ;)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

Template por Kandis Design