sábado, 8 de agosto de 2015

O fim da "TV Globinho" e as novas diretrizes da Rede Globo

Última divulgação da TV Globinho na fanpage da Rede Globo no Facebook em 1º de agosto.


Você sabia que às onze horas e cinquenta e cinco minutos, do dia primeiro de agosto de dois mil e quinze encerrou-se a exibição da TV Globinho? Dependendo de sua resposta, já digo que o fim do programa infantil é definitivo. De forma contínua, em sua grade de programação, não haverá mais espaço para a criançada. Isso faz parte das novas diretrizes da Rede Globo para os próximos anos.

Se você espera um retrospecto dos melhores momentos do programa, veja no próprio Memória Globo – ainda desatualizado sobre a data de tumba da finada atração. Mas, não sou malvado. Vou dizer o que passou no último programa. Sob o título de Desenho Especial, passou o filme Shrek, o primeiro da série do ogro favorito, seu Burro falante e a princesa Fiona; agora, com o título da TV Globinho, foi exibido o filme Alvin e os esquilos 3, este último tanto eu, quanto o site Metacritic, achamos esta película ruim.

As últimas atrações da TV Globinho.


Depois do fim da TV Globinho passou o noticiário local. “Sem hinos e sem cerimônias”, encerra-se a atração que foi dedicada às crianças de todas as idades. Na verdade, mesmo para que isso ocorresse, foi por conta de vários fatores que envolvem dinheiro; a praga do politicamente correto; e audiência.


As circunstâncias
Em 2012, o jornalista Flávio Ricco descreveu os motivos para a diminuição do espaço infantil em prestígio a programas, como o Encontro com Fátima Bernardes:

“Já de algum tempo a programação infantil representa muito pouco na TV aberta. Os investimentos comerciais estão abaixo de 5%. Ao contrário da TV fechada, com cerca de 80%, e que tem numa emissora voltada para esta faixa de público – “Discovery Kids”, a líder de audiência entre os canais por assinatura. O SBT, por sua vez, possui neste horário faturamento e audiência solidificados, que atendem muito bem aos seus anseios ou necessidades. O investimento da emissora é praticamente nenhum, porque a maior parte dos produtos sai do pacote da Warner, que já pertence a ela. Usando ou não, está pago.”


Os dois motivos já foram ditos: a audiência foi baixa e o faturamento também. O último citado, também está ligado com a praga do politicamente correto: o fim da publicidade infantil. Sob a desculpa de que os comerciais de brinquedos, comidinhas e outros produtos às crianças, seriam ‘prejudiciais’ aos pequenos. Uma mentira idiota! Você que lê estas letras, se pergunte: você se sentiu traumatizado(a) por conta de um comercial infantil?

Lógico que não! Ora pois. O objetivo principal dessas ONGs (para que esse “N” se elas são o braço do governo?), como o Instituto Alana, é tirar dinheiro das emissoras de TV, e que estas citadas fiquem cada vez mais dependentes da publicidade do governo, impactando até na linha editorial das redes de televisão.

Perceba que as outras grandes emissoras fecharam o espaço aos piás por conta do dinheiro. O SBT é a única rede de televisão que possui programas dedicados aos guris e gurias. Além disso, põe ao ar duas novelas temáticas em horário nobre. Não considero a Record e a Bandeirantes, com o seus Record Kids e Band Kids, porque estes nunca tiveram apresentação de pessoas ou bichos de pelúcia. Muito menos considero a TV Cultura na lista, porque ela não é uma rede de TV com grande abrangência nacional.


Novas diretrizes
De fato, o público infantil não será 100% expulso da grade de programação da TV Globo. No sinal da parabólica é exibido o Festival de Desenhos, de segunda a sábado meio-dia – servindo de tapa-buraco, porque este horário é ocupado pelo noticiário local. No final de ano são exibidos os Desenhos Especiais e algum especial do Didi, para variar.

No mesmo texto do Flávio Ricco, no mesmo ano em que a TV Globinho perdeu espaço para a mulher do William Bonner de segunda a sexta, a GLOBOSAT lançou seu novo canal por assinatura: Gloob. A tendência da Rede Globo de Televisão é preencher sua programação de programas próprios e diminuir ao máximo os chamados “enlatados”, como sessão de filmes e seriados. Se possível, extinguí-los de vez da programação. Mais a frente, a televisão terá apenas telenovelas, jornalismo, esportes e outros eventos ao vivo. E nem sempre a grade será cumprida para exibir os plantões especiais. Esse é o futuro.

Não foi à toa, que no fim de semana que se comemoravam os 450 do Rio de Janeiro, por exemplo, o Bom Dia Brasil, Mais Você, Bem Estar e Encontro foi exibido aos sábados de manhã. Isso quer dizer que a Sessão da Tarde e a Tela Quente, por exemplo, vão para o museu. Até se fala em extinguir o Corujão, para criar uma programação diferenciada de madrugada.

A TV Globinho se despediu com recorde de audiência: 10,5 pontos na Grande São Paulo – maior e o mais importante mercado de radiodifusão do Brasil. Cumpriu sua missão. A atração, que começou como um quadro dentro do Angel Mix em 2000, ganhou vida própria em 2002. Tinha todos os elementos de um programa do gênero. Aos poucos diminuiu e definhou-se, limitando-se a ser apenas uma sessão de filmes infantis.

No lugar do programa infantil irá ao ar o É de Casa (que estreia hoje), com seis apresentadores: Ana Furtado, André Marques, Cissa Guimarães, Patrícia Poeta, Tiago Liefert e Zeca Camargo. J-J

Melhor migrar para os “Netfixs da vida”.


P.S.: Estava de viagem à França, mas estou de volta ao Brasil, desde a última semana. Trago um abraço do meu filho, Henrique à Aubagne, que já serve à Legião Estrangeira da França.


Por: Pedro Blanche

4 comentários :

  1. Estou chatiadissima com o fim da TV Globinho... Poxa, depois falam que as crianças de hoje em dia estão muito diferente, mas é obvio né? Tão trocando TV Globinho por Verdades Secretas. Saudades de quando a TV Globinho era passada durante a semana, quando passaram só pra fim de semana </3 já sabia que uma hora iria acabar. Bem triste isso. Poderiam pegar os desenhos antigos e televisionar, sabe? Tom & Jerry, A Vaca e o Frango, Coragem O Cão Covarde,... eram muitos desenhos bons que acabaram e pararam de exibir.

    Beijos!
    www.likeparadise.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu achava que nem no sábado estava passando mais, Thamires rsrs Acho que o programa foi morrendo aos poucos. Antes, era apresentado por pessoas, depois não tinha mais apresentadores. Isso foi um motivo também. A falta de inovação.

      Tom & Jerry passa até hoje no SBT. AHHH *-* Adorava A vaca e o frango também.

      Excluir
  2. Eu me lembro que amava acordar cedo só para ver TV Globinho, uma pena que a Globo tirou isso das crianças de hoje que são obrigadas a ver programas "chatos". Enfim, eles deveriam colocar um programar infantil no meio de tantos adultos... Agora o jeito é optar pelos canais fechados... Muito interessante seu post.

    http://www.rosachicleteblog.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é! A Globo extinguiu de vez todos os infantis, agora só os especiais de final de ano. E dizem que esse É de casa é realmente chato kkk

      Excluir

Obrigado por mostrar seu dom. Volte sempre ;)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

Template por Kandis Design