quinta-feira, 30 de abril de 2015

Quinta de série: Switched at Birth




Sabe aquele ditado: "quem procura acha?" Então, Bay Kennish (Vanessa Marano) em um exercício da escola faz um teste de tipo sanguíneo e descobre que seu sangue não é o mesmo que de nenhum de seus pais, John e Kathryn Kennish (Donald W. Moffett e Lea Thompson). Com isso, eles decidem fazer um teste de DNA por insistência de sua filha, e descobrem que ela não é sua filha biológica. Ela foi trocada no nascimento.



Então eles encontram sua filha biológica. Daphne Vasquez (Katie Leclerc) é a filha sanguínea de John e Kathryn, e Bay é a filha biológica de Regina Vasquez (Constance Marie). Com a intenção de preservar a segurança de suas filhas, John e Kathryn as convidam para morarem em sua casa de hóspedes. 



Se você acha que seria tudo um mar de rosas e que todos se dariam bem, estão completamente enganados. Daphne sofreu de uma doença em sua infância que a deixou surda e seus pais biológicos não conseguem lidar com a surdez dela, o que a deixa muito triste. Além disso, Bay não aguenta ter que dividir a atenção de seus pais com a “irmã adotiva” e se rebela, inclusive, começando a namorar o Emmett (Sean Bean), melhor amigo de Daphne que também é surdo. Ela começa a aprender ASL (American Sign Language, Língua de Sinais Americana), o que faz com que ela e sua “irmã” se comuniquem mais.



Mas muitos problemas surgem, incluindo o pai adotivo de Daphne e biológico de Bay, Angelo (Gilles Marine) que aparece na cidade depois de ter fugido por muitos anos. Isso mexe com as garotas de uma maneira difícil.

Outro afetado por todo esse drama familiar é Toby (Lucas Grabeel), o irmão mais velho de Bay (tecnicamente de Daphne, sim é uma confusão que dá nó no cérebro). Ele tem tantos problemas quanto as meninas para digerir todas as informações novas.



Segredos envolvem essa família, inclusive o de um dos pais que pode colocar tudo a perder. Quer saber qual é? Então assista Switched at Birth. O mais legal dessa série é que a surdez não é tratada como algo abominável, e sim, como algo que te ajuda a superar os demais problemas. Sinceramente, depois de assistir essa série, fiquei com uma vontade de aprender Libras... Se alguém souber e se dispor a me ensinar, eu aceito. J-J





Por: Thiago Nascimento

6 comentários :

  1. Acho que eu assisti o piloto dessa série! Lembro de ter gostado, mas acabei dando prioridade pra outras e não continuei a assistir.. bom saber que vale a pena!

    http://www.chezb.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É muito boa mesmo. Vale super a pena. Assista ao menos a primeira temporada completa, te garanto que nao vai conseguir parar de ver ;)

      Excluir
  2. Que máximo, Lucas Grabeel no elenco, já amei <3 Com certeza vou procurar pra assistir! http://sonhosdegiz.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Devo dizer que o personagem dele evolui bastante da primeira temporada pra atual. Assista sim, vale muito a pena. Aproveite!

      Excluir
  3. Ainda não tinha ouvido falar nesse série não, mas que legal que você sempre mostra várias opções diferentes aqui! Depois vou dá uma olhadinha!

    Beijos

    http://simplesmentelilly.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Procurando agradar a todos, de certa forma. Dá uma conferida e nos diga o que achou (:

      Excluir

Obrigado por mostrar seu dom. Volte sempre ;)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

Template por Kandis Design