sábado, 18 de abril de 2015

Interestelar Vs. Gravidade

Filmes com a temática espacial me chamam a atenção, porque o universo é incrível. Quanto mais se sabe sobre ele, mais dá vontade de conhecê-lo. Descobri que ficção científica também é um dos meus gêneros preferidos. Resolvi falar de dois filmes nesse post: Gravidade (2013) e Interestelar (2014). O primeiro, fala sobre sobreviver no espaço; e o segundo, sobre tempo e espaço. Como esses assuntos são retratados nas produções?




Em Interestelar percebemos a tentativa dos astronautas Cooper (Matthew McConaughey) e Brand (Anne Hathaway) de encontrar um outro planeta para abrigar a população terrestre. Com paisagens exuberantes e um clima diferente da Terra, tanto na questão do espaço e tempo - bem retratado pelo desenvolvimento dos personagens; como na perspectiva espacial em relação à Terra. Esse tipo de ficção científica explorou vários lugares do espaço.

Em Gravidade, os astronautas Ryan Stone (Sandra Bulock) e Matt Kowalski (George Clooney) precisam sobreviver no ambiente espacial após uma chuva de destroços, decorrente de um satélite russo. Seria possível haver vida em um ambiente onde a gravidade é zero? O que deveria ser feito para voltar à terra?



Muitos não gostam de ficção científica por serem muito distantes da realidade. Concordo. Existem muitos filmes que são fantásticos demais. Contudo, eles não são baseados do nada. Eles são amparados em teorias científicas, físicas e astronômicas. Em Interestelar, vemos a teoria do espaço e tempo, além do buraco negro. Sabe-se que no espaço o tempo não passa (Quantos querem ir pra lá e ficar jovem pra sempre?!). 24h da terra é muito diferente no espaço. O filme consegue retratar isso, mas com alguns exageros. O buraco negro também é uma teoria física, mas como seria possível o astronauta do filme cair nele e aparecer no quarto da sua filha?!

Em Gravidade, vemos a teoria da relatividade e da gravidade (Claro!). Sabe-se que a gravidade é zero no espaço. Você conseguiria flutuar pelo espaço, mas será que por muito tempo, como no filme?! Vemos que Ryan e Matt conseguem fazer bastante coisas lá, e coisas bem feitas. Não sei até que ponto essa precisão de ações no espaço é verdadeira ou não, embora os personagens passem por várias situações adversas, mas também tem coisas fantásticas, como Ryan viajar em uma cápsula minúscula em direção à Terra. 

Os produtores de Gravidade conseguiram retratar à vida em órbita com maestria, com exceção de alguns detalhes, para dar um ar dramático à trama. É possível perceber a dimensão do universo, assim como todas as questões que deixam a vida humana lá por um fio. 

Em Interestelar eles também tomaram esse cuidado de retratar esse ambiente espacial, por meio do clima, texturas, ventos e toda a galáxia, mas também trazendo um tom dramático ao filme, seja por meio de trilha sonora ou clima tenso.

Fazer filmes no espaço não é tarefa fácil. É preciso estudar essas e outras teorias para não fazer uma produção que fuja à realidade totalmente. É válido maquiar a história? Sim. O cinema faz isso direto. E em uma FICÇÃO científica não seria diferente. Só que como o nome diz, é a ciência e a ficção juntas. 

Não é só Gravidade e Interestelar que acertaram em retratar o espaço, mas posso citar outros, como Lunar (2009), Missão: Marte (2000), Apollo 13 (1995) e 2001: Uma Odisséia no espaço (1968). Confira os trailers. J-J






























Por: Emerson Garcia

6 comentários :

  1. Oi! Também gosto de filmes nessa temática, mas não são todos. Assisti o Gravidade e achei meio fraquinho... O outros ainda não assisti mas quero!

    Bjs, rasgadojeans.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade. Muita gente não gostou dele, o acharam monótono.

      Excluir
  2. Hello from Spain: is a very interesting topic. I like to think about whether life exists in space. Movies with this argument are very interesting. My favorite is 'Apolo 13'. Keep in touch

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gracias. No lo vi Apolo 13 aunque, más pretiendo.

      Excluir
  3. Ainda não assisti gravidade, mas falam tão bem que quero logo ver :D

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vale a pena, se você curtir filme nessa temática.

      Excluir

Obrigado por mostrar seu dom. Volte sempre ;)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

Template por Kandis Design