sábado, 7 de maio de 2016

Eu vi: Globo fora do ar menos para SP, tora de madeira que “soterra” gente, o “pai” da exclusividade e um quarto erro de português




Mais detalhes que não passaram desapercebidos.



Para mim, perceber os detalhes da televisão é mais que uma atividade curiosa, é um “exercício involuntário” porque é difícil não notar suas minúcias além de eu gostar muito de ver TV. Não tem cura! Hoje reparei em coisas que antes não sabia, pois não havia internet além dos pormenores relatados.

Na madrugada de segunda-feira, 25 de março de 2016, a Rede Globo e afiliadas realizaram mais uma manutenção mensal de seus equipamentos. A Rede Amazônica, por exemplo, antes de desligar seu sinal encerra sua programação com agradecimentos Divinos e a exibição do hino nacional brasileiro. Tradição!



Em Belo Horizonte, a TV Globo Minas também saiu do ar. Normal:




Até aí tudo bem se não fosse por um detalhe: Apenas a emissora de São Paulo permaneceu no ar. Enquanto a rede estava fora do ar, a TV Globo São Paulo exibia os filmes O palhaço e Deixe-me entrar. Aliás, somente o último filme foi anunciado pela emissora em 20 de abril de 2016. Nenhuma menção ao primeiro filme citado no site da emissora.


Enquanto as emissoras do  DF, GO e RS estavam fora do ar, SP estava no ar. | Rede Globo (DF e SP), TV Anhanguera e RBS TV


Tora de madeira que “soterra”

Antes de eu escrever para o blog Jovem Jornalista fazia minhas anotações em minha conta pessoal de uma rede social. Vi coisas como: passar dois comerciais de produtos iguais com marcas diferentes, um teleprompter com erro de digitação, além das mudanças do display – esta que originou meu primeiro texto aqui.

A única coisa que anotei, e que consegui provar, foi durante o Jornal Hoje quando o apresentador Evaristo Costa disse que um carro foi “soterrado” por toras de madeira, apesar de no dia anterior ele usou a palavra “esmagado” se referindo ao fato. Assim escrevi:

"SOTERRADO" POR MADEIRA: 13h34 (UTC-2) No Jornal Hoje, Evaristo Costa afirmou que um carro foi "soterrado por toras de madeira". O termo correto veio com a matéria da repórter: "esmagado".


Foi assim no Jornal Hoje de 19 de fevereiro de 2016. Evaristo fala “soterrado” e no dia anterior – por meio de nota jornalística – ele diz “esmagado”:








P.S.: o significado do verbete abre margem ao fato narrado, apesar de comumente usar o termo “soterrado” em desastres naturais, deslizamentos de terra e lama, por exemplo.



De quem é a exclusividade?


Duas emissoras exibido uma notícia “exclusiva”. | Record e Band 


É comum os noticiários policiais colocarem na tela da TV o selo escrito EXCLUSIVO em uma matéria ao vivo. Já vi muitas vezes e aposto que você também. Por volta das 18 horas do dia 28 de abril de 2016, ao trocar de canal percebi que os programas Cidade Alerta (Record) e Brasil Urgente (Band) focavam a mesma notícia, mas reivindicando para si a exclusividade de abordar o fato. Daí vem a pergunta: de quem é a exclusividade?


O quarto erro de português


“Esqueda” em vez de “EsqueRda”. | Rede Globo 


Agradeço ao dono do blog, Emerson Garcia, por ser um ninja em não deixar escapar mais um erro de português no mundo da televisão. Foi em 27 de abril de 2016 durante o programa Encontro com Fátima Bernardes. Antes de a Fátima abordar o tema esquizofrenia ela aproveitou para divulgar um livro de Fernanda Young A mão esquerda de Vênus. No rodapé da tela a letra “R” deixou de aparecer. Em poucos segundos o pessoal do gerador de caracteres (GC) mudou rapidamente o que estava escrito. Veja o vídeo nesse link, a partir de 31m50s.

“É tetra!”, como disse Galvão Bueno em 1994.


Foi isso que notei. J-J


Por: Layon Yonaller, colaborador especial do Jovem Jornalista

6 comentários :

  1. Olá,
    Sempre tem erros né? Uma pena que sempre culpam o estagiário!
    Beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. LAYON RESPONDE - Olá, Alessandra. Creio que neste quesito a figura do estagiário é uma lenda assim como a do Boto. Obrigado por comentar.

      Excluir
  2. Olá, como vai?
    Acho essa coluna tão legal, pois a gente assisti televisão e não enxerga muitas mensagens que estão por trás do que está sendo transmitido.
    Eu nunca fui de observar muito ao assistir televisão, exceto as novelas que sempre presto atenção nos atores para poder ver se estão me convencendo na atuação. Fora isso, não vejo mais nada rsrs.

    Abraço!
    http://tudoonlinevirtual.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. LAYON RESPONDE - Sávio, muito feliz em saber que esta coluna tem um fã. Obrigado pelo prestígio. O "Eu vi" serve para isso: pescar estas peculiaridades da televisão brasileira.

      Excluir
  3. Errar é humano :)

    Beijinho, bom fim de semana :)*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. LAYON RESPONDE - Verdade, Daniela. Mas pela quarta vez vejo isso. A TV tem que errar menos porque muita gente tem esse veículo de comunicação como uma forte referência. Beijos para você também e um bom final de semana.

      Excluir

Obrigado por mostrar seu dom. Volte sempre ;)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

Template por Kandis Design