quarta-feira, 25 de maio de 2016

Entendendo a bagunça – parte 4: “ "A" Reinaldo Azevedo está louca!”

Lá vamos nós mais uma vez! | Diversas imagens de internet


Esta é uma série de textos para entender os pormenores pós-impeachment e ela não terá um número de partes definidas por haver possibilidade de um extra. “Papo reto” e sem “muralismos” – termo criado por Dias Gomes em definir os que ficam em cima do muro – porque não tenho medo de “ofendidos” e “especialistas” dispostos a derrubar argumentos por meio de ofensas e chavões ao modo papagaio.


Por conta da Semana da Luta Antimanicomial, semana passada, combinei com o dono do blog Jovem Jornalista em continuar com minha série de textos na quarta-feira seguinte, ou seja, hoje. 


Acusações infundadas e loucas

Foi coincidência demais abordar na semana retrasada as trapaças jornalísticas de Reinaldo Azevedo e de como ele põe suas rusgas pessoais acima dos deveres do ofício da informação. Antes disso, vamos aos fatos:

Durante o seu programa de rádio (19 de abril de 2016) ele criticou o professor Olavo de Carvalho em dar palpites sobre o Brasil mesmo residindo nos Estados Unidos. Assim ele esbravejou sua ira ao filósofo:

“Não dá pra ficar enfiado lá nos Estados Unidos expelindo regras sobre o Brasil. Não conhece a temperatura das ruas, não conhece a população, não conhece a historia que está sendo vivida aqui.”


Mas provei que o próprio Reinaldo, em 15 de dezembro de 2012, fez a mesma coisa e se vangloriou de ter acertado os rumos sobre os acontecimentos políticos no Egito. Assim eu reproduzo os trechos da contradição do jornalista (com grifos):

Apanhei também porque indagavam: “Você foi para o Egito por acaso? Fica escrevendo aí da sua cadeira… Vá para a Praça Tahrir…”. Eu não! Não vou! Vou ficar aqui mesmo! Não é pra mim. Temo que o calor dos fatos perturbe o meu juízo, entenderam? Acho simpática a ideia de que, ao nascer somos, mesmo uma “tabula rasa” (adoraria que Platão estivesse certo e que a minha alma já tivesse visitado a Sabedoria, mas….). Depois de alguns livros lidos, no entanto, é preciso tomar cuidado para que os atores contingentes das praças do mundo não façam tabula rasa daquilo que a gente aprendeu, leu, estudou.”


Mais a frente ele faz uma crítica à conduta dos jornalistas que faziam a cobertura no Egito (grifos meus):

Repórteres tendem a se identificar com aqueles que consideram “os oprimidos”. Acham que é um primado moral superior aos fatos. A imprensa ocidental passou a impressão de que a Praça Tahrir estava tomada por milhares de pessoas cobrando democracia de modelo ocidental…”


Reinaldo aponta que um jornalista não pode sentir o calor das ruas, que a tendência automática do repórter de campo é aderir às pautas dos manifestantes, como se estas fossem legítimas e autoprobantes. E particularmente é um problema de nossos colegas da profissão.

Até aí tudo bem, mas...

Reinaldo foi um mentiroso e trapaceiro com o professor Olavo de Carvalho – este além de ser escritor e filósofo é jornalista de muitos anos. Há muito tempo que Olavo está fora do Brasil, mas nem por isso deixou de acertar muita coisa como por exemplo a reação das esquerdas internacionais contra o impeachment de Dilma Rousseff. Leia:








Conferiram as datas das postagens, caros leitores? No dia 21 de abril de 2016 o filósofo já anteviu o que estamos cansados de ver: países como Venezuela, Cuba e Nicarágua, “artistas e intelectuais” que levantam plaquinhas de papel em Cannes e jornais internacionais de credibilidade duvidosa como o The Guardian e o citado canal de TV – “golpistas imperialistas estadunidenses” da CNN – arrotam que o processo político consolidado na manhã de 12 de maio de 2016 “foi ilegítimo e que tudo se passou como um golpe”.

E a turminha vermelha recorreu ao Mercosul e a OEA para denunciar o próprio Brasil. A atriz Letícia Sabatella – aquela que fez uma psicopata numa novela reprisada pela TV Globorecorreu ao papa Francisco para denunciar o dito “golpe”. Em matéria de Carta Maior há uma denúncia da imprensa internacional sobre o “golpe em curso”.

Como é que o Olavo de Carvalho conseguiu acertar tudo de lá da Virgínia (EUA) sobre o que ia ocorrer pelo país? “Ora, porra!” É porque ele diagnosticou a situação política do Brasil e mediu os prós e contras. Aqui no próprio JJ escrevi um texto destacando os principais trechos da entrevista de Olavo a Leandro Ruschel. Mostro um trecho da antevisão do filósofo sobre a queda do então ministro da Fazenda Joaquim Levy em setembro de 2015 (com grifos):

“O pessoal cria uma liderança empresarial liberal-conservadora daí é convidado para ministro e ele vai. Vai sair queimado, vai ser suicídio político meu, Deus do Céu. Vai ser ministro da Dilma? Ah, não, não pode fazer isso. Isso é meter uma bala na cabeça. E tem muitos fazendo isso. E esse Levy também decidiu colaborar. Com um governo desse não se colabora.”


Pois é, em dezembro do mesmo ano não é que o Levy caiu? #OlavoTemRazão. Olavo – ao contrário das acusações infundadas e loucas de Reinaldo – sabe muito bem a temperatura das ruas do Brasil e a história do nosso país o suficiente em antever os fatos sem precisar recorrer de diagnósticos vagos.


Quando a Reinaldo Azevedo ficou louca...

Em uma série de textos com fortíssimo teor irracional, Reinaldo Azevedo atacou Olavo de Carvalho com as mesmas acusações usadas pelos antigos desafetos do filósofo como “astrólogo”, “guru” e etc. Em quatro textos - aquiaqui, aqui e aqui - o colunista da Veja dedica seu tempo em desferir ofensas gratuitas, além de desinformações e mentiras criminosas.

Sem links e outras provas só resta ao Milhouse de Dois Córregos (Se ele põe apelido nos outros porque não eu?) partir para esta canalhice. Destaco duas: uma foi a acusação de que Olavo era cabo eleitoral de Jair Bolsonaro. O filósofo responde:




É notório que o Reinaldo Azevedo fala de FHC e PSDB como se fossem deuses. Agora que a “oposição” tucana não é vista como uma alternativa ao petismo, o colunista pega para si a missão de atacar tanto Olavo quanto Bolsonaro com mentiras e com uma alta carga histriônica. Agora o que fazer quando o PT está queimado as vistas da maior parcela da população brasileira, Reinaldo? Sua razão de viver foi jogada a escanteio. É necessário, agora, queimar o que o povo organicamente reivindica para dar base aos tucanos, e é isso o que o Azevedo faz.

RA a serviço do FHC | Imagem de internet


Outro destaque que deixo é que Reinaldo Azevedo acusa Olavo de Carvalho de defender a intervenção militar, quando disse em texto anterior a este exatamente o contrário: Olavo fez um brilhante contexto dos pós e contras sem a tão feita tomada de posição imediata. Veja em vídeo de 2015:





Destaque em 2m45s: Olavo exemplifica o que as esquerdas fizeram no passado para impregnar a imagem dos governos militares como ilegítimos. Coisa parecida se vê em nossos dias. Isso “sem voltar o Brasil” (parafraseando o próprio Reinaldo trocando o “ir” por “voltar” e “Praça Tahrir” por “Brasil”). Olavo palpitou nessa, Reinaldo? Não! Seu burro!


Considerações finais: desonestidade do #TioReidaCocadaBranca

Depois destes disparates do colunista, vem-me a tona um artigo de Paulo Eneas, do blog Crítica Nacional onde ele contextualiza bem as loucuras do Reinaldo e a situação política que pode se formar em 2018. Destaco este trecho aqui:

“O curioso no entanto é perceber como que parte dos segmentos socialdemocratas mais alinhados aos tucanos, como Reinaldo Azevedo e o grupo político libertário por ele adotado, têm se ocupado de maneira quase obsessiva em combater a ainda nascente e desorganizada, porém cada vez mais forte, direita conservadora. Um combate quase que diário e com uma ferocidade desproporcional à real dimensão da direita como força política organizada na sociedade brasileira hoje.”


Perfeito, Eneas! Agora com o PT aparentemente fora do jogo, Reinaldo, MBL, fakes de internet e companhia vão, numa cruzada narrativa, difamar tudo quanto é nome, uma parte conservadora da Direita.

Para concluir: aprendemos como Reinaldo Azevedo se mostrou desesperado e decadente em atacar a dita “extrema-direita fascistoide” em seus textos, além de outros veículos de mídia que tem acesso, além de acusar os outros da mesma coisa que faz.

Se o Reinaldo acha que um jornalista não pode ver rua que ele já se entusiasma com as manifestações, por que acusa Olavo de não conhecer a temperatura das ruas? Se o Reinaldo acha que alguém que está fora do local da notícia não pode “expelir regras”, por que ele mesmo se vangloriou de ter acertado o que aconteceria num país estrangeiro sem tirar a bunda da cadeira em São Paulo?

Se Reinaldo gosta da ética e é amante da verdade e justiça, então por que não aborda o assunto da venda da TV Record feita com dinheiro do narcotráfico, segundo ele mesmo e o “Antagonista” Diogo Mainardi? Pergunto isso porque quem vendeu a emissora de televisão foi o seu atual local de trabalho, a rádio Jovem Pan. Fala aí, ô #TioReidaCocadaBranca

Até mais, pessoal. J-J


P.S.1: Estou feliz por um deputado ex-bbb, que foi tema da primeira parte dessa série, ter sido condenado pela justiça a pagar uma miserinha por post contra militantes. Quem posta o que quer, paga o que não quer! 

P.S.2: O filme Aquarius, e seu elenco de mamadores de dinheiro público não ganhou nenhuma premiação no Festival de Cannes. WHAHAHAHAHA! O mesmo filme que papou R$ 2 milhões do contribuinte brasileiro. Para estes vagabundos da “cultura”: um bom ALLEZ A LA MERDE!


As pendências que serão acertadas nos próximos textos é: Cusparadas; Uma oposição de mentira; e Crimes da esquerda são perdoados.


Por: Pedro Blanche

8 comentários :

  1. Isso é uma loucura, postagem maravilhosa
    Blog: http://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br/
    Canal:https://www.youtube.com/watch?v=DmO8csZDARM

    ResponderExcluir
  2. aqui os idólatras do lacaios do george soros da veja nao censuram nao né? OLAVO TEM RAZAO

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sem censura mesmo, graças a Deus. Abraços e continue acompanhando o blog JJ.| PEDRO BLANCHE

      Excluir
  3. Artigo perfeito! Olavo tem razão.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado por comentar. Volte sempre ao blog JJ. | PEDRO BLANCHE

      Excluir
  4. É o pessoal da RÁDIO VOX fazendo história !!!!!!

    Quem financia o Reinaldo? Isso é fácil: O Governo de SP ( anunciante dos Pingos nos Is ) e as estatais federais ( Veja ,Folha e “RedeTV!).

    Explica aí,#TioReidaCocadaBranca.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se o Reinaldo é financiado por estas entidades aí é outra história, mas é coincidência demais este ataque ao professor Olavo. Tais ataques que deixam os Veadascos com inveja. Volte sempre para acessar o blog JOVEM JORNALISTA! | PEDRO BLANCHE

      Excluir

Obrigado por mostrar seu dom. Volte sempre ;)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

Template por Kandis Design