quarta-feira, 18 de maio de 2016

13 filmes sobre psicologia e transtornos mentais

Encerra-se hoje a Semana da Luta Antimanicomial, no Dia da Luta Antimanicomial (18). Espero que tenham gostado e aprendido bastante com ela. Para finalizar, irei apresentar 13 filmes que estive vendo na última semana, que falam sobre psicologia, transtornos mentais e todas essas questões que estivemos discutindo. 

Minha mãe disse que nesses dias "eu estava vendo somente filme de louco", o que não deixa de ser verdade (risos). Já adianto que tem filmes fortíssimos que irão mexer com a mente de vocês. Então, se não tiverem estômago forte, procure outro programa pra assistir. Vamos a lista!


Cisne Negro (2011)


O filme que rendeu a Natalie Portman o Oscar de melhor atriz daquele ano, e não é pra menos. Natalie incorporou bem a personagem que precisa ser a melhor entre várias bailarinas para estrear a peça teatral O Lago dos Cisnes, como o cisne branco, que demonstra sutileza e delicadeza, e o negro, que demonstra sensualidade e malícia. Essa dualidade, faz a cabeça de Nina, personagem de Natalie, entrar em surto, o que acaba por repartir sua personalidade, deixando-a cada vez mais neurótica e obsessiva. 


Ilha do medo (2010)



O surpreendente filme de Martin Scorcese, que traz Leonardo DiCaprio, como o detetive Teddy Daniels, que vai para um manicômio localizado em uma misteriosa ilha investigar o sumiço de uma paciente. No decorrer do filme, ele terá que lidar com fantasmas do passado e sonhos um tanto quanto estranhos, até que uma reviravolta acontece e ele descobre algo terrível. O filme consegue trazer os limites e as consequências do delírio, como os surtos psicóticos funcionam e como é a mente de alguém que possui transtornos de personalidade. 


Laranja Mecânica (1971)



Um grande filme de Stanley Kubrick, que traz o delinquente e psicopata Alex, líder de uma gangue que propaga a violência por meio de roubos, assassinatos e estupros. Quando ele é preso e vai pra cadeia, tem a opção de participar de um programa para reduzir seu tempo de confinamento. Um experimento pouco convencional e psicológico, que nos dias de hoje seria recriminado pelo departamento de psicologia. E agora? Será que Alex mudará sua personalidade ou continuará sendo violento e psicopata? 



A pele que habito (2011)



Um dos filmes mais perturbadores que assisti por esses dias. A produção traz o cirurgião Roberto, que vive com a filha Norma, que possui problemas psicológicos, que foram causados pela morte da mãe, que teve o corpo inteiramente queimado. O médico de Norma acredita que ela precisa se ressocializar para ser curada. É quando Roberto a leva para passear, até que um dia ele crê que ela foi estuprada. Ele elabora um plano para punir e se vingar do possível estuprador. É a partir daí que vemos que Roberto passa a ter sérios problemas psicológicos ao tentar reconstruir sua esposa de uma forma bem escrota. 


Precisamos falar sobre o Kevin (2011)


O filme traz a história do psicopata Kevin, que apresentava traços de psicopatia desde que nasceu. A medida que cresce, passa a ter comportamentos estranhíssimos, até que chega ao estopim. O interessante é vermos como sua personalidade foi construída e também que seus pais foram responsáveis por contribuir em sua forma de ser. Eu senti medo do Kevin desde quando ele era criança. Só de me lembrar da cara dele fechada, já me dá medo. 


Insanatório (2008)


O filme se passa todo dentro de um hospício e conta a história de Jesse que fará de tudo para resgatar sua irmã desse lugar. No decorrer, Jesse descobrirá que acontece coisas muito estranhas no manicômio, como experimentos médicos com pessoas com transtornos mentais, a fim de transformá-las em monstros sedentos por sangue. 


O solista (2009)



Um belíssimo filme que conta a história de um violinista esquizofrênico e de um jornalista, que se envolve com sua vida e tentará fazer uma reportagem sobre ele. Apesar de ouvir vozes, ter delírios visuais e sonoros, Nathaniel é um exímio violinista que toca com apenas duas cordas e consegue captar elementos musicais em sua mente. Steve se interessará por essa história bastante incomum e tentará curar Nathaniel, a medida que se envolve e torna-se seu amigo. 


Um método perigoso (2011)


O filme conta a estranhíssima relação entre a paciente Sabina e seus médicos Carl Jung e Sigmund Freud, os pais da psicanálise. Logo no começo da produção Sabina é internada em um hospital psiquiátrico, por estar em um estado mental complicado ocasionado por abusos sexuais realizados pelo seu pai. Durante as consultas psiquiátricas, ela acaba por se envolver emocionalmente com seu psiquiatra, Sigmund Freud. A relação entre médico e paciente é rompida, o que deixa Sabina louca e com dependência por Freud, que acaba cedendo e aplicando métodos sexuais e sadistas para curar a paciente.


O amigo oculto (2004)


Um suspense psicológico que traz a pequena Dakota Fanning, como uma das atrizes principais. O filme conta a história de Emily, de 9 anos, que cria um amigo imaginário, logo que se muda, com seu pai, da casa onde sua mãe supostamente cometeu suicídio. David, o pai da menina, é um psicólogo que tentará ajudar sua filha em suas fantasias. No primeiro momento Emily brinca de esconde-esconde com seu amigo imaginário Charlie, mas depois, ele passa a ser vingativo e malvado, ameaçando a família. Um filme cheio de reviravoltas e que você chegará a conclusão que Emily não é louca coisa nenhuma. 


A menina no país das maravilhas (2008)


O filme também traz o tema da fantasia e da imaginação, como o anterior, mas de forma mais bela e leve. Phoebe é uma garotinha que sonha em participar da peça Alice no país das maravilhas na escola, mas sempre é rejeitada pelos seus colegas. Isso faz com que seu comportamento beire ao extremo, o que preocupará seus pais. Ela passará a confundir realidade com fantasia. 


Veronika decide morrer (2009)


O filme traz Veronika, que logo no início mistura vodka com antidepressivos com o objetivo de se matar. Ela não se encontrava em uma boa situação em seu trabalho, com seu namorado e com seus pais. Seu plano de ceifar com sua vida acaba dando errado e ela vai parar em um hospital psiquiátrico, até descobrir que está com problemas de coração e tem semanas de vida. Em um misto de alegria (por que queria morrer) e de tristeza (por que descobre as coisas boas da vida), ela fará de tudo para aproveitar seus últimos minutos de existência, até que no final é revelado um importante segredo. 


Garota, interrompida (1999)


O filme traz Suzanna que foi diagnosticada com Ordem Incerta de Personalidade, ou Transtorno de Borderline. Ela, ora admite que está bem, ora que está doente, o que faz com que os médicos optem por interná-la em um hospital psiquiátrico, em uma ala feminina. Lá, ela irá conhecer outras mulheres transtornadas. O interessante do filme é perceber a instabilidade da personalidade de Suzanna. 


Psicose (1960)


Finalizo a lista, trazendo a produção que conta a história do psicopata mais famoso do cinema e do mundo das séries: Norman Bates. Ele possui uma personalidade um tanto quanto perigosa, e dócil ao mesmo tempo, e também o delírio de achar que é sua mãe, Norma Bates. Ele trabalha e é o dono de um hotel, que fica logo abaixo de sua casa de dois andares. Nesse hotel, acontecerá um crime emblemático em um chuveiro, que marcou para sempre a história da indústria cultural. 


Esses são os filmes que assisti nessa temática esses dias. E vocês, gostaram de algum? Recomendam mais algum com essa temática? J-J












Por: Emerson Garcia

10 comentários :

  1. Conhecia alguns desses filmes, gostei bastante de a pele que hábito, acho que nos homens o efeito e mais forte mas eu gostei da trama, e queria muito ver Psicose um clássico, ouvi muitas criticas boas.
    Adorei a listinha, traz mais dessas assim com outros temas.
    Beijos
    neversaynever-believe.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "A pele que habito" é agoniante mesmo, principalmente as cenas sexuais e eróticas. Pedro Almóvodar não coloca filtros nas realidades que representa.
      Sobre "Psicose", é um clássico mesmo. Sou apaixonado pelo Norman Bates, tanto que assisto a série.
      Pode deixar que trago outras listas de filmes com outros temas.

      Excluir
  2. Os 3 primeiros filmes eu já assisti e amei ! Apesar de serem fortes, mexe com a nossa cabeça e nos faz pensar. O cisne negro é simplesmente senscional, fiquei presa ao filme do começo ao fim .
    Amei o post <3
    Beijos,
    #fiquerosa

    Fique Rosa | Meu Canal YT

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. São chocantes mesmo. Principalmente "Cisne Negro" e "Laranja Mecânica". Mas são muitos bons e bastante reflexivos.
      Que bom que gostou do post!

      Excluir
  3. Eu queria ver esse "Precisamos falar sobre o Kevin" mas eu vi o trailer e pensei que fosse de terror. Achei interessante esse "A menina no país das maravilhas" fiquei afim de ver. Sou louca pra ver esse "Garota, interrompida" primeiro porque tem a Angelina Jolie e segundo porque parece ser interessante também.

    Beijos!
    www.likeparadise.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "Precisamos falar sobre o Kevin" tem tudo para ser de terror, mas é apenas um suspense psicológico. "A menina no país das maravilhas" é um pouco monótono e chato, mas tem várias lições. "Garota, interrompida" tem uma história boa e algumas cenas memoráveis.

      Excluir
  4. Nossa, gostei de alguns, uns eu vi outros ainda não. Gostaria de assistir o do Violinista e o de Freud. O Amigo Oculto é muito bom! Adorei as dicas e lembrar dessa data é bem pontual!!

    Beijinhos,
    Blog: DMulheres
    Instagram : @dmulheres

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "O solista" é emocionante. "Um método perigoso" é chocante, mas um pouco monótono. "O amigo oculto" é surpreendente.

      Excluir
  5. Eu não consegui assistir Um método perigoso, desisti na metade...
    Tem alguns dai que eu não assisti, mas pretendo *_*

    ResponderExcluir

Obrigado por mostrar seu dom. Volte sempre ;)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

Template por Kandis Design