quarta-feira, 1 de julho de 2015

E se eu fosse "Pietra Blanche"?!

Em primeiro lugar, esses sete dias que estava em Baiona para ver minha tia foram bons. Agradeço a Marta Máster pelas boas vindas, mas a Baiona onde fui é a francesa. Minhas origens estão lá. Por falar nisso, aproveitarei esta curiosidade para ir à “cidade-xará” espanhola. ¡Gracías!

Fonte: Eu sou mais Brasil/Facebook.


Em segundo, sou contra a ideologia de gênero porque ela é contra a ordem natural das coisas. É uma negação das predisposições biológicas e instintivas das pessoas. Um bando de ‘iluminados’ que planejam a “sociedade perfeita” nem que para isso quebre toda a ordem existente, não porque ela “foi estabelecida”, e sim, porque foi assim que a nossa sociedade se originou. Ela é confusa e totalitária por si só.

Não vou me alongar sobre o tema. Darei pinceladas básicas para aguçar a curiosidade para que você tome suas iniciativas, críticas e conclusões.

Esta doutrina nega as particularidades de homens e mulheres em todos os sentidos e impõe à sociedade a realização de fantasias de identidade daqueles que alegam que é uma coisa, e não outra. OU VOCÊ ACREDITA NO QUE VÊ E SABE OU NO QUE A PESSOA DISSE E FURE SEUS OLHOS. Se eu pleitear que serei amanhã Pietra Blanche, ai daquele que disser o contrário. Boto na cadeia e queimo no Twitter, Facebook e Whatsapp. Nunca mais essa pessoa botará a cara no mundo!


“Gênero: expressa a realidade de que os papéis e as condições das mulheres e dos homens foram inventados pela sociedade e estão sujeitos a mudança.”


Creio que o termo com esse significado existe há tempos porque os países da Escandinávia adota como política estatal a “igualdade de gênero”. O importante a se notar é que essa frase virou política e meta para a ONU desde a data citada.


A casa caiu!
Como sei que essas coisas ditas pelos ‘iluminados’ são apenas uma bolha de sabão, irei estourá-la e provar que tudo não passa de uma empulhação danada. E esse negócio de que “papéis de homens” e “papéis de mulheres” são apenas coisas da sociedade, e que essa linha de pensamento é confusa e trágica.


1) David Reimer (1965-2004): neste documentário fala do garoto canadense que teve seu pênis queimado durante uma cirurgia de circuncisão com cauterização. Os pais foram orientados para mudar o sexo da criança e educá-la como se fosse menina. Seria um sucesso para os teóricos de gênero se a “menina” não se comportasse como um menino.





2) Um ser “chamadx” Luísa/Helena/Heloísa/Luís: para mim o maior caso de “bug” no cérebro dos simpatizantes da identidade de gênero. Dentro do movimento feminista veio este ser que se autodeclarou “mulher-trans e lésbica”. P.S.: “X” Luísa/Helena/Heloísa/Luís também se declarou “negrx”! O texto original foi apagado, mas tem um a respeito do tema. Divirta-se!


Do jeito que o INSS está é melhor adotar a frase da Simone de Beauvoir: “Não se nasce mulher, torna-se mulher”.



3) Ideologia de Estado: O documentário Hjernevask feito pelo norueguês Harald Eia desmonta toda essa história de que papéis de homens e mulheres são meros constructos sociais. A repercussão foi tanta que o Conselho Nórdico de Ministros cortou a verba dos ‘estudos’ de gênero.





A ideologia de gênero nas escolas
O parlamento brasileiro rejeitou as ideias de ‘gênero’ e suas variantes no Plano Nacional de Educação proposto pelo atual governo. Não se sentido vencidos, as esquerdas trapacearam e decidiram querer implantar a ideologia de gênero em votação nas assembleias estaduais, câmaras municipais e na câmara legislativa do Distrito Federal. Até o dia 25 de junho de 2015, o placar da ideologia de gênero está mais favorável aos que são contra.

Os teóricos desta ideologia não querem que os pais e a sociedade cuidem de nossas crianças, e sim, que eles deixem com o estado a tutela de sua educação. Expor essa ideologia a elas seria mais eficaz para espalhar essa coisa. Tudo faz parte de um circuito que planeja destruir tudo o que conhecemos há séculos.

Simplesmente #OlavoTemRazão.



Que cada um tenha o direito de ter sua identidade biológica livre desses ‘grandes pensadores’. Encerro o texto com este vídeo onde resume essa coisa que quer mutilar o ser humano. Até breve! J-J




Por: Pedro Blanche

10 comentários :

  1. que maximo heim, adorei
    Bjuuuu
    http://www.blogjumedeiros.com/

    ResponderExcluir
  2. Hello from Spain: thank you very much for your words. I confirm that you were in the French Baiona. Biological identity must be lived in freedom.We keep in touch

    ResponderExcluir
  3. Adoreei. Você sempre arrasa nos posts.
    Somos livres pra escolher o que queremos ser. Independente dos gêneros.

    www.revistadarafa.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Rafa! Exato. A orientação sexual não precisa ser imposta da forma como estavam querendo.

      Excluir
  4. Nossa arrasou, serio fiquei tipo de boca aberta com o caso do garoto que teve o pênis queiamdo
    beijos http://www.blogdaxavier.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é! Muito tensa essa história. E o final dele foi trágico: o suicídio.

      Excluir
  5. gostei imenso do post, há certas coisas sobre as quais todos nós deveríamos refletir...

    ResponderExcluir

Obrigado por mostrar seu dom. Volte sempre ;)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

Template por Kandis Design