quinta-feira, 28 de junho de 2018

Quinta de série: Once upon a time

Pode conter spoilers!







O Quinta de série de hoje saiu direto do mundo dos contos de fada! Once upon a time (OUAT) foi uma série americana que misturava drama e fantasia, que estreou em setembro de 2011 e foi concluída em maio de 2018. Criada por Adam Horowitz e Edward Kitsis, OUAT contou com 156 episódios, divididos em sete temporadas. Ela foi exibida originalmente na ABC e no Brasil no canal fechado Sony e aberto RecordTV. O elenco contava com Jennifer Morrison, Ginnifer Goodwin, Lana Parrilla, Josh Dallas, Jared S. Gilmore, Robert Carlyle, Emilie de Ravin, Andrew J. West, Dania Ramirez, Gabrielle Anwar, Alison Fernandez e Mekia Cox. 

A pincipal premissa da série é inserir personagens de contos de fadas em um mundo real e contemporâneo. Suas estórias, quase sempre são as que conhecemos dos livros, exceto por algumas adaptações e releituras. 





A sinopse de OUAT foca em uma terrível maldição feita pela Rainha Má que rouba os finais felizes de vários personagens e os envia para uma terra onde não existe magia e onde eles não se lembram quem são realmente. Essa terra é uma cidade fictícia chamada de Storybrooke, em que Branca de Neve, Príncipe Encantado, Rumplestiltskin, a filha da Branca e Príncipe Encantado (Emma Swan), Bela, entre outros, estão em uma espécie de nova timeline. Por exemplo: a Branca de Neve é Mary Margaret, uma professora do primário, apaixonada pelo canto dos pássaros; o Príncipe Encantado é David Nolan e no início está em coma em um hospital; Emma Swan é a xerife da cidade; Bela é Lacey, uma bibliotecária apaixonada por livros. Em Storybrooke esses, e outros personagens, convivem sem saber suas reais identidades. 




A criança Henry Mills, criada pela Rainha Má (que agora é Regina Mills), possui um papel primordial na quebra da maldição, além de características como a crença, fé e esperança. No início, ele ganha um livro de contos de fadas e acredita que as estórias nele escritas realmente aconteceram. Desse modo, tem a função de fazer com que os moradores de Storybrooke retomem sua consciência original. Uma tarefa não muito fácil, já que Regina Mills fará de tudo para que eles não recobrem a consciência. 

OUAT foi cheia de reviravoltas, reencontros, romances, dramas, reconciliações, vinganças, momentos familiares e doses de magia. Há cada temporada (ou arco de temporada) novos personagens foram inseridos e novas aventuras desbravadas. OUAT fora dividida em duas grandes fases: a primeira (da 1ª a 6ª temporada) focada na premissa que falei nos dois parágrafos anteriores; e a segunda (7ª temporada) que se passou em Hyperion Heights, com Henry Mills já adulto e a inserção de novos protagonistas. 





Detalharei, a partir de agora, a estória e arcos de cada temporada.




Temporadas




Com exceção da primeira, sexta e sétima, todas as outras temporadas possuíram dois arcos diferentes. 



1ª temporada





Ela foca nos personagens de conto de fada antes e depois da maldição. Em flashbacks conhecemos como eles eram e no momento atual, quem eles são e o que fazem. No meio disso, Emma Swan, em seu aniversário de 28 anos, é levada até Storybrooke por seu filho que o dera para adoção. Henry tem a esperança de que ela quebre a maldição lançada por sua mãe adotiva, Regina Mills.



2ª temporada


O primeiro arco, foca nas consequências da quebra da maldição e a inserção de magia em Storybrooke. Agora, os personagens de contos de fada possuem identidades duplas e terão que lidar com isso. 

No segundo, novos vilões se infiltram em Storybrooke: o Capitão Gancho e a mãe de Regina, Cora, também conhecida como Rainha de Copas. Além deles, Neal Cassidy/Baelfire, pai biológico de Henry e filho de Rumplestiltskin, também vai até à cidade com o objetivo de destruir a magia dela. 



3ª temporada


No primeiro arco, os personagens vão até a Terra do Nunca com o objetivo de resgatar Henry das garras de Peter Pan, que tem o intuito de roubar seu coração para tornar-se imortal. 

No segundo, Emma Swan e Henry separam-se dos outros personagens após uma reversão completa da maldição de origem que envia esses últimos de volta para a a Floresta Encantada. Mais tarde, eles retornam de volta para Storybrooke, mas com suas memórias apagadas. Agora, conhecemos o Mundo de Oz e a Bruxa Má do Oeste, chamada também de Zelena.  



4ª temporada


O primeiro arco trabalha com o aparecimento de Elsa (Frozen) em Storybrooke, após a abertura de uma urna onde ela estava presa. Elsa está a procura de sua irmã, Anna, e contará com a ajuda de vários personagens. Mas terá que enfrentar a Rainha da Neve no meio do caminho. 

No segundo, Rumplestiltskin contará com a ajuda das vilãs Cruella De Vil, Malévola e Úrsula para modificar os destinos dos heróis e vilões dos contos de fada. 



5ª temporada


No primeiro arco, os personagens embarcam em uma missão para Camelot, a fim de encontrar Merlin para que ele liberte Emma dos poderes das trevas, após os eventos finais da 4ª temporada. Nele conhecemos personagens icônicos, como o Rei Arthur. 

No segundo, os heróis se aventuram em uma missão perigosa: ir até o Submundo para salvar a alma perdida do Capitão Gancho. Claro que não será fácil, pois enfrentam nada mais nada menos que Hades. Nesse arco reencontramos com personagens que já morreram, como Peter Pan, Cora, Neal Cassidy e Cruella de Vil. 



6ª temporada


A temporada contou apenas com um arco. Após os eventos finais da 5ª temporada, vários personagens tem suas personalidades divididas. Storybrooke, por sua vez, está ameaçada pelo alter-ego duplicado do Dr. Jekyll, o Sr. Hyde, e por personagens da Terra das Histórias Não Contadas. Regina também terá que lidar com sua autopersonificação, a Rainha Má, separada dela e que planeja uma nova vingança contra os heróis. 

Nessa temporada é concluída as estórias de Emma Swan, Henry Mills, Branca de Neve, Príncipe Encantado, Bela, entre outros. A Batalha Final acontece. Será que finalmente eles tem um final feliz, depois de tantas aventuras, surpresas e momentos difíceis? 



7ª temporada




Uma nova história se inicia. Agora, Henry Mills cresceu já é adulto e não tem mais um coração tão crédulo assim. Ele mora em Seattle, Washington, até que certo dia é surpreendido por uma garotinha: Lucy, que bate em sua porta com um novo livro de contos de fada e diz ser sua filha e precisar de sua ajuda para que ele salve sua família. Então, os dois vão para Hyperion Heights.  

Foi quase a mesma fórmula usada na primeira grande fase da série, mas com a reinserção de novos protagonistas: Cinderela, Tiana, Alice, Lady Tremaine e Drizella; e o retorno de alguns personagens: Regina Mills/Rainha Má que agora é Roni,  Killian Jones/Capitão Gancho, Rogers; e Sr. Gold./Rumplestiltskin, Weaver. 

Da mesma forma que Storybrooke estava sob uma maldição, Hyperion Heights também. No início não se sabe quem a lançou e o por quê, mas aos poucos vamos descobrindo. Nessa nova realidade Cinderela é Jacinda, funcionária de uma empresa liderada por Victoria Belfrey; Tiana é Sabine, uma dona de food truck; Drizella é Ivy Belfrey, filha e secretária de Victoria; Regina Mills/Rainha Má é Roni, dona de um bar; Killian Jones/Capitão Gancho é Rogers, agente policial; e o Sr. Gold./Rumplestiltskin é Weaver, um detetive profissional. 

Nessa temporada, são inseridos portais para viagens à mundos e reinos encantados, além de egos e personalidades duplicadas de outros personagens. Descobrimos que em cada um dos reinos há uma versão dos personagens, que pode ser boa ou ruim. 



Personagens





O meu grande fascínio por OUAT foi ela apresentar de uma nova forma personagens de contos de fada que marcaram a minha infância. Quando criança, tinha vários livros e era viciado nos filmes da Disney. Desse modo, quando vi as estórias deles reescritas, fiquei fascinado, seja por conta de suas caracterizações, símbolos e conflitos de cada um. 

OUAT nos apresentou uma gama riquíssima de personagens, sejam baseados em contos de fada dos Irmãos Grimm e outros, em longas da Disney, em Histórias Não Contadas ou em lendas e folclores. 




Destaco alguns desses inúmeros personagens a partir de agora. Os dividi por fixos e recorrentes/participações



1ª a 6ª temporada



Fixos



Branca de Neve: No dia de seu casamento com o Príncipe Encantado, a Rainha Má lança uma maldição na Floresta Encantada que leva ela e outros personagens para Storybrooke. Branca tem um bebê recém nascido, Emma Swan, e a transporta para uma terra sem magia, afim de salvá-la da maldição. Branca de Neve é filha de Rei Leopold e Rainha Eva, enteada de Regina (Rainha Má), avó de Henry Mills e bisavó de Lucy.




Emma Swan: Quando criança, é enviada para uma terra sem magia, onde fica por 28 anos, até que Henry Mills, seu filho, a procura para salvar ele e os habitantes de uma cidade. Emma é conhecida como Salvadora. Ela é esposa do Capitão Gancho e avó de Lucy. 





Rainha Má: É ela a responsável por lançar a maldição na Floresta Encantada, que acarreta em terríveis consequências. O motivo de ter feito isso é para vingar-se de sua enteada, Branca de Neve, que revela um relacionamento amoroso secreto dela. Em Storybrooke é a prefeita manda-chuva e fará de tudo para que a maldição não seja desfeita. É filha de Cora (Rainha de Copas), meia-irmã de Zelena (Bruxa Má do Oeste) e avó de Lucy. 





Príncipe Encantado: Era um pastor de ovelhas e depois torna-se príncipe. Após aprender a lutar com espadas para se passar por seu irmão gêmeo morto, Charmed vai trabalhar para o Rei George e no palácio conhece o grande amor da sua vida, Branca de Neve. Ele é avô de Henry Mills e bisavô de Lucy. 





Henry Mills: Ele é a única pessoa em Storybrooke que não está sob o feitiço da Rainha Má. Henry possui 10 anos e acredita que os habitantes da cidade são personagens de seu livro de conto de fadas, presos no mundo real. Ele vai atrás de sua mãe biológica, Emma, para que ela ajude a por fim na maldição. Possui um coração crédulo e cheio de esperança.  





Rumplestiltskin/Crocodilo/Fera: Rumple é baseado em um conto de fadas de mesmo nome. Ele também é conhecido como Senhor das Trevas e brevemente é o Salvador. Rumple sempre busca seus objetivos que não são nada bons. Ele acredita que a magia tem um preço. Na estória do Peter Pan é o Crocodilo e também é a Fera, apaixonada por Bela. 





Bela: Bela é apaixonada por livros e literatura, além de ter um romance com Rumple/Fera. 





Capitão Gancho: Torna-se principal a partir da segunda temporada. Capitão Gancho possui conflitos, além de contas a pagar com Rumple/Crocodilo. No início é vilão e, aos poucos, torna-se em herói. Possui um relacionamento amoroso com Emma. 



Regulares/participações



Alladin




 Anna




 Ariel




 Aurora




 Bruxa Má do Oeste






Chapeleiro Maluco




 Chapeuzinho Vermelho/Lobo




 Cruella de Vil




 Elsa




 Espelho Mágico




 Fada Azul




 Victor Frankestein




 Gepetto



 Grilo Falante




 Gênio da lâmpada




 Vovozinha





 Hades





 Princesa Jasmine




 João e Maria




 Malévola




 Merida




 Merlim




Mulan




 Peter Pan




 Pinóquio




 Rei Arthur




Robbin Hood




Os sete anões




Sininho





 Úrsula





7ª temporada


Fixos



Rainha Má / Roni: Após a quarta maldição torna-se Roni, dona de um bar e bartender





Capitão Gancho / Rogers: Após a última maldição é Rogers, um agente policial que trabalha ao lado de Rumple/Weaver para desvendar crimes e mistérios na cidade de Hyperion Heights.





Henry Mills: Depois de adulto, Henry torna-se escritor e vai morar em Seattle. Antes da maldição, teve um envolvimento com Cinderela/Jacinda e Lucy foi fruto desse amor. 





Cinderella: A primeira Cinderella negra que temos conhecimento. Após a maldição é Jacinda, mãe de Lucy. É uma pessoa simples e funcionária de Victoria Belfrey em uma empresa. 





Lady Tremaine: É a famosa Madrasta Má da história da Cinderela. Após a maldição é Victoria Belfrey, uma mulher fria e ardilosa, dona de uma empresa. 





Drizella: É a meia-irmã da Cinderella. Após a maldição, torna-se secretária de Victoria Belfrey. 





Tiana: Melhor amiga de Jacinda, faz pretzels magníficos e é dona de um food truck em Hyperion Heights. Antes da maldição, é a Princesa Tiana (Aquela da A Princesa e O Sapo, sabe?!)





Alice: É uma menina maluca, misteriosa e uma das primeiras a perceber que a cidade está sob uma maldição. É a filha do Capitão Gancho e tem um affair com a filha do Robbin Hood. 





Rumplestiltskin / Weaver: Agora Rumple é um detetive em Hyperion Heights, que trabalha ao lado de Rogers. 







Lucy: Possui um livro branco de contos de fada e acredita que as pessoas de Hyperion Heights estão debaixo de uma maldição. Ela vai até seu pai, Henry Mills, para que ele ajude a destruí-la. 




Regulares/participações


Dr. Facilier




Rapunzel




Mãe Gothel/Mãe Natureza





Anastasia





Mundos e Reinos






Somente na sétima temporada temos respostas CLARAS para algumas perguntas que permearam toda a série. Como os personagens podem transitar entre mundos diferentes? É possível ter várias versões de um mesmo personagem? As explicações só surgem no último ano. Provavelmente quem acompanhou até a sexta temporada ou pela metade, não teve esse entendimento completo. 

Descobrimos, por exemplo, que existem várias fendas de um mundo/reino para o outro, que permitem viagens entre eles. Além disso, somos apresentados à vários alter egos dos personagens (Já conhecíamos o alter ego de Regina na sexta temporada) e entendemos que é possível ter várias versões deles em reinos diferentes. Conhecemos várias alter egos do Capitão Gancho/Killian, do Rumple e do Henry. 






Achei fenomenal a explicação dos roteiristas/criadores sobre isso. Cada mundo/reino não estava isolado, mas ligado ao outro. Confira alguns dos reinos:



Floresta Encantada


É o mundo da Terra dos Contos de Fadas onde habitam vários personagens. Em Arendelle, ela é conhecida como Misthaven. 


Oz




É um mundo mágico onde habita Doroty, Bruxa Má do Oeste e outros habitantes. A terra é cheia de macacos voadores. O mundo aparece pela primeira vez no décimo sexto episódio da terceira temporada, quando o Chapeleiro Maluco vai até lá em busca de sapatos mágicos para viajar entre mundos. 




Storybrooke



Localizada no Maine, Inglaterra, Storybrooke é a cidade fictícia onde se passa a maioria das estórias da primeira grande fase de OUAT. É uma cidade tranquila e pacata, com comércios, cafés, loja de antiguidades, hospital, padaria, loja de roupas, etc. 




Hyperion Heights



É a cidade fictícia onde se passa a sétima temporada. 




Submundo


É a cidade dos mortos, em que se parece muito com Storybrooke, exceto pelo fato dela ser invertida e possuir cores e ter uma coloração rósea. É um mundo sombrio e bem estranho, sob o domínio de Hades. 



Arendelle


Fica próxima da Floresta Encantada, sendo apenas o mar que as divide. É um reino nórdico onde habitam Elsa, Anna, Kristoff, entre outros personagens. 



Terra do Nunca


É uma ilha perigosa e misteriosa, onde habitam Sininho, Ariel, Peter Pan, As crianças perdidas e outros personagens. 





Camelot



É conhecido também como o Reino Quebrado (Broken Kingdon) e fica localizado na Terra dos Contos de Fadas. Na cidade habitam o Rei Arthur, Merida, O aprendiz, Os cavaleiros da Távula Redonda, Merlin, Violet, etc. 





País das Maravilhas



É um lugar mágico e bem diferente, onde habitam personagens como Alice, Rainha de Copas, Rainha Branca, Chapeleiro Maluco, entre outros. 




No final da série, logo após a Rainha Má converter-se em Rainha Boa, ela lança o último feitiço (quinto), onde todos os reinos/mundos convergem em apenas um e todos os personagens convivem unidos em uma mesma sociedade. De verdade?! Queria uma oitava temporada só para saber como seria o primeiro ano de reinado da Rainha Boa e todos os reinos/mundos em um mesmo espaço!
















Abertura






A abertura de OUAT é uma das mais criativas existentes. À cada episódio ela muda ao trazer a imagem de um elemento, símbolo, pessoa, coisa, item ou criatura mística que se encontra sobre uma floresta mítica e escura. Cada um deles tinham a ver com o episódio em questão. 

O cartão de visitas de OUAT fora desenvolvida pela agência Loica. A imagem inicial foi capturada em uma floresta do Chile e outros elementos gráficos foram adicionados depois.

Veja um compilado das aberturas da primeira e segunda temporada disponível no Youtube:






A abertura da sétima temporada teve a mesma ideia, mas com algumas mudanças na imagem estampada e no movimento da palavra "Once upon a time". Veja:







Audiência


OUAT teve seus tempos áureos com as primeiras temporadas (1ª e 2ª). Nessa época, a série era aclamada pela crítica e público. Após a terceira, os números de telespectadores só vieram a despencar. Só para terem ideia, de 13 milhões, eles foram para 6 milhões. As últimas temporadas foram vergonhosas: 4 milhões (6ª temporada) e 3 milhões (7ª temporada). Veja mais no gráfico disponibilizado pelo Wikipedia:








Crítica


OUAT é uma das minhas séries preferidas. Apesar dos altos e baixos, barrigas desnecessárias e queda na audiência, a acompanhei até o fim. A primeira grande fase (1ª a 6ª temporada) foi melhor trabalhada que a segunda (7ª temporada). Houve um cuidado maior com o desenvolvimento das histórias dos personagens. Na 7ª temporada o que percebi é que os protagonistas eram superficiais e pouco interessantes e que os criadores/roteiristas somente criaram uma nova temporada para ocupar espaço e encher linguiça. Tanto é, que não sobraram personagens de contos de fada para serem falados, já que foram muito explorados nos anos anteriores. 

Contudo, não posso deixar de enaltecer os méritos do sétimo ano, tais como: após a 6ª temporada conseguiu-se dar um novo final sobre o final e até que ele foi bem interessante, emocionante e criativo; foi ótimo rever personagens icônicos da primeira fase nesse novo ano, como Capitão Gancho, Emma, Henry Mills jovem, Rumple, Rainha Má, etc; mais da relação bonita entre Henry Mills e Regina; momentos finais do romance entre Bela e Rumple/Fera; e as explicações das perguntas foram incríveis e convincentes. 

Enfim, a series finale não somente concluiu a história do sétimo ano, como da série de forma geral, ao trazer personagens antigos dos contos de fadas unidos e dissertar sobre os principais assuntos tratados: família, romance, perdão, toda magia tem um preço, aventuras, perdas, etc (Foi emocionante ver trechos de cenas de todas as temporadas no final). Apesar das derrapadas ao longo do caminho, a série conseguiu ser finalizada em grande estilo.


OUAT vai deixar saudade. Dificilmente outra série abordará os personagens de contos de fada tão bem, além de trazer um grande elenco. Viva a magia! J-J













Por: Emerson Garcia

14 comentários :

  1. Oi Emerson, infelizmente eu não curto essa pegada de fantasia em séries (e livros). Nunca assisti, mas sei que a série faz um enorme sucesso. Um abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente ela fez muito sucesso. Principalmente a primeira e a segunda.

      Excluir
  2. Oi Jovem
    Isso é um pouco o que eu faço no meu blog. Eu já fui a bela adormecida hoje sou a miss universo ou deusa venus. Acho que eles me estão copiando kkkk
    Xoxo

    marisasclosetblog.com

    ResponderExcluir
  3. Terminou e eu nunca nem vi o primeiro episódio.

    http://clebereldridge.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Oi Emerson, tudo bem?
    Eu comecei a ver essa série quando lançou, mas ao longo das temporadas parei de assistir... foi decaindo um pouco a qualidade, apesar da premissa ser super interessante
    Blog Entrelinhas

    ResponderExcluir
  5. Tenho uma amiga que é apaixonada por essa série
    http://www.blogmarianaleal.com/

    ResponderExcluir
  6. Hey Emerson! Tudo bom?
    Eu comecei a assistir essa série, mas não sei pq parei de assistir.
    Obrigada pelo comentário lá no meu blog.
    Te espero novamente no meu cantinho, e aproveita pra dar uma olhadinha no sorteio que tá rolando por lá, o Sorteio Junino.

    Um abraço,
    miiistoquente

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Volte a ver. Tem muitos pontos altos, apesar dos baixos.

      Excluir
  7. Eu assisti ao começo da última temporada, mas desisti, achei que perdeu a graça. Vou dar uma chance pro final, quem sabe rs

    www.vestindoideias.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente aquele primeiro episódio da sétima temporada foi desanimador.

      Excluir
  8. Uau, que post super completo. Acho que pra quem não conhece a série seria ótimo entender como tudo funciona. Eu vi alguns episódios e apesar de ter gostado muito, não é como se eu quisesse parar tudo para assistir.
    Beijos
    http://www.suddenlythings.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Miriã. Realmente não é uma série grandiosa em sua totalidade, mas bem diferente.

      Excluir

Obrigado por mostrar seu dom. Volte sempre ;)

Nos siga nas redes sociais: Fanpage e Instagram

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

Template por Kandis Design