segunda-feira, 1 de junho de 2015

8 filmes que se passam em um só local

A locação das cenas dos filmes traz um significado a mais. Roteiristas estudam para escolher o local onde uma cena será rodada. Assim como as roupas dos personagens, suas falas e expressões, o ambiente também diz muito sobre um filme.

Entre várias produções de cinemas, existem aquelas que se aventuraram a experimentar inovações, como rodar todo um filme em um único ambiente. Para isso é preciso criatividade, investimento em bons diálogos e recursos com as câmeras, pois caso contrário, a película será tediosa.

Confira abaixo uma lista com 8 filmes que se passam em um só local, e descubra porque eles foram bem sucedidos nessa inovação:



Festim diabólico (1948)


Essa incrível obra de Alfred Hitchcok passa totalmente em um apartamento, exceto a cena inicial que é em uma rua. Dois amigos, para provar que existe crime perfeito, matam seu colega asfixiado e resolvem colocá-lo em um móvel. Esse móvel, mais tarde, será uma mesa de jantar de uma festa intrigante e misteriosa  no próprio apartamento. 

Diálogos inteligentes, movimentos de câmeras dinâmicos e a tentativa de fazer um filme todo em plano sequencia, com quase nenhum corte, fazem de Festim diabólico um bom suspense. E tudo isso, sem sair do lugar!


O nevoeiro (2007)



O filme todo é em um supermercado, exceto algumas cenas externas na rua e em lojas próximas. Um nevoeiro faz com que clientes fiquem enclausurados dentro de um mercado. O que estaria por trás desse fenômeno natural?! Pessoas das mais diversas personalidades, credos, caráter, são obrigadas a viverem umas com as outras. Um filme de sobrevivência e cheio de mistérios.

Efeitos especiais, cenas cheias de ação e suspense, fazem de O nevoeiro interessante. Os efeitos especiais são bem feitos, assim como a névoa e as criaturas misteriosas. Para quem tem claustrofobia e odeia fazer compras, a película não é recomendada.


Encurralado (1989)



Steven Spielberg é o diretor desse filme que se passa totalmente na estrada, com exceção de uma cena no bar. Um homem trabalhador diz a sua família que chegará tarde em casa devido o trânsito. O que ele não sabe é que um misterioso motorista de caminhão, que expele fumaça, irá perseguir o seu carro de pequeno porte. 

Encurralado todo é a perseguição do caminhão ao carro, e não fica tedioso, pelo contrário, a cada cena é uma nova surpresa, um novo perigo. E quem é o motorista do caminhão?! Pouco importa quem ele seja. O que mais importa é como o protagonista vai se livrar dele. Pontos ganhos nesse filme foi a criatividade de Spielberg. 


Insanatório (2008)



Quer agonia maior do que estar em um local que você não pode sair, a não ser morto?! E se esse lugar for um sanatório com métodos não muito convencionais?! A história de um homem que é capaz de fazer tudo pelo seu irmão, que está internado em um sanatório macabro. Insanatório passa-se todo em um hospital psiquiátrico, salvo a primeira  e a última cena. 

A sacada do diretor foi perfeita de não ter cenas em outros locais, o que deixa o telespectador mais perplexo ainda, por saber que não existe uma saída, muito menos um final. Muito sangue, canibalismo, decepamentos, compõem esse filme que te deixará sem ar do início ao fim. Um suspense com cara de terror.


O terminal (2004)



É Spielberg também o diretor desse fabuloso drama que se passa todo em um aeroporto internacional nos Estados Unidos. Um imigrante precisa voltar para o seu lar, mas descobre que seu país de origem está em guerra. O que fazer?! Decide literalmente viver no aeroporto. Ali viverá situações cotidianas, como o amor, trabalho, amizade, alimentação, entre outros.

Um filme que te fará rir, deixará as suas lágrimas rolarem, e que você torcerá junto com o protagonista!



Enterrado vivo (2010)


O filme passa-se totalmente em um caixão com um rapaz que tenta de tudo chamar a atenção do governo e se ver livre dessa agonia. Só que as pessoas custam a acreditar que ele está enterrado vivo.

Foi um desafio realizar essa produção, tendo em vista que o espaço para filmar era quase ínfimo. Mas quando você assiste o filme, percebe que o diretor nos deixa vidrados com aquela situação. Utilizando recursos como a falta de luz total, e fazendo com que estivéssemos enterrados com o ator.


Plano de vôo (2005)




A produção passa-se dentro de um avião em movimento. Uma mãe se desespera ao perceber que sua filha, que veio com ela, desapareceu de uma forma misteriosa. Tenta contatar os passageiros, a tripulação, sobre o fato, mas ninguém acredita nela, alegando que ela entrou no avião sozinha. Ela resolve, por sua conta e risco, ir atrás da menina.

O diretor explora cada pedaço do avião, desde a cabine, até a área de expedição, em uma verdadeira viagem dentro do próprio veículo. Por ele ter dois andares, a gama de criatividade, inovação e cenas diversas foi possível.


Jogos mortais (2004)



O primeiro filme da franquia do Jigsaw é um pouco diferente dos outros, por se passar somente em um banheiro. A luta pela sobrevivência de dois homens, que devem fazer escolhas para saírem vivos daquele local.

A produção te deixa perplexo do início ao fim, te fazendo lutar juntamente com os protagonistas do filme. O aspecto nojento, inóspito e sujo do banheiro, faz com que você não fique com sono, ou qualquer outra coisa parecida.


Gostaram da lista? Mais algum filme que se passa em um só local?! J-J


Por: Emerson Garcia

16 comentários :

  1. Festim Diabólico, O Nevoeiro, O Terminal, Jogos Mortais <3 <3 Amo demais! Já quis assistir Insanatório, mas sou meio claustrofóbica então nem dá pra mim hahaha Ótima seleção. ;)

    Bjss, viverserfeliz-renata.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado! Esses filmes são maravilhosos mesmo.

      Excluir
  2. Acho bem legal esse tipo de filme. O único que assisti foi O terminal, acho um amor!

    Bjs, rasgadojeans.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Já assisti alguns desses filmes, adorei sua lista! Muitos deles dão agonia, né?;)
    Bjs e boa semana!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vários deles, se não todos. Nem tinha reparado nisso sabia? Haha. Acho que a minha seleção foi bem sombria.

      Excluir
  4. Festim diabólico é mesmo maravilhoso! E tem pouquíssimos cortes também, adoro esse filme!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exato, Camila! Um filme inovador para a época que foi feito.

      Excluir
  5. Esse do caixão é tenso, heim? Tirando o do terminal que já assisti e até que é bem legalzinho, os outros eu não conseguiria, odeio perseguição, fico muito tensa...rs, mas não duvido que sejam bons.

    :**

    ResponderExcluir
  6. É muito louco ver esses filmes que se passam em um local.
    Da lista, assiste dois. Mas adorei o post.

    www.revistadarafa.com.br

    ResponderExcluir
  7. O festim diabólico é simplesmente sensacional! Outro filme que se passa (quase) todo em um único lugar é "O incidente", talvez seja legal de assistir :D

    www.vestindoideias.com

    ResponderExcluir
  8. Dos filmes da sua lista eu assisti O terminal, Enterrado vivo e Plano de vôo. Mas concordo com você, para que um filme que se passe em um único local ser bom, acho que tem que ter bons elementos, como por exemplo bons diálogos que prendam a atenção das pessoas.
    Beijos

    http://simplesmentelilly.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Olá,
    Adorei o post. Dos citados vi alguns e desses alguns meus favoritos são: O Nevoeiro e Plano de voo.
    Até mais. http://realidadecaotica.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Ainda não assisti nenhum dos filmes citados, mas adorei a ideia do post! A mente humana vai longe, são infinitas nossas possibilidades! Lugares às vezes parecem se tornar meros detalhes perto de grandes histórias, que mal percebemos a famíliaridade às vezes rs

    ResponderExcluir

Obrigado por mostrar seu dom. Volte sempre ;)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

Template por Kandis Design