terça-feira, 1 de setembro de 2009

Eu sou o paciente

Gente! Faz tempo que eu não posto nenhuma série aqui, a última que postei foi “Grey´s anathomy”.

Hoje resolvi escrever sobre uma série que vai para sua sexta temporada, e ainda deixa fãs viciados (como eu!), em sua maioria, brasileiros.

Trata-se de “Dr. House”, uma série médica assim como “Grey´s” que procura solucionar casos que nenhum médico conseguiu, os casos mais difíceis.

A cada episódio que vejo (eu já vou para a terceira temporada) minha curiosidade aumenta, da do tipo: “Qual será o próximo caso?”. Isso só é possível devido a criatividade de seus roteiristas de não repetir as histórias e fazer com que sempre estejamos ligadinhos nessa série.


Tanto é, que eu fiz uma enquete para a comunidade de “Dr. House” com a seguinte pergunta: “Quantas temporadas para Dr. House depois da quinta?”, e acreditem que a maioria, cerca de 650 pessoas das 1202 que votaram, não querem que a série tenha fim! Mas porque será?

Creio que seja as boas histórias e os bons desfechos que a série traz, a boa trilha sonora, sem dúvida, os momentos emocionantes que nos fazem chorar, e chorar muito, além de ter sempre uma boa dose de comédia e bons motivos para gargalhar a beça com um médico chato, ranzinza e irônico. Todos esses motivos fazem de Dr. House um fenômeno ainda nos dias de hoje.

Para mim, o que há de melhor nesse seriado é como são construídos os episódios. É certo falar que me surpreendo sempre, sempre, com a apresentação do paciente de cada episódio, que, na maioria das vezes, não deixa claro quem será o personagem principal daquele capítulo. Às vezes pensava que a pessoa X seria o foco, enquanto era a pessoa Y! Isso é sensacional!

Sem falar das viagens que são feitas, através da tecnologia, por dentro do corpo humano.

Quantas vezes fiquei perplexo e com o coração na mão se um caso não fosse resolvido? E quando chorei porque um bebê morreu em um episódio? Ou então quando um médico da equipe de Dr. House foi o paciente?

Sem sombra de dúvida assinalo dois, na verdade três episódios, que são os que se superaram com relação aos outros.

O primeiro foi “Autopsy”, episódio da segunda temporada da menininha angelical sem cabelos que teria que fazer um transplante de medula óssea. Para isso, os médicos se arriscaram em filtrar todo o seu sangue, repondo-o. Isso quer dizer que a menina teve que, por alguns instantes, anestesiada, ficar sem seu sangue. Estava morta e sem seu sangue! Emocionante.

O segundo e o terceiro episódio são da segunda temporada também, e chama-se “Euphoria” e é dividido em duas partes.

É nesse capítulo que o Dr. Foreman contrai um vírus de um policial que mesmo levando um tiro ria à toa (\O/).

Episódio tenso, mas tããão tenso que não coube somente em uma parte. Fiquei com medo também porque Dr. Foreman infecta, por raiva e por desgosto, a Dr. Cameron. Deixando-a na mesma situação que ele.

É fato que Dr. House ainda faz sucesso hoje. E se se não tornar enjoativa pode durar para sempre. No comentário de Renato, na enquete que eu citei acima, ele diz que “enquanto as histórias estiverem instigantes, bem escritas e inovadoras, deve continuar, mas se começar a se repetir sem nenhuma coisa nova para acrescentar à trama, deve acabar o mais cedo possível para não estragar o brilhantismo do que já se criou até agora”. Concordo plenamente com o Renato e espero que essa série entre para a história da televisão. (JJ)

P.S.: Ahhh... vou falar o que sempre falo: Eu amo séries. Sendo boa estou assistindo! E aí, alguém tem outra dica para mim?


Mudando de assunto...



Estou dando vivas aqui de ter recebido mais um selo. Mais um selo das meninas do Nem Me Ligue. Muito obrigado meninas pelo segundo presente que vocês me dão. Fico grato de receber um selo tão importante com o título de “Vale a pena ficar de olho nesse blog!”. Como a Ana Paula me disse esse espaço se encaixa nesse quesito.

Pois bem, como todo selo tem regra vamos a ela agora. É bem simples.

- linkar a pessoa que te deu o selo: Ok!

- Indicar mais 10 blogs que valem a pena e ver se eles cumpriram a regrinha. (vale 6 né?!)

E os blogs são:

Hotel de papelão

Você está ligado?

Às nove no meu blog

Café com sal

Jornalismo- de tudo um pouco

Linhas no meu rosto

Espero que vocês curtam o presente pessoal!


P.S.: Para quem não sabe o blog “Linhas no meu rosto” é de minha autoria. É um blog alternativo. Visitem! Acho que vocês vão gostar!

P.S.2: Postagem de número 50! Muitcha festa! \O/

Por: Emerson Garcia

4 comentários :

  1. Oie. A série Dr. House parece ser muito boa. Qualquer dia vou assisti-la. Você sabe que eu também sou uma pessoa que AMA séries. Parabéns pela postagem ficou muito legal!

    Muito obrigada pelo selo. Fiquei muito feliz!

    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Parabéns pelo selo e pela postagem número 50! \o

    Ahh eu sou de outro mundo e nunca vi essa série huahuahaua! Só escuto o povo falar...mas sempre falta coragem para assistir! De qualquer forma..vou tentar ver qualquer dia desses!

    Por Samara Correia

    ResponderExcluir
  3. Eu adooooro House de paixão. E quanto mais temporadas passam, melhor a série fica. Vc ainda não deve ter assistido o episódio que eu considero o mais muito doido de tds, com a Amber e taaal. Mas quando vc assistir concordará comigo =]

    Eu já li o Linhas no meu rosto e é uma linha diferente da desse aqui, eu acho legal, mas acho que não sei dividir a minha inspiração p. dois blogs :x

    Parabéééns pelo seeelo, seu blog realmente merece =D
    Beeijo

    ResponderExcluir
  4. Obrigada, pelo selo. Estou muito honrada.

    ResponderExcluir

Obrigado por mostrar seu dom. Volte sempre ;)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

Template por Kandis Design