sexta-feira, 29 de novembro de 2013

A peça da engrenagem


Quinta-feira, dia 25 de fevereiro de 2010. Um dia como outro qualquer, mas que no final me traria uma lição. Me levantei, tomei banho, como o de praxe, escovei os dentes, me vesti, arrumei a cama e despedi-me de casa, pois só retornaria ali à noite.




Faculdade, aula, almoço, depois estágio. Já estava acostumado a essa rotina. No estágio: trabalho, pressão, relatórios, mobilizações, cases, ligações, conversas com colegas, distração, trabalho novamente, hora do intervalo, mais trabalho. Ali passava cinco horas e meia do meu dia em um ritmo louco, estilo montanha-russa. No final do dia chegava exausto em casa. O corpo se cansa mas se acostuma.

A rotina já estava imposta, mas que tal mudá-la um pouco de órbita? Vamos a uma nova lista: trabalho, pressão, relatórios, mobilizações, cases, ligações, conversas com colegas, distração, trabalho novamente, hora do intervalo, mais trabalho e... demissão! Viu como um simples item muda tudo? Por causa de uma pecinha a engrenagem muda o seu curso.

Quem diria que naquele fatídico dia seria demitido depois de três meses de estágio? A vida é uma caixinha de surpresas. Estava indo bem no estágio: era disciplinado no que fazia, atingia uma quantidade boa de mobilizações, nunca faltei por motivo algum e a supervisora sempre elogiava meu trabalho, dizia que estava me saindo bem. Mas a vida é assim.

No final da rotina a supervisora me chamou para conversar. “A notícia que eu tenho para te falar não é boa”, ela me diz com enorme pesar no coração. “Ixi”, pensei comigo mesmo. “Os outros supervisores estavam analisando seus áudios e viram que você não tem perfil para esse trabalho”, ela fala não contendo as suas lágrimas. Nesse momento desabei... Fiquei sem palavras... “É por isso que você não pode ficar aqui, eu estou te desligando dessa empresa”, ela conclui muito emocionada.

A vida é feita de engrenagem, de rotina. Quando uma peça apresenta problema o restante das outras ou param de funcionar ou se movimentam de uma forma totalmente nova. As mudanças são difíceis de serem compreendidas, mas são necessárias. Talvez um dia eu entenda que foi melhor inovar do que rotinizar.
J-J


Por: Emerson Garcia

0 mostraram o dom, quer mostrar o seu? :

Postar um comentário

Obrigado por mostrar seu dom. Volte sempre ;)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

Template por Kandis Design