quarta-feira, 17 de janeiro de 2018

O calendário revolucionário francês e as estações do ano

Os meses franceses e suas alegorias. | Wikipédia em português (montagem: LAYON YONALLER)



Caros leitores, para romper com tudo o que significava de velho no Ancien Regime os revolucionários franceses mexeram até com os dias do ano. O "ano Zero" do povo judeu começou a partir do Êxodo; aos islâmicos seu equivalente foi a partir da fuga de Maomé a Medina. Para essa "gente de bem", que espalhou sangue e terror como legado ao mundo, eles quiseram romper com tudo o que era cristão e monárquico. Foi daí que em 1792 a Convenção Nacional institucionalizou o CALENDÁRIO REVOLUCIONÁRIO.

Este calendário tinha dez dias certinhos (primidi, duodi, trididi, quartidi, quintidi, sextidi, septidi, octidi, nonidi e decadi), suas semanas (ou décadas) eram apenas três. No total são 360 dias, mas para ficar certinho com o ano solar eram inserido no final do "ano revolucionário" mais seis dias complementares: o dia da Virtude, do Engenho, do Trabalho, da Opinião e da Recompensa. O sexto dia complementar (da Revolução) era inserido em anos bissextos.

Os doze meses eram divididos em quatro períodos - exatamente as quatro estações do ano civil no qual conhecemos no Hemisfério Norte. Em ano do nosso calendário gregoriano, o calendário francês ia de 22 de setembro até o dia 20 de setembro do ano seguinte. Até o relógio era dividido em 10 horas, 100 minutos e 100 segundos, o que na prática 1 hora francesa seria praticamente 2 horas convencionais.


O relógio revolucionário onde a décima hora era equivalente a nossa meia-noite. | Wikipédia em português



Você que gosta de séries americanas, por exemplo, agora pode perceber porque as novas temporadas começam praticamente neste período. Sacou?



Os meses e as estações do ano


Cada mês deste calendário tinha os nomes baseados no clima, frutas e atividades agrícolas. Os 12 meses franceses, apesar dos nomes de temática universais, tinha umbilicalmente ligação com o clima e as condições francesas. Os meses eram estes:

OUTONO: vendémiaire (uva: 21/9 a 21/10); brumaire (nevoeiro: 22/10 a 20/11); frimaire (geadas: 21/11 a 20/12);
INVERNO: nivôse (neve: 21/12 a 19/1); pluviôse (chuva: 20/1 a 18/2); ventôse (ventos: 19/2 a 20/2);
PRIMAVERA: germinal (sementes: 21/3 a 19/4); floréal (flores: 20/4 a 19/5); prairial (pradarias: 20/5 a 18/6); e
VERÃO: messidor (colheita: 19/6 a 18/7); thermidor (calor: 19/7 a 17/8); fructidor (frutos: 18/8 a 20/9).

Então hoje, 17 de janeiro de 2018, é na verdade sextidi: 28 de nivôse de 226 (CCXXVI).

O Calendário Revolucionário inaugurado em 1792 foi revogado em 1805 por Napoleão Bonaparte.

Até mais, pessoal. J-J





Por: Pedro Blanche

6 comentários :

  1. Belíssima essa imagem dos meses franceses e suas alegorias. <3

    ResponderExcluir
  2. Que lindos esses calendarios, obrigado pela visita.
    Blog:https://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br/
    Canal:https://www.youtube.com/watch?v=DmO8csZDARM

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vou visitar em retribuição. Valeu! | PEDRO BLANCHE

      Excluir
  3. Eu já conhecia por ter estudado francês rs

    www.vestindoideias.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom por isso, Carla. Valeu! | PEDRO BLANCHE

      Excluir

Obrigado por mostrar seu dom. Volte sempre ;)

Nos siga nas redes sociais: Fanpage e Instagram

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

Template por Kandis Design