sexta-feira, 19 de janeiro de 2018

As estações do ano em La La Land (Paralelo entre estações e músicas, cores e fotografia do filme)



Encerrando a Semana das estações aqui no Jovem Jornalista hoje pretendo fazer um paralelo entre o longa musical La La Land e as estações do ano. Claro que essa análise será de acordo com minhas percepções que podem não estar corretas. 

E o que La La Land tem a ver com as estações do ano, Emerson? Bem, o enredo do filme é dividido por verão, outono, inverno e primavera, sendo que cada um desses períodos diz respeito ao momento de vida dos protagonistas, o pianista de jaz Sebastian (Ryan Gosling) e a aspirante à atriz Mia (Emma Stone). Assim como as estações produzem mudanças ambientais e naturais, elas também provocam metamorfoses no relacionamento dos amorosos. E é o que acontece com Sebastian e Mia: eles vivem a alegria da primavera, o frescor e luz do verão, a transitoriedade do outono e a tristeza do inverno. 

A forma como o filme é construído a partir das estações é criativa e interessante. O clima, peculiaridades e significados do verão, outono, inverno e primavera estão presentes, seja nos momentos dos protagonistas, nas cores e fotografia empregadas, ou até mesmo nas melodias e letras das músicas cantadas. Nesse post, portanto, irei esmiuçar cada um desses pontos.



Cantando as estações em La La Land





O próprio título do musical sugere que as estações será um dos focos trabalhados. E elas são, seja através da música, história ou fotografia. O longa, por sua vez, é dividido em quatro partes separadas por uma vinheta, definindo o início e o fim de cada uma das estações. 

De acordo com o site Design Culture embora elas tracem um paralelo com a vida dos protagonistas, parece que sempre é verão na Cidade dos Anjos (ou Los Angeles, em inglês), onde o longa se passa, e isso tem um motivo. É que Los Angeles é ensolarada a maior parte do tempo, de acordo com o Universo Retrô. O Dicas da Califórnia criou um post sobre o Clima e Temperatura da cidade onde é possível perceber que ela tem climas amenos e ensolarados durante boa parte do ano, leia (com grifos):

"A maior cidade da Califórnia possui um dos melhores climas do país. O interessante do clima da capital do cinema é que ele não varia muito entre uma estação e outra. A média das temperaturas por lá gira em torno de 22°C durante praticamente o ano todo. No inverno a média fica na casa dos 10°C e, no verão 30 °C." 


O gráfico abaixo retrata as temperaturas de Los Angeles mês a mês:





E o que Los Angeles, a cidade do verão, tem a ver com La La Land? Primeiro, porque o filme conta a história de uma jovem atriz iniciante em busca de tornar-se uma estrela de Los Angeles, a capital do cinema (Leia mais sobre a sinopse aqui e aqui). Segundo, porque ele foi gravado durante o verão de 2015 local, o que contribuiu visivelmente para o clima e a ambientação. Desse modo, o musical, sim, retrata as quatro estações do ano, mas com ênfase maior no verão, por conta de todos esses detalhes que já falei a vocês. 

Parece que sempre é verão em La La Land por conta do clima de muitas cenas, das cores vivas e alegres empregadas e das músicas agitadas e animadas. Mas essa é apenas uma constatação superficial, embora correta. O outono, inverno e primavera também marcam presença no longa de uma forma ou outra.


Estações, Mia e Sebastian





Como falei acima, as estações estão intrinsecamente ligadas às relações e às vidas dos protagonistas. O relacionamento de Mia e Sebastian assemelha-se a muitos da realidade, que começam alegres, felizes, cheios de paixão e aventura, são os momentos de verão. Mas, quem vive a alegria com um(a) namorado(a) deve estar ciente, que ela irá acabar e que os sentimentos poderão sofrer alterações. A alegria do verão pode transforma-se na tristeza do inverno, nas perdas do outono, mas também no florescer e renascimento da primavera. E tudo isso é retratado no filme: Mia e Sebastian possuem momentos alegres, felizes, mas de tristeza, decepções e perdas. 

As estações também podem estar relacionadas às vidas individuais e profissionais dos protagonistas, que estão em busca de um sonho. Nessa busca, eles passam pelas mais diferentes experiências e provações, sejam positivas ou negativas. 

É interessante perceber que os períodos climáticos no longa (Mas também na vida!) proporcionam uma série de aprendizados. Ou seja, não é porque os protagonistas estão em um momento de inverno e tristeza que eles somente tem a perder, mas eles aprendem e tiram lições daquilo. 

É desse modo que as experiências que os protagonistas passam estão ligadas às estações climáticas. A partir de agora vocês perceberão como as cores e a fotografia do longa influenciam nas estações do ano, mas também nas tramas dos protagonistas.


Cores e fotografia: pintando as estações





As cores e a fotografia em um filme tem a função de agregar significados à história. Aqui no Jovem Jornalista já pude discutir isso no post As cores nos filmes. Para Michel Campos, em um post do Design Culture intitulado As cores em La La Land, elas possuem seu valor:

"Minha intenção não é fazer uma análise detalhada sobre o uso das cores no filme, é gerar reflexão da importância das cores na construção das cenas, na personalidade dos personagens e em toda a narrativa."


Em minha opinião, em La La Land as cores e a fotografia estão associadas às estações do ano. Houve um esmero e cuidado para trabalhar a paleta e esquemas de cores, de acordo com as divisões dos blocos (verão, outono, inverno e primavera). Combiná-las - a partir de analogias e complementaridades - foi algo que os designers, produtores artísticos e fotógrafos se preocuparam. O site Fotografia Todo Dia esmiuçou os jogos e paletas de cores utilizados no longa. 

La La Land explorou as principais misturas possíveis do esquema de cores, passeando por paletas com tons intensos, para os momentos alegres e extrovertidos relacionados às estações verão e primavera; calmos e sóbrios, retratando o outono e a transição dos protagonistas; e escuros, frios e mórbidos, para cenas de introspecção e melancolia que dizem respeito ao inverno.

Na paleta de cores e fotografia do musical há muito amarelo e laranja (que nos aludem ao verão); violeta, rosa, vermelho, verde, amarelo e laranja olha eles de novo! (que fazem referência a primavera); mas também vermelho, azul e verde (outono) e lilás e azul (inverno). A partir de agora irei falar das estações e de como elas estão presentes nas cores de La La Land.   



Outono


Mia e Sebastian passam por transições, brigas, DR's (Discussão de Relação) no outono. É momento de reflexão. O vermelho, azul (escuro e claro) e verde são cores utilizadas nessa fase. 

O interessante é que o vermelho é uma cor típica do outono já que as folhas das árvores nessa estação possuem coloração vermelha, laranja e amarela. O vermelho, ao ser combinado com o azul, pede a sua força e vitalidade e seu efeito nas cenas significa perdas.








O verde e o azul claro, por sua vez, nos dão a sensação de calmaria, porém intensa e passageira, já que o vermelho também está presente. Para retratar o outono, achei que ficou pertinente, já que é um momento reflexivo sobre perdas, mudanças e futuro.






Verão

Sabemos que praticamente todo o filme é bastante solar e alegre (vide tópico Cantando as estações em La La Land). Desse modo, durante o verão as cores predominantes são laranja (claro e escuro), amarelo (claro e escuro) e verde. Elas trazem certo frescor, alegria, iluminação e luz aos momentos dos personagens. 





Primavera



Sem dúvidas essa é a estação mais colorida e alegre de todo o ano, e não é por acaso que a paleta da primavera utiliza todas as cores do esquema. As predominantes são (Espero que não esqueça de nenhuma e nem perca o fôlego! rsrs): amarelo claro e escuro, laranja claro e escuro, vermelho, rosa pink, lilás, anil, azul escuro e claro, verde escuro e claro. 




As cenas da primavera sugeriram alegria exarcebada, florescimento de relações, muitas danças e músicas animadas.






Inverno


Essa é a última estação do filme, se não me engano, e retrata momentos de tristeza e melancolia. As cores utilizadas na fotografia são as seguintes: rosa pink, lilás, anil, azul escuro e claro. Ao serem combinadas elas nos dão a sensação de frieza, tristeza, solidão e depressão. No post Supercrítica Oscar 2017: Melhor fotografia que escrevi em fevereiro do ano passado citei sobre o esquema de cores do inverno no musical:

"Gostei muito de como a fotografia foi trabalhada nas quatro estações, principalmente no Inverno ao trazer bastante azul."






Estações musicais





A trilha sonora do longa tem tudo a ver com as estações do ano, ambientação das cenas, paletas de cores e fotografia. Há músicas alegres e solares para retratar o verão e a primavera; reflexivas, outono; e tristes e melancólicas, inverno. 

Os títulos das canções, por sua vez, nos remetem a várias estações, como Another day of sun e Summer montage/Madeline referindo-se ao sol e verão e Start a fire, ao fogo e as queimadas que ocorrem em tempos de seca. Elementos da natureza e do universo também estão nos nomes das músicas, como em City of stars (estrelas) e Planetarium (Planetário= planetas). 

Agora, falarei de algumas delas e como as estações do ano se encontram presentes, seja por meio da melodia, letra ou ritmo.


Another day of sun


Essa é a canção de abertura de La La Land. Uma música alto astral e bastante alegre, que retrata muito bem o verão. Um trecho diz o seguinte: "Summer: Sunday nights We'd sink into our seats Right as they dimmed out all the lights A technicolor world made out of music and machine It called me to be on that screen And live inside each scene" (Nas noites de verão de domingo Sentaríamos em nossos lugares Assim que eles apagarem todas as luzes O mundo de cores ofuscantes feito de música e máquina Me chamou para estar naquela tela E viver dentro de seu brilho). Confira o vídeo que é cheio de momentos descontraídos:






A lovely night


Um outro clima e ambientação é retratado nessa música. A paleta de cores é mais escura e a letra fala sobre o anoitecer ameno e refrescante. Acredito que ela refere-se ao outono. Um trecho diz o seguinte: "The sun is nearly gone The lights are turning on A silver shine that stretches to the sea" (O sol está se pondo As luzes não estão acendendo Um brilho de prata que se estende para o mar). Assista a performance:







City of stars

Nessa música, o clima e o esquema de cores segue a anterior. Há cores calmas que geram reflexão e momentos de transição na vida dos protagonistas. Em City of starsMia e Sebastian estão no outono. Confira um trecho: "City of stars Are you shining just for me? City of stars There's so much that I can't see" (Cidade de estrelas Você está brilhando só para mim? Cidade de estrelas Há tanta coisa que eu não posso ver). Veja isso visual e sonoramente:







Summer montage/Madeline


Aqui Mia e Sebastian estão no verão no que diz respeito ao relacionamento, por isso Summer montage/Madeline é uma música envolvente, solar, explosiva. A paleta de cores, por sua vez, é bem viva e intensa. Aprecie: 






Epilogue


A paleta de cores nessa música é viva, alegre e colorida, retratando a primavera. A melodia, por sua vez, é alto astral e dançante. Assista:









The end


Mia e Sebastian encontram-se no inverno quando é tocada The end. As matizes de cores mórbidas, tristes e frias (azul e lilás) dão valor e sentido a canção que é somente instrumental. Assista:






Estações e La La Land


Não tem como pensar em La La Land sem envolver as estações do ano. Aqui, humildemente, compartilhei as minhas análises e percepções de como as épocas climáticas foram retratadas no longa musical, seja através da história, paletas de cores, fotografias ou músicas.

Espero que tenham gostado da Semana das estações! J-J







Por: Emerson Garcia

9 comentários :

  1. Já mencionei que acho esse filme e tudo em torno dele, maravilhoso? Talvez porque eu seja um sonhador ... OBRA-PRIMA do cinema moderno, por um mundo onde exista mais LLLand's

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ainda não tinha mencionado, Cleber. Sim! Com certeza um filme incrível, pena que não ganhou o Oscar de Melhor filme ano passado, né?

      Excluir
  2. Que post fantástico! Em meio a tanta coisa superficial, é um bálsamo poder ler textos elaborados e bem escritos como o seu. Parabéns, sua sacada foi genial. E acredito que ela condiz, sim, com o que o filme quis passar.

    Ótimo fim de semana pra ti.

    Super beijos,
    Neila Bahia - Blog Insanos Dezembros ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não sei o que comentar sobre o seu comentário, Neila, apenas sentir.
      Obrigado mesmo!
      Bom final de semana.

      Excluir
  3. Emerson
    Incrível e perfeitas comparações, ainda não assisti ao filme, mas fiquei bastante curiosa.
    Beijos e um bom final de semana!
    Blog DMulheresInstagramFanpage

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ótimo ouvir isso, Sheila.
      Beijos e bom final de semana!

      Excluir
  4. Todo esse trabalho e a maioria dos espectadores não vai perceber nada disso.

    O Blog da Fênix agora é Cobaia Amiga! Para comemorar a mudança estou sorteando um presentinho para uma leitora lá no blog: http://www.cobaiaamiga.com/2018/01/sorteio-kit-cabelos.html

    ResponderExcluir
  5. Tá odo mundo falando super bem desse Altered Carbon, fiquei curiosíssima para assistir! Adorei a listagem, estou atualizada, já queri fazer maratona de várias! Bom carnaval e bom descanso, merecido!

    Obrigada pelos comentários lá no blog, sempre bom te ter por lá Emerson!

    Abraços!
    http://barbaradoblog.com

    ResponderExcluir
  6. Emerson, rolei demais a página e comentei no post errado, o comentário anterior é sobre o post das séries que vão estrear agora! Beijos!

    http://barbaradoblog.com

    ResponderExcluir

Obrigado por mostrar seu dom. Volte sempre ;)

Nos siga nas redes sociais: Fanpage e Instagram

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

Template por Kandis Design