sexta-feira, 16 de dezembro de 2016

Vibe humor: músicas críticas 2







Estavam com saudades do Vibe humor? O último post do quadro foi em outubro. Voltamos hoje para falar de músicas críticas e reflexivas. Para quem não sabe ano passado foi ao ar a primeira lista com o tema

Eu e o Arthur Claro resolvemos fazer uma segunda playlist como um post integrante de nossa parceria. As músicas estão diversas: em português, inglês, alemão e espanhol e fazem críticas aos mais diferentes temas da sociedade. Vem com a gente!





Resolvi começar a lista de hoje com uma música que estourou nos anos 90 no Brasil. Xibom bombom, da banda As meninas. A letra fala claramente da divisão de classes de forma descontraída e em um ritmo baiano. Gosto bastante porque ela não se perdeu no tempo. "E o motivo todo mundo já conhece É que o de cima sobe e o de baixo desce".

A segunda música fala basicamente sobre o mesmo tema da primeira. Chama-se Crônica do buraco da cidade, de Tonicesa Badu. Apresentei essa música em um trabalho do ensino médio sobre o tema de miséria e pobreza e a professora gostou muito. A letra fala de um homem que vê o outro morando em uma espécie de buraco e resolve observá-lo. "Um homem morando no buraco, que coisa?! A gente não tá aqui pra isso"

O Arthur escolheu a canção Cálice, interpretada por Chico Buarque e Milton Nascimento. A música foi a maneira que os cantores encontraram para se manifestar na época da ditadura. Uma letra cheia de crítica e emoção. "Pai, afasta de mim esse cálice. De vinho tinto de sangue"

Pretty Hurts, de Beyoncé, critica a ditadura da beleza que vemos na sociedade. O clipe é muito bonito e a letra fala de garotas que necessitam se encaixar nos padrões estéticos impostos pela mídia e sociedade. "Pretty hurts Shine the light on whatever's worse Perfection is a disease of a nation (Pretty hurts, pretty hurts)" (A beleza dói Brilha a luz sobre o que é pior A perfeição é a doença da nação (A beleza dói, a beleza dói)).

Arthur escolheu a música Burguesia de Cazuza. Ao seu ver, o cantor a escreveu para mostrar o lado obscuro da burguesia. "A burguesia não tem charme nem é discreta Com suas perucas de cabelos de boneca A burguesia quer ser sócia do Country A burguesia quer ir a New York fazer compras".



American idiot, do Green day, foi escolhida por Arthur, pois mostra uma crítica de Billie Joe Armstrong de não querer ser um alienado em várias questões do sonho americano. Para muitos, esse seria o modo de vida ideal. "Welcome to a new kind of tension All across the alienation Where everything isn't meant to be O.K. Television dreams of tomorrow We're not the ones who're meant to follow For that's enough to argue" (Bem-vindo a um novo tipo de tensão Que atinge toda a alienação Onde nada é feito para dar certo A televisão sonha com o amanhã Sonhos que não foram feitos pra nós Isso já é motivo suficiente para nos opormos).

Escolhi a música Society, de Eddie Vedder, porque ela fala do consumismo ilimitado e da importância que damos aos nossos bens materiais. Hoje em dia, a gente compra tudo que vê pela frente, sem nem precisar. O ritmo da letra é delicioso de se ouvir. "Oh, it's a mystery to me We have a greed with which we have agreed And you think you have to want more than you need Until you have it all you won't be free" (É um mistério para mim Nós temos uma ambição com a qual concordamos E você pensa que você tem que querer mais do que precisa Até você ter tudo, você não estará livre).

Polícia, do Titãs, foi elegida por Arthur. Ela é a manifestação da ação da polícia e foi escrita após Tony Belloto e Arnaldo Antunes serem presos. "Dizem pra você obedecer Dizem pra você responder Dizem pra você cooperar Dizem pra você respeitar".

Sobreviviendo, de Victor Heredia, tem um ritmo e letra emocionantes de se ouvir. A voz do cantor traz toda a dor e a aflição que ele passa, principalmente por conta da guerra. "Tengo un poema escrito más de mil veces, En él repito siempre que mientras alguien Proponga muerte sobre esta tierra Y se fabriquen armas para la guerra, Yo pisaré estos campos sobreviviendo. Todos frente al peligro, sobreviviendo, Tristes y errantes hombres, sobreviviendo. Sobreviviendo, sobreviviendo, Sobreviviendo, sobreviviendo" (Tenho um poema escrito mais de mil vezes Nele repito que enquanto alguém Proponha morte sobre esta terra E se fabriquem armas para a guerra Eu pisarei esses campos sobrevivendo Todos ante ao perigo, sobrevivendo Tristes e errantes homens, sobrevivendo Sobrevivendo, sobrevivendo Sobrevivendo, sobrevivendo).

A última música da playlist foi selecionada por Arthur e chama-se Amerika, de Rammstein, uma banda alemã. É uma canção, que segundo a banda, trata de uma sátira da colonização dos americanos e a implantação de seus produtos no mundo inteiro. A letra cita o Papai Noel, Mickey Mouse e a Coca-Cola. No clipe, a banda satiriza a viagem do homem a lua. "Wir bilden einen lieben Reigen Ich werde euch die Richtung zeigen Nach Afrika kommt Santa Claus Und vor Paris steht Mickey Mouse" (Nós estamos fazendo uma linda dança de roda Eu vou te mostrar o caminho Papai Noel está indo para a África E o Mickey Mouse está parado em Paris).

Eu e o Arthur esperamos que vocês reflitam nas letras de cada faixa escolhida. Elas não são apenas uma batida, mas tem lições e momentos de reflexão, como: pobreza, ditadura da beleza, liberdade de expressão reprimida, riqueza, classe A, consumismo, guerra e abuso de poder. J-J


Já estava com saudades desse quadro! Digam nos comentários se vocês querem que ele entre no lugar das férias do Quinta de série ou se querem que ele seja só esporádico? Aguardo a opinião de vocês!







18 comentários :

  1. Ótimas seleções de músicas. Todas com letras muito fortes, e muito bacana fazer essa reflexão :)

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
  2. Muito boa playlist! Já conhecia algumas das músicas - a minha favorita é mesmo Pretty Hurts.

    www.arrasandodeallstar.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa é demais mesmo. Beyoncé passou uma lição incrível sobre o que vivemos diariamente.

      Excluir
    2. Fico feliz de ter gostado. Beijos

      Excluir
  3. Acho que eu nunca tinha pensado tão fortemente sobre essas músicas, gostei da reflexão :3
    www.vestindoideias.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou. Essa foi a intenção minha e do Arthur mesmo.

      Excluir
    2. Que bom que conseguimos te fazer refletir. Beijos

      Excluir
  4. Great post :)

    http://mensfashionobsession.blogspot.rs/

    ResponderExcluir
  5. Xibombombom... nossa! Essa música era boa mesmo! Passava uma mensagem bem legal, realista e que nunca sai de moda!

    Beijinhos,
    ❥ AmigaDelicada.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Músicas boas não saem de moda. Obrigado pelo comentário. Beijos

      Excluir
    2. Jamais sai de moda. Uma crítica bem humorada.

      Excluir
  6. Ótima playlist para essa domingo!
    Beijo
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Gente, tô rindo até agora com essa da " As Meninas", eu lembro que vivia tocando no ônibus quando eu ia pra faculdade. O pior é que ficava gravado na mente! kkkkkkkkk!!! Gostei da crítica sobre o American Idiot, a música faz ainda muito mais sentido(em termos culturais) quando a pessoa mora aqui.
    Ótimo domingo!
    http://vivendolaforanoseua.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa daí ficou registrada na história mesmo. Pode passar o tempo que for, que as pessoas vão se lembrar.

      Excluir

Obrigado por mostrar seu dom. Volte sempre ;)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

Template por Kandis Design