segunda-feira, 8 de fevereiro de 2016

A mais pura verdade

Para quem não sabe, gosto muito de ilustrações realísticas e críticas. Daquelas que fazem pensar e refletir.  Não precisa de textos longos ou de discurso, a imagem fala por si só e tem alto teor de reflexão. As ilustras até mesmo são capazes de dar murros e socos fortes no estômago. 

Encontrei várias nesse estilo. Infelizmente, não sei quem é o autor. Quem as compartilhou foi uma amiga do Facebook, do perfil de Orskaya Alisa Simina, mas não sei se ele é o autor detentor das imagens.

Escolhi as que chamaram mais a minha atenção para colocar no post (Veja as outras aqui). Tento fazer um reflexão em cima de cada uma delas. Confira:



É você quem domina o vício, ou ele quem te domina? Muitas pessoas falam: "Quando eu quiser eu paro de fumar". Será mesmo?




Desde muito tempo, o homem da cidade, tecnológico, inteligente e ambicioso, quer render as terras naturais e a natureza pura e virgem do mundo. O mundo está cada vez mais urbanizado.




A hora da refeição não é tão mais sagrada. Levamos celulares e eletrônicos para a mesa do almoço, não importando quem está a nossa frente.




Hoje em dia, ninguém mais ajuda o outro. Ninguém presta socorro para uma pessoa que necessita. Muitas não amam e querem matar as outras, ao invés de oferecer uma mão amiga. Outras, preferem filmar o sofrimento e a agonia alheia.




Opinião, vontade própria e senso crítico quase não existem mais. O mundo é dominado pela mídia que quer fazer lavagens cerebrais nas pessoas.



A mesma mão que afaga é a que insulta e desrespeita. Tudo isso a olho nu. A decepção vem da pessoa que menos se espera.



Ninguém hoje em dia possui felicidade plena. Sempre falta algo: dinheiro, filhos, carro, amor, etc. Já dizia Judith, de Onde Vivem Os Monstros: "Ter felicidade nem sempre é o melhor jeito de ser feliz". 




Estamos presos a essas e outras redes sociais. 




Crianças não podem escolher seus nomes. Pessoas não podem escolher qual religião seguir. Cristianizar, catolizar, islamizar, e por aí vai... A liberdade religiosa não existe de fato.



O Facebook é uma droga em que muitos estão viciados. As pessoas não vivem mais sem curtidas, comentários, elogios e amigos virtuais. Talvez possa ser um problema.



Mulher como um simples objeto de prazer.


Espero que tenham gostado dessas ilustrações. Um bom feriado a todos. Estou de viagem, mas tenho posts programados. Volto na quarta, com a programação normal. J-J


Por: Emerson Garcia

2 comentários :

  1. Admiro essa arte que, além do talento artístico, exige um senso crítico apurado.

    Beijos!
    Gatita&Cia.

    ResponderExcluir
  2. Linda arte adorei!! Vc falou verdade tudo é viciante mesmo. Ótimo post.

    Boa semana,
    DMulheres
    @dmulheres

    ResponderExcluir

Obrigado por mostrar seu dom. Volte sempre ;)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

Template por Kandis Design