quinta-feira, 21 de dezembro de 2017

Quinta de série: Black Mirror

(Pode conter spoilers!)








"Meu, isso é tão Black Mirror". Talvez você já tenha falado ou ouvido essa frase. O Quinta de série de hoje  é sobre uma produção que tem chamado a atenção da crítica, deixado as pessoas perplexas e gerado reflexões interessantes: Black Mirror! Esta é uma série britânica, exibida pelo canal Channel 4 (Em 2015, a Netflix a adicionou ao seu catálogo e encomendou novos episódios). BM foi criada por Charlie Brooker e possui 13 episódios divididos em 3 temporadas. 

A produção conta com capítulos antológicos (Ou seja, não precisam ser assistidos em sequência, já que cada um tem uma história diferente), mas que abordam um assunto central: o lado negro das novas tecnologias dessa sociedade moderna e contemporânea e como elas afetam negativamente a vida das pessoas. 

Seu nome - Espelho negro, em português - faz referência às tecnologias ao nosso redor, como a tela de um smartphone ou computador, de um tablet ou de uma televisão. O autor Charlie Brooker explicou isso em uma entrevista para o jornal The Gardian. Leia (com grifos):

"O "espelho negro" da abertura é o espelho que você encontrará em cada parede, em cada mesa, na palma de cada mão: a tela fria e brilhante de uma TV, de um monitor, de um smartphone."







BM se intitula como ficção científica, contudo é possível perceber que as histórias esplanadas poderiam facilmente ocorrer na vida real. Os assuntos são palpáveis e visíveis em nosso mundo. Mais do que uma série que aborda tecnologia, ela retrata relacionamentos humanos, chegando a pintar na tela momentos dramáticos, trágicos e complicados. 

Tiveram episódios (Se não a maioria) que me deixaram perplexo, emotivo e reflexivo. Não há como ficar inerte ao que é apresentado. Ao terminar de vê-los queria morar em um local dentro do mato que não houvesse tecnologia. Foram histórias impactantes e com finais tristes. Só me lembro de um episódio (San Junipero) que teve um happy ending (Será que foi final feliz mesmo?). 

Enfim, BM discute temas que estão ao nosso redor e não paramos pra percebê-los com profundidade.


Episódios preferidos


Dos 13 episódios já lançados, selecionei 5 que são os meus preferidos para falar um pouco e dizer a minha impressão. 


1- Be right back (2X01)



Um episódio tocante e dramático que chamou a minha atenção. Mesmo que ele tenha muita tecnologia envolvida e androide, ainda soube gerar sentimentos e emoção em quem o assiste. A atuação dos atores, Hayley Atwell e Domhall Gleesson, é convincente e marcante. Gostei muito de como o assunto foi abordado, assim como a representação do luto.



2 – The National Anthem (1x01)




Episódio de estreia da série e bastante perturbador! Ele retrata muito bem o exibicionismo e sensacionalismo da mídia e, muitas vezes, das pessoas de forma geral. Esse capítulo mostra como as pessoas são apaixonadas pelo banal, trágico, nojento e escroto e como elas dão audiência para isso na TV. 



3- The Entire History of You (1x03)




Até que ponto o armazenamento de nossas memórias seria um benefício? Um microchip que guardaria nossos momentos poderia ser destruidor? Esse episódio mostra que a tecnologia pode ameaçar até mesmo casamentos. Sem o microchip criado seria impossível alimentar ciúmes e perceber infidelidades.



4- Shut Up and Dance (3X03)




Esse é um dos episódios mais surpreendentes de BM, em minha opinião. No começo tinha uma percepção e no final uma totalmente diferente. Shut up and dance mostrou até que ponto um jogo online pode controlar e destruir a vida das pessoas e até que estágio uma pessoa seria capaz de entrar para ter sua integridade salva. Um episódio sufocante, horripilante e sombrio que tem muito terror psicológico. Me prendeu do início ao fim.



5- Nosedive (3x01)




Me reconheci facilmente nesse episódio e é bem capaz que você tenha se reconhecido (se já viu) e se reconhecerá (se ainda o assistirá). Ele retrata realidades bem palpáveis, como, por exemplo: a corrida por likes, reconhecimento, visibilidade e até mesmo a criação de uma imagem que não é nossa somente pra agradar aos outros. Um capítulo que mostra como a sociedade atual é descartável, fingida e fria. Gostei muito da fotografia, tons de cores e os objetos tecnológicos de Nosedive. Ao final, ele produziu efeitos colaterais em mim: queria estar longe de redes sociais, como Instagram, Facebook e TV Show Time! kkkk



Crítica


A série tem recebido críticas positivas de veículos especializados, famosos e escritores. Para mim ela é uma produção importante por tratar de temas - como comunicação, redes sociais e tecnologia - a partir de uma esfera talvez desconhecida. Mesmo que ela seja alarmista e apelativa, ela consegue gerar reflexões sobre a sociedade atual. A abordagem que BM realiza acerca da tecnologia é convincente, criativa e fácil de ser entendida. 

Mesmo que alguns episódios sejam longos demais e cansativos (Tiveram alguns com formato de filme), BM ainda é interessante. Não há barrigas e enrolações. Cada capítulo conta uma história com começo, meio e fim. O espectador pode escolher a ordem de assistir. Eu no caso vi na ordem de lançamento e cronológica mesmo. 

A atuação dos atores está impecável e você não se cansará da cara de nenhum deles (KKK!), já que há escalações diferentes a cada novo capítulo. 



Audiência


BM possui uma boa audiência e um amplo número de fãs. Em novembro de 2012, a série ganhou o prêmio de Melhor Filme/Minissérie da TV no International Emmy Awards. O sucesso é tão grande que, em junho de 2017, o criador anunciou uma coleção de livros baseados na série escrita por vários autores. O primeiro livro será lançado no dia 20 de fevereiro de 2018; o segundo em meados de 2018; e o terceiro em 2019.






Sobre a nova temporada

Como falei acima, a Netflix comprou os direitos da série e encomendou uma temporada com 12 episódios. Contudo, eles serão divididos em duas temporadas. Simplesmente estou ansiosíssimo por novos, pois BM é muito viciante! 

Consultei a data de lançamento da quarta temporada completa no TVST (e a Netflix também divulgou uma nota na tarde do dia 06 de dezembro) e ela estreará dia 29 de dezembro de 2017.

Agora, resta que aguardemos esse tempo restante. Enquanto isso, vamos consumir tecnologia, redes sociais e outros seriados, até que BM retorne e nos dê novos tapas na cara. J-J
















Por: Emerson Garcia

14 comentários :

  1. Ô série maravilhosa! Tão crítica, tão intensa... Adorei ver a recomendação e a análise aprofundada por aqui. Meu episódio favoritão é aquele do caco de vidro, do show de talentos... Nossa! Genial!

    semquases.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou da análise. Eu achei esse episódio repetitivo e um tanto parado, mas o final dele foi surpreendente.

      Excluir
  2. Oi, não assisto essa série, mas todo mundo fala bem neh!
    Blog Entrelinhas

    ResponderExcluir
  3. Oi Emerson, Black Mirror é uma série incrível mesmo. Alguns episódios deixam a gente de boca aberta (e refletindo por um bom tempo)!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim. Foram vários que me deixaram sem reação e palavras.

      Excluir
  4. Olá, tudo bem?
    Já perdi as as contas de quantas vezes revi alguns episódios dessa série. Acho Black Mirror maravilhosa, é crítica para sentar e refletir, recomendar e debater sobre. Estou ansiosíssimo para o lançamento da próxima temporada.

    Até mais. http://realidadecaotica.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu ainda não revi nenhum episódio, mas os efeitos de BM são incríveis, de fato.

      Excluir
  5. Olá!!

    Black mirror é uma série que assisto episódios de tempos em tempos (pra dar tempo de raciocinar melhor hehe). O episódio Nosedive foi MUITO mas MUITO marcante pra mim, quando a gente percebe que apesar de fantasioso é tão verdadeiro e próximo a realidade a gente começa a pirar. The National Anthem foi muito perturbador e assustador para mim.

    Até logo,
    escrito-noar.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu quando começo a assistir não consigo mais parar. É muito viciante. Ainda não vi a 4ª temporada. Verei em breve.

      Obrigado por seu comentário!

      Excluir
  6. Eu adoro Black Mirror e estou super ansiosa pela nova temporada!

    Beijos ♥



    Jéssica || Fashion Jacket

    www.fashionjacket.com.br

    ResponderExcluir

Obrigado por mostrar seu dom. Volte sempre ;)

Nos siga nas redes sociais: Fanpage e Instagram

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

Template por Kandis Design