quarta-feira, 4 de fevereiro de 2015

A juventude precisa ser preservada

A ideia desse post surgiu depois que eu li a notícia que o funkeiro MC Pedrinho foi proibido de realizar shows, devido suas músicas terem teor erótico e pornográfico. Não satisfeito com a decisão, a produção do funkeiro lançou duas músicas pesadíssimas. (Leia a matéria aqui)



São muitos absurdos que vemos hoje em dia. Um menino (Um menino!) de 12 anos de idade já é apresentado ao mundo da pornografia. Nessa idade, eu ainda brincava de jogos de tabuleiro e assistia Castelo Rá-tim-bum. Ao contrário de meninas que já são mães; de crianças que estão no mundo do crime; e de rapazes que cantam proibidão por aí...

E a culpa é do MC Pedrinho?! Diria que não. Acho que ele não tem noção do que está cantando, e muito menos experiência sobre o que diz as letras. Creio que ele seja forçado a cantar esse tipo de coisa, por até mesmo seus pais, familiares e produtores. Viram nele um canal de lucro. Tanto que fizeram músicas mesmo depois da proibição de shows do pré-adolescente.

Seu grande sucesso Dom, dom, dom, tem duas versões. Uma mais light e outra mais pesada, mas ambas cantadas por ele. Quando escutei a versão pesada, fiquei perplexo. É difícil ver uma criança cantando "Dom, dom dom, dom dom dom, dom Ajoelha, se prepara e faz um boquete bom"





É preciso bom senso, gente. Colocar uma criança para cantar isso é uma atitude no mínimo sem noção. O funkeiro MC Livinho é um irresponsável. Um adulto deveria ter ideias mais maduras. 






A justiça tentou barrar os shows do MC Pedrinho, mas os seus queridos produtores teimaram e gravaram duas músicas como protesto (Será que esse povo não entendeu que a juventude precisa ser preservada?!). É uma pena que esse menino esteja se relacionando com esse tipo de gente. Gravaram Geometria da putaria e Faz a Posição (Belíssimos títulos para as músicas #sqn). 







Olha só: um menino de 12 anos dizendo que é professor da putaria. Não creio que ele tenha algo a ensinar. Ele diz que ensinou a matemática e ensinará a geometria (Mas não é essa que você pensou). Arrisco dizer que se fosse pra ensinar a matemática da escola, ele não estaria nada afiado. Aí ele diz que vai ensinar a "geometria da putaria". Veja bem: Creio que nem mesmo ele saiba o que está dizendo. "Senta na pica retangular e na circunferência da bola que cai" (Parabéns para quem fez essa letra. Ela me fez refletir muito.)





Agora piorou tudo. Nessa música, além do MC Pedrinho, tem outra criança cantando. Ultrapassou os limites. Pedrinho canta: "O Pedrinho vai botar, se prepara, se prepara, eu vou botar"

O que está se ensinando como valores morais para esse menino? Isso muito me preocupa. A sociedade atual é mesquinha, sexual, que dá mal exemplo para os menores. Pedrinho, pode até não saber todas as conotações de suas músicas na prática, mas não vai demorar muito para descobrir. E aí, não se poderá detê-lo, muito menos repreendê-lo já que os ensinamentos que ele recebeu foram esses. É a mesma coisa do pai irresponsável que coloca cerveja na mamadeira do seu filho; ou daquela mãe que deixa sua filha de cinco anos usar maquiagens pesadas, andar de salto alto e com roupas curtas; ou daquele pai que dá camisinhas para o seu filho de 12 anos e diz para ele "tomar cuidado para não engravidar a garota com quem vai transar".

Ou damos conselhos certos nas horas certas, ou a juventude será de adultos precoces, que perderam a infância e abriram mão de brincadeiras como bete, carrinho de rolemã e queimada. Não é errado você falar de sexo com seu filho. Mas isso tem a hora certa. Não é errado que sua filha se arrume bem, mas isso quando ela for mais grandinha. E é muito errado dá bebida alcoólica para um bebê que nem sabe o que é isso. Ele poderá ser alcóolatra, e o culpado será o pai. 

É por isso que vemos meninas que largaram as bonecas, por um bebê de verdade; ou um menino que canta sobre sexo; ou jovens que desde cedo estão no mundo das drogas. Porque a sociedade adiantou algumas etapas que não deveriam ser adiantadas. O que a Justiça fez a respeito desse menino, foi uma atitude corretíssima. Em uma sociedade deturpada, alguém corrigir o outro, é motivo pra alegrar-se. Contudo, o problema é da sociedade, que relativiza tudo, diz que tudo é certo e aceita a tudo. Uma criança de 12 anos cantar funk é inadmissível. Eu não estou sendo contra o funk e nem de sua manifestação artística, embora muitas letras do gênero eu não concorde e nem seja a favor. Eu sou contra um menino de 12 anos cantando proibidão, e as pessoas achando normal. J-J


Por: Emerson Garcia

8 comentários :

  1. Isso é terrível mesmo, e infelizmente é a coisa mais normal do mundo. Acredito que se continuar assim, além de crianças que perderam a infância teremos adultos doentes mentalmente.

    Bjs, rasgadojeans.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, Samara. É lamentável ter que chegar a essa conclusão.

      Excluir
  2. Nunca tinha ouvido falar desse mini-funkeiro, mas realmente é demais, né? As músicas são claramente feitas para chocar, uma tristeza.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é. E tem gente que prefere que ele cante isso do que esteja nas drogas ou sei lá o que :/

      Excluir
  3. Como futura professora e cidadã tenho senso que isso não é coisa que uma criança faça. Muito menos adultos que respeitam uma comunidade social de nivel educação alto. Mas como moramos no Brasil não podemos exigir muito disso. O que falta é educação e um pouco de inteligencia na cabeça dessas pessoas.


    --> lugarrnenhum.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Nossa eu odeio funk eu sou da igreja prefiro um milhão de vezes louvor do que funk.
    Funk foi a pior ideia que inventaram no mundo!
    http://simplesjeitoo.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade. E os proibidões são piores ainda. Não ensinam nada.

      Excluir

Obrigado por mostrar seu dom. Volte sempre ;)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

Template por Kandis Design