quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

7 paletas de cores de filmes

Sempre fui fascinado pela fotografia de um filme. Elas me deixam deslumbrado, emocionado, alegre e triste. São várias as sensações que elas produzem em mim. Confesso que reparo demasiadamente na fotografia de um filme. É algo que me faz refletir e viajar no porque daquelas cores, daquela luz, daquele tom na produção. O trabalho de um diretor de arte é bastante difícil, em minha opinião, porque ele vai ter que transmitir para as telas, o que ele percebeu de mais condizente como fotografia para aquele filme.



O site Movies In Color traz uma série de paletas de filmes (atuais ou não), além de discorrer do estilo de diretores e cinematografistas. É um site muito interessante. Para começar a brincadeira, escolhi 7 paletas de cores de filmes que me chamam a atenção, e irei falar um pouco sobre elas. Vamos lá?!



1- O fabuloso destino de Amélie Polain


Esse é um dos filmes que mais gosto da fotografia. O diretor fotográfico foi bem ousado ao trazer como cores centrais o vermelho, o amarelo e o verde. Ficou simplesmente incrível. Além disso, a produção tem um tom alaranjado envelhecido, como se o filtro do filme fosse laranja. Isso trouxe uma atmosfera diferente e aconchegante. Parece que estamos envoltos em um clima nostálgico e de infância. 





2- Um olhar do paraíso





Primeiro, desculpa por não ter encontrado a paleta de cores do filme. O que me chama atenção em Um olhar do paraíso é o uso de cores e as tonalidades. A história, que se passa entre o céu e o inferno, trouxe ambientes um tanto quanto ousados, com diferenciação de cores, que são trabalhadas nas cores do céu e na intensidade da luz. Em algumas cenas parecia que eu estava dentro de uma aurora boreal colorida. Parabéns para o diretor de fotografia!



3- Pulp Fiction



Pulp Fiction não só ousou no roteiro como também na fotografia. O filme dos anos 80, trouxe cores vibrantes, intensas e melancólicas às telas. Quentin Tarantino, de acordo com minhas pesquisas, adora cores extravagantes e chamativas. Foi assim em Kill Bill, onde trouxe cores como o preto, o amarelo mostarda e o rosa choque. Já em Pulp Fiction, ele mistura as duas paletas: uma mais dark, e outra mais intensa.




4- The Hobbit: Uma jornada inesperada




O Hobbit é aquele típico filme épico com cores mais vintages e voltadas para o marrom, como puderam ver na imagem acima. Gosto muito desse tipo de fotografia. Acho que ornou muito com o tema de aventura que a produção sugere. 





5- Vanilla Sky






Primeiro, desculpa por não ter encontrado a paleta de cores do filme. Vanilla Sky foi lançado em 2001, mas trouxe uma fotografia ousada, em minha opinião. Antes de tudo, a paleta de cores ornou com toda a história de mistério que o filme propõe. Tons como vine e bordô permearam as cenas, além de algumas delas utilizarem cores intensas, para compor o céu bastante fictício (foi o que falei sobre a fotografia de Um Olhar do paraíso).



6- Amor além da vida



Primeiro, desculpa por não ter encontrado a paleta de cores do filme. Tudo bem que Amor além da vida é um filme péssimo, mas a ousadia dos diretores de fotografia e de arte me deixou boquiaberto. Como criar ambientações de céu e paraíso? Criando paletas de cores bastante coloridas e filtros claros, além de pinturas, em forma de cenas. Como criar o limbo e o inferno? Criando ambientes darks (que me deixou aterrorizado)   e com filtros bem escuros. Vale a pena ver só por conta da fotografia!




7- Onde vivem os monstros




Tudo nesse filme é fofo A trilha sonora, a história, e claro... a fotografia! O marrom, e suas tonalidades, além do amarelo, dourado e amarelo queimado, são as cores principais. Alguns filtros são claros, outros escuros, para dar um ar melancólico, nostálgico e alegre. Não tem cores muito fortes, e sim, cores contidas, mas não deixa de ter uma bela fotografia.




Gostaram das paletas dos filmes? Que outro filme você gosta da fotografia? Diga nos comentários! J-J


Por: Emerson Garcia

18 comentários :

  1. Desses só assisti Onde vive os monstros e Hobbit gostei dos dois, as histórias são interessantes.

    ♡ lugarrnenhum.blogspot.com.br ♡

    ResponderExcluir
  2. Que dica bacana, vou dar uma olhada no site. Desses filmes que vc citou, meus favoritos são o 3 e 6;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boas escolhas. Admiro muito a fotografia do Pulp Fiction também.

      Excluir
  3. Acho que você vai achar esse vídeo bacana, é sobre o uso de cores e filtros no cinema: https://vimeo.com/116019668

    ResponderExcluir
  4. já assisti o segundo. tem realmente essa parada das cores. pena que n gostei do filme. kk mas a imagem e tudo mais é boa sim

    somundomeu.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. gente!
    Que legal =D

    Achei super interessante e vou passar a reparar melhores nas cores que estão nos filmes ahaha

    Blog do Sofá

    ResponderExcluir
  6. Um olhar do paraíso pra mim é todo lindo, mas adoro a fotografia do filme Perfume, A Outra e O cavaleiro sem cabeça.
    Me impressiona.

    :**

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pelas dicas, Carla. Vou falar desses em outro post.

      Excluir
  7. Adorei o site, já dei uma olhada por lá hehe. Desses filmes, gosto muito do 2 e do 7. Adorei o post, bjos :*

    http://cold-vanessa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Um olhar do paraíso e OVOM tem fotografias estonteantes mesmo.

      Excluir
  8. Adorei seu blog! O post está ótimo... acompanhando seu trabalho ;)
    Um grande abraço
    www.mihpocket.com.br

    ResponderExcluir
  9. Olá! Só queria esclarecer que quem define a paleta de cores é o diretor de arte. O tratamento de cor, na finalização, é definido pelo fotógrafo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado. Irei corrigir. Abraços e boa semana.

      Excluir

Obrigado por mostrar seu dom. Volte sempre ;)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

Template por Kandis Design