segunda-feira, 15 de maio de 2017

Gayzismo Vs. Homossexualidade




Começo este texto esclarecendo que trata-se de uma opinião pessoal, mas embasada em muita leitura e vivência do assunto.

Homossexualidade tornou-se uma coisa chata para se falar atualmente. A militância LGBT tornou qualquer opinião divergente da deles um ato de homofobia - coisa que pode até virar lei, mas que para eles a divergência de opinião e variedade delas é completamente permitida. Pensamento completamente hipócrita para mim.

Segundo o movimento LGBT, ser homossexual virou parte do currículo e algo que temos que “engolir” a qualquer custo. Nós, cidadãos, que não fazemos parte do movimento, não podemos ter opiniões ou convicções religiosas, estas últimas tornam-se algo intolerável a eles, mesmo que o cidadão não manifeste suas crenças é atacado em seu âmbito pessoal e em sua fé. Não vou usar de hipocrisia aqui e dizer que não há intolerância da parte oposta também, mas não acho que isso justifique uma lei que proíba e puna o pensamento contrário a prática LGBT.




Este movimento luta por um ideal político disfarçado de necessidade de pessoas que optam por ser diferente das convenções – e sim, eu vejo homossexuais como pessoas que escolheram ser diferentes do esperado e apenas isso. Sim! Existe intolerância e preconceito, mas diante da aceitação e no mínimo respeito, é um número ínfimo em comparação com a sociedade como um todo.

Não sou contra o beijo gay, nem aos pares que optam por se unirem como esposos ou esposas, apenas não dou  a isso o mesmo grau de importância que dou a um casal - que mesmo que tirasse todas as minhas convicções religiosas de cena, teria muitos motivos para dar mais mérito a eles. E o que mais me irrita no movimento é justamente isso: querer derrubar todos os meus princípios e convicções para impor os deles, isso é questão de pensamento e respeito. Um grupo que luta pela liberdade, mas que não respeita a liberdade daqueles que a usam para discordar.




Não quero o fim da homossexualidade (isso seria o mesmo que querer o fim da sexualidade), mas quero o da militância LGBT. Eles levantam uma bandeira com as cores do arco-íris mas poderiam muito bem trocá-la por uma vermelha com a foice do socialismo. Só não lembram que, dentre todos os regimes políticos e  religiões, o socialismo eles defendem é o que mais caçou e matou homossexuais e o islamismo, o qual nunca vi sequer no mundo inteiro um protesto LGBT contra, é a única religião que pune a homossexualidade com morte. 

Sinceramente acredito que se um homossexual quer ser reconhecido e respeitado, a primeira coisa que  deveria deixar de fazer é militância e ser apenas aquilo que quer ser. Lute pelo que quer e conquiste, independente da sua escolha sexual. J-J


Mais

- Livro: "O mínimo que você precisa saber para não ser um idiota" (Olavo de Carvalho)
- Canal no Youtube: Nando Moura


Por: Stephanie Ferreira

8 comentários :

  1. Uma coincidência muito famosa existe entre o arco-íris do Homossexualismo, também chamado de Gueizismo ou de LGBT, e o da logomarca da Globo. Existe algo muito cabuloso por trás desta simbologia colorida. Esta simbologia é uma corrupção do Arco Divino, que é uma aliança que Deus fez com Noé, durante o Dilúvio.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Teoria interessante, explica melhor a relação com Noé por favor ???

      Excluir
    2. Senhora STEPHANIE FERREIRA, própria Bíblia relata este fenômeno natural em Gênese Capítulo 9, Versículos de 1 a 29. Agradeço-lhe de todo o meu coração! Obrigado!

      Excluir
    3. Estou falando da teoria que envolve o arco-íris de Noé com os símbolos!

      Excluir
  2. Eu sinceramente não quero o fim, acho errado uma vertente do movimento mas você não pode simplesmente falar que leu tudo e que movimento LGBT é errando, principalmente porque tem transsexual na história. Acho que é como a esquerda no Brasil, desunida e por isso causa tantas controvérsias, mas faz parte.

    www.vestindoideias.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Como pode a esquerda se unir se o seu lema é separar para conquistar?

      Excluir
  3. Acho que o importante é sermos todos humanos.

    Um beijinho no coração.

    Diamonds In The Sky, Daniela Silva

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ponto positivo, o meu problema são com movimentos de minorias, o homossexualismo em si não é algo que me incomode

      Excluir

Obrigado por mostrar seu dom. Volte sempre ;)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

Template por Kandis Design