quarta-feira, 3 de maio de 2017

A resposta (nada educada) de Pedro Blanche às feministas: "Seu movimento é uma *!" - Parte 2

Temos muito que falar sobre este lado sombrio do feminismo. | Internet


Caros leitores, continuarei com as refutações às feministas. Não tive como publicar este texto na última quarta (26) porque peguei uma virose de lascar. Agora estou bem. Continuando: de nada adianta 'lacrar', fazer frases feitas e dizer que não gostou do que escrevi. Fatos são fatos. Então, sem mais delongas vamos continuar com a segunda parte. (Leia a primeira dessa série aqui)

Depois que homens e mulheres assumiram suas funções na sociedade progredimos bastante na ciência, tecnologia, sociedade e outras áreas. O mundo patriarcal foi o responsável. Estas facilidades fizeram com que as mulheres contribuíssem para as nossas vidas: isso vai de Ada Lovelace (Internet), Florence Nightingale (Enfermagem) até a atriz Hedy Lamarr (Telefonia Celular). Se hoje vemos mulheres em determinadas áreas de trabalho é pelos avanços no campo da mecânica e indústria (que fez que as coisas pesadas ficassem leves) proporcionados por este mesmo mundo que o feminismo quer destruir.

Mas para o movimento feminista as mulheres foram sempre - e em período linear - oprimidas e abusadas. Se esta linha reta fosse verdade, a reação natural e de defesa não seria se afastar de todos os homens do mundo? Seria, se fosse verdade. Mas não foi. O homem, sabendo de sua condição de líder e sujeito mais forte e resistente às emoções, não admitiria que a mulher fosse subjugada de qualquer forma. Se pararmos para pensar, assim como no passado, nos dias de hoje quem define se um relacionamento vai ou não para frente é a mulher. Sempre foi.


5 - Uma guerra contra a família

E voltando ao mote do último tópico do texto anterior: 

"Sabendo que homens e mulheres sabiam de suas diferenças biológicas e viviam, de forma geral, harmoniosamente, como os poderosos internacionais iriam dominar o mundo? Simples, gerando a guerra dos sexos, diminuindo os homens e enaltecendo as mulheres em tudo."


Frases feministas. | blog Marxismo Cultural



O livro de Friederich Engels A origem da Família, da Propriedade Privada e do Estado já apontava que a mulher era escrava do homem assim como o empregado do patrão. Já a feminista Betty Friedan, na mesma onda de Engels, acreditava que fazer da mulher a vítima do homem a libertaria das amarras do patriarcado e do capitalismo. Já mostrei neste texto de 2015 um vídeo do feminismo não como um movimento independente, mas apenas uma ferramenta do revolucionário. Eis a parte mais interessante (de 36:58 à 38:27):







Não é à toa que fazem troça e vitimização da mulher enquanto mãe e dona de casa. O feminismo foi de sola e tudo para destruir a família e é claro tendo a mulher como peça (inconsciente ou não) da extinção desta. ATENÇÃO: para quebrar a família, o feminismo apela para todos os polos do seio familiar: a prática e promoção do homossexualidade, o divórcio e a criminalização social e moral do heterossexualidade. DUVIDA? (clique aqui

Como consequência disso tudo temos o Estado tomando conta das crianças; mulheres 'livres' do patriarcado; e homens sendo culpados de nascerem tais (grifos meus):

"Para a maior parte das mulheres (e homens) do mundo, a ideia de que elas estariam melhor sem as suas famílias parece um absurdo. O facto do movimento feminista se ter colado [à cultura] desta forma é uma peculiaridade da Historia. Se não tivesse sido a influência do Marxismo, e a emergência da agenda dos direitos dos homossexuais, isto não teria acontecido."




6 - Estupro e violência: dados para aumentar o poder do Estado


As feministas vão de vento em polpa em relação à violência e ao estupro. A primeira vista, parece que estão dispostas a ajudar a mulher neste momento hediondo, porém, de boas intenções o inferno está cheio. A falsificação de dados do tema é o esporte favorito das feministas para que a sociedade se solidarize a "combater a violência contra mulher". Botei em aspas porque tudo isso não passa duma desculpa para dar mais poder ao estado e retirar a autonomia do indivíduo.

Já tratei disso em 19 de outubro de 2016 com o texto Pesquisa fajuta que serve para engenharia social onde falo de um relatório vagabundo da Folha (Datafolha) em conjunto com o Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP) que dizia que o povo brasileiro era leniente com o estupro às mulheres ao ponto de "culpá-las" pelo crime sofrido usando frases da seara popular brasileira para "provar" como a sociedade é "retrógrada". Em resumo: estas falsificações vem com o objetivo claro de remodelar a sociedade aos valores revolucionários.


O jornal do Distrito Federal deu duas capas promovendo uma mentira. | Correio Braziliense


O movimento feminista até usa do expediente de PROMOVER FALSAS DENÚNCIAS do estupro para ter como alvo o "patriarcado" e o "homem", além de usar estes dados falsos para forçar o Estado à fazer as "políticas públicas" que tenham como alvo os mesmos citados. Também citei um caso na virada de ano 2015/2016 em Brasília onde Veluma Lara acusou um segurança de estuprá-la. As autoridades brasilienses concluíram que não houve o crime. O jornal local Correio Braziliense (CB) patrocinou esta mentira com duas capas sobre o assunto com direito aos "especialistas" de plantão para dar caldo à denúncia. Mesmo assim, o CB jamais fez um pedido de desculpas ou algo parecido depois de descoberta a verdade.

O mais cínico do movimento feminista é quando aparece um caso claro de estupro e elas vem com frases do tipo: "E aí, vai dizer que ela inventou?", "Essa vai para os que culpam a mulher pelo crime que sofreu" e o clássico "Mimimi é o c4r4lh0! Isso é culpa desses machistas que patrocinam a cultura do estupro." A resposta que tenho para essas feministas é que: O FATO DESTE CRIME TER SIDO REAL NÃO ANULA AQUELAS DENÚNCIAS FALSAS QUE VOCÊS PROMOVERAM, SUAS BURRAS!

E MAIS: a sociedade repudia o estupro e qualquer crime contra a mulher! Se duvida, veja inúmeros vídeos na internet de homens acusados (apenas acusados!) de estupro. O povo agride, mutila, queima e até mata este sujeito só pelo fato de ter sido apontado como tal. Peço que leiam este artigo sobre o linchamento de Jesse Washington nos Estados Unidos - acusado e culpado por estupro, onde até hoje há dúvidas se houve crime ou se foi consequência de preconceito racial (OBS.: imagens fortes).


7 - Elas dizem: "Não é feminismo, é 'femismo'. Pesquise mais!"

Ah, como morro de rir desta falácia. Cada vez que pessoas como eu mostra os crimes e equívocos do movimento as feministas, elas soltam pérolas como essa:

"NÃO É FEMINISMO, É FEMISMO!"

"EXISTEM MUITOS FEMINISMOS."

"ISSO AÍ NÃO É FEMINISMO. PESQUISE MAIS!"


Todas estas frases fazem parte da chamada "Falácia do Escocês" na qual o feminismo usa deste expediente com o objetivo de não atribuir seus crimes ao movimento. São dos mesmos escritores de "Deturparam Marx" e o clássico "Isto não é o verdadeiro socialismo". Entendeu? Depois deste promover o divórcio, o carreirismo feminino, a depressão nas mulheres, o aborto e outras maldades, o que que elas fazem?! Dizem que isso não faz parte da ideologia e culpa a geração anterior pelos "erros" citados.

Mesmo que aquela "feminista moderada" e a "radical" digam que são pessoas/ coisas opostas, ambas fazem parte do mesmo enxame. Eis um desafio às feministas: se existe este tal "femismo" então:

- Dêem o nome de um(a) pensador(a) "femista" que defenda tal ideia com este termo;
- Mostrem uma corrente de pensamento que venha com o nome "femista"; e
- Divulguem aqui um livro de cariz "femista" que mostre os princípios do "femismo."


Até mais, pessoal. J-J


OBS. 1: AH! CHAME UMA FEMINISTA PARA LER E COMENTAR AQUI. Eu vou adorar dizer umas verdades a ela!
OBS. 2: Essa série de textos continua porque ainda tem a terceira parte.




Por: Pedro Blanche

6 comentários :

  1. Nossa você citou sobre as donas de casa, deixa eu te contar algo que aconteceu comigo: Eu estava em uma discussão sobre donas de casa, mulheres que dedicam o seu tempo limpando a casa...pois é as tinha as'feministas' que estavam na discussão e disse QUE 'a mulher tem que fazer o que quer e se não for limpar a casa é problema dela' ai entrei no assunto e comentei 'a mulher pode ser o que quiser, fazer o que quiser mas ser PORCA é muito feio' ai prontooooooooooooooooooooo falaram que eu era machista só porque disse que mulher tem que ser limpa kkkkkkkkk (assim com o homem também), já pensou entrar na casa de uma pessoa, seja solteira(o) ou casada(o) e vê aquela sujeira?
    Acredito que ninguém teria coragem se quer de comer enfim....to cansada dessas discussões.

    rsrsrs

    Beijinhosss ;*
    Blog Resenhas da Pâm

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Elas são assim mesmo, Pâmela. Liberdade é da boca pra fora. | PEDRO BLANCHE

      Excluir
  2. Ai, pra ser sincera eu já cansei dessas discussões que nunca tem fim..

    www.mayaravieira.com.br

    ResponderExcluir
  3. Nossa, que guerrinha de sexos!

    Um beijinho no coração, fica com Deus!

    Diamonds In The Sky, Daniela Silva

    ResponderExcluir

Obrigado por mostrar seu dom. Volte sempre ;)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

Template por Kandis Design