quinta-feira, 9 de março de 2017

Quinta de série: Desventuras em série






No Quinta de série de hoje falarei de Desventuras em série, uma produção da Netflix que estreou dia 13 de janeiro esse ano, e que vi os seus 8 episódios em apenas dois dias. A série é baseada em 13 livros de Lemony Snicket, de mesmo nome. A primeira temporada é sobre os primeiros 4 livros.

Preciso dizer que sou suspeito pra falar, porque sou fã dos livros (só falta ler 2), mas a série televisiva conseguiu superar minhas expectativas por ser bem fiel às obras. 

Na história conhecemos Klaus, Violet e Sunny Baudelaire, três jovens que agora terão que lidar com a desventura de perder os pais em um incêndio, que já de cara parece ser criminoso. Agora, estarão sob a tutela de um parente próximo. No caso, o Conde Olaf, um familiar estranho que logo irá revelar suas reais intenções. Como é de se esperar, Olaf perde a guarda dos meninos e o Sr. Poe se encarrega de achar novos tutores para eles. 

Eles ficam sob a guarda de tutores bem distintos: como um reptologista, o senhor Montgomery Montgomery; uma especialista em gramática, a senhora Josephine, e tantos outros. Eles terão que lidar com realidades pra lá de sombrias, muitas tragédias e com o Conde Olaf, que fará de tudo para se aproximar deles (TUDO mesmo). Quem se interessou em assistir deverá estar preparado para muito sofrimento e tristeza.




O que mais me surpreende em Klaus, Violet e Sunny Baudelaire é a capacidade de união que eles tem e a resiliência para lidar com tantas situações catastróficas. Podemos ver suas descrições fielmente como no livro: Klaus é um garoto inteligentíssimo, apaixonado por leituras e que sabe utilizar seus conhecimentos muito bem; Violet é uma jovem engenheira que tem incríveis insides de invenções quando apenas amarra seu cabelo; e Sunny é uma adorável bebê que tem uma força incomum em uma parte do seu corpo. 

Desventuras em série me deixou a lição que não importa o lugar que estivermos ou as adversidades que passaremos, o que importa mesmo é com quem iremos passar por todas elas. A relação dos irmãos é incrível. Eles se completam, se consolam, se ajudam e se protegem. Acho bonito que a Sunny só é compreendida por seus irmãos S2

O que gostei também foi de ver a atuação de Neil Patrick Harris como Conde Olaf (Muito melhor do que o Jim Carrey nos cinemas). Neil tem expressões sombrias, mas que às vezes me deu vontade de rir, sua caracterização é fenomenal e também sua forma de atuar.




Além dos personagens principais, também há o narrador, Lemony Snicket, que aparece em cena e interage com o público, seja pra dar sua opinião, comentário ou explicar algum termo desconhecido (Até isso a série da Netflix adaptou muito bem). A quebra da quarta parede aparece nesses momentos e também quando Conde Olaf, em uma cena, diz que "não iria para o cinema, por que preferia assistir TV em casa" e olha sutilmente para a câmera, uma piada interna da Netflix muito boa.

Enfim, a adaptação da série foi incrível, não tenho nada a reclamar. Aliás, só o que não gostei foi da atuação e escalação do sr. Poe. No livro ele era um senhor gordo e branco, mas como nem tudo pode ser perfeito...

Com Desventuras em série eu pude sofrer junto com os órfãos, me emocionar com a história, cantar a música de abertura sempre que passava (Gostei muito da música e da abertura) e até mesmo me divertir (Tem algumas cenas e diálogos bem engraçados). 





No geral, a série é bem feita e possui um trabalho técnico extraordinário de design de produção, cenários, figurino, trilha sonora, maquiagem e fotografia. Tudo isso contribui para o clima gélido, sombrio e cinzento da série. 




A season finale foi incrível. Agora, aguardo os 8 ou 10 episódios da segunda temporada em janeiro de 2018. J-J






Por: Emerson Garcia

13 comentários :

  1. Já puvi falar e me interessei em assitir só pelo post, que legal.

    Beijos,
    DMULHERESInstagramFanpage

    ResponderExcluir
  2. Eu morro de vontade em ler os livros, mas nunca arrumo dinheiro pra isso :'( Mas quero demais! A série vi tanta gente falando mal, mas você agora me motivou à assistir.

    www.vestindoideias.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse povo não sabe de nada. A série é perfeita. Vai por mim.

      Excluir
  3. Já li bastante sobre a série, mas ainda não assisti. Quero terminar as que tô assistindo e começar essa. Adorei o post!

    www.mayaravieira.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Assiste, sim. Ela é bem rápida. Talvez não funcione como maratona, pq os episódios são duplos, mas com certeza você irá viciar.

      Excluir
  4. Nunca li os livros Emerson, mas a série me parece ser bem divertida!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito divertida e trágica, ao mesmo tempo, Camila!

      Excluir
  5. Fez parte da minha adolescência. Acho muito legal! Só me lembra você rss.

    rasgadojeans.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Eu comecei a assistir, mas chegou um momento que me vi cansado e parei. Não sei se vou voltar para a série, pois prefiro o filme e os livros.

    Até mais. https://realidadecaotica.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Obrigado por mostrar seu dom. Volte sempre ;)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

Template por Kandis Design