domingo, 22 de março de 2015

E esse apego aí?!






Relacionamentos sempre fazem parte da vida de qualquer pessoa. É impossível viver, sem que dependamos dos outros. Existem vários relacionamentos. Aqueles que você se doa demais, outros que se doa de menos. O problema está quando se doa demais a uma pessoa, e o sentimento dela não é igual ao seu. Ele pode ser inferior, ou até mesmo indiferente. E aí está o motivo de muitas decepções: o doar-se demais, o apegar-se demais e o esperar demais. 

O meu erro, talvez, é esperar demais das pessoas. Sempre acabo me decepcionando. Sou aquele que quando gosta é pra valer, me doo por completo a família, amigos e situações. Sou 80 para todos os relacionamentos que acredito e creio que darão certo. Mas aí - não sei se a pessoa acha que estou supervalorizando algo, ou se ela tem outras prioridades, ou se ela não acredita na relação - acaba que ela se doa em uma proporção menor que a minha. O mesmo acontece com as situações. Invisto, supervalorizo, acredito, e no final, elas se apresentam dissolvidas e passageiras, ou seja, muito investimento para pouco retorno.

Ainda não aprendi o ditado "Melhor é dar do que receber" ou "Faça algo sem pedir nada em troca". Eu me frusto, poxa. EU ME FRUSTO. Não é fácil receber a indiferença como troca por uma doação completa minha. Eu posso até ser 'doente' por relacionamentos e tenha até que praticar a 'lei do desapego', mas não me vejo de outra forma e nem sem me relacionar com outro ser humano. Alguns dizem pra mim, 'eu não gosto de você da mesma forma que você gosta de mim'. Mas, gente, ao contrário do que se pensa, isso não é amor, é apenas o meu sentimento por quem eu gosto e quero plantar amizades.

Talvez um dia, eu aprenda a não me doar tanto pelas pessoas ao meu redor ou talvez, ainda, não me importe com o retorno de sentimento delas. Pelo que tenho visto, tenho que praticar a segunda opção. Acho que não vou parar de levar almoço para os meus amigos de serviço; não vou parar de me preocupar com eles; vou fazer de tudo para agradá-los, até naquelas situações que não gosto muito; vou pagar lanche no Subway pra eles; e sempre vou perguntar como eles estão no Whatsapp. Não quero ser ninguém além de mim mesmo. Esse apego faz parte de mim. Mas não vou me preocupar se a amizade é recíproca ou não. J-J


Por: Emerson Garcia

16 comentários :

  1. Oi! A gente é ser humano e muitas vezes vai querer sim algo em troca e quando não recebemos claro que ficamos chateados. Mas a vida é assim, é seguir em frente. Tem coisas que acontecem para dar um clique.

    Bjs, rasgadojeans.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade. Tem horas que precisamos seguir em frente.

      Excluir
  2. Adorei a crônica, cada palavra escrita foi super verdadeira. Muito bom!!!

    Até mais!
    Math // de-livro-em-livro.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Nossa me identifiquei muito com teu post...
    Sei bem como é que é isso...
    Tenho esse meu jeito de não saber não ser carinhosa, de não perguntar no WhatsApp como estás, ou sempre está disposta a ouvir...
    Mas acabamos sofrendo com quem não é assim também...
    Porém não pretendo mudar...
    Beijos e beijos

    http://simplesmentelilly.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é. Mudar isso é mudar a nossa natureza.

      Excluir
  4. Gostei tanto que até compartilhei seu post no facebook :D
    Beijos e beijos e ótima semana

    http://simplesmentelilly.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Poxa. Fiquei muito feliz por ter compartilhado. :)

      Excluir
  5. A verdade é que eu acho isso: se a pessoa gosta e está acreditando naquele relacionamento, se joga mesmo. Tem gente que vai aceitar e tem gente que vai recuar, normal. Só não pode deixar de ser você só por causa de pessoas que não são acostumadas com isso, danem-se elas. Adorei o texto!

    Beijos!
    www.likeparadise.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é. É difícil esquecer dos outros, mas é preciso.

      Excluir
  6. É uma válida reflexão. Acho que o importante é fazer o que queremos e que temos genuína vontade, sem esperar nada de ninguém. Assim, não nos frustramos e só nos surpreendemos positivamente.

    www.chezb.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é. A lei da reciprocidade pode vir de outras formas, até o universo pode se encarregar disso.

      Excluir
  7. Hello from Spain: your reflection is very interesting. I also like real people. Real friends. People whom I can trust. Keep in touch

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Yeah. But we can not always count on real people around us.

      Excluir
  8. Nossa. Entendo vc muito bem. Sei como é se doar p as pessoas sem a reciproca que esperavamos.
    Mas acho que com o tempo vamos apreendendo a n nos machucar tanto msmo ainda se dedicando tanto :)
    Um coraçao calejado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é. Vamos amadurecendo com os relacionamentos que não deram certo.

      Excluir

Obrigado por mostrar seu dom. Volte sempre ;)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

Template por Kandis Design