domingo, 25 de junho de 2017

Um pequeno histórico da comunidade LGBTQ+: Stonewall e a Parada LGBTQ+



Em comemoração ao mês do Orgulho LGBTQ+, teremos 7 postagens especiais sobre essa comunidade  e falaremos sobre assuntos que a envolva. Escolhemos fazer essa semana em homenagem a revolta de Stonewall que teve início no dia 28 de junho de 1969, o que foi um marco importante. Começamos no dia 25 pois é quando acontece a parada LGBTQ+ em New York, onde tudo começou.

No dia 28 de junho de 1969, em New York, aconteceu uma batida policial em um bar que era frequentado por pessoas LGBTQ+. Nessa época, pouquíssimos estabelecimentos aceitavam a presença desse público e os que permitiam geralmente eram bares. As batidas policiais eram bem frequentes, mas a comunidade local estava saturada de toda essa violência.

Em uma das batidas um grupo de travestis foi preso, e isso gerou muita indignação nas pessoas presentes e foi aí que teve início a revolução. Elas começaram a investir contra os policiais, que para se defenderem, se trancaram dentro do próprio bar. Os homossexuais, travestis e cia começaram a apedrejar o lugar, atearem fogo e ainda tentaram abrir a porta do estabelecimento à força.

Com toda essa resistência, acabou sendo necessário reforços policiais, mas não foram muito úteis. A comunidade LGBTQ+ continuou lutando e protestando contra a polícia e arremessou tijolos, garrafas, pedras, etc. Depois de toda essa disputa, as coisas aquietaram um pouco.

No dia seguinte, tanto a polícia quanto os protestantes voltaram ao bar. Eles escreveram mensagens nas paredes, pedindo direitos iguais. Não muito tempo depois, o combate entre os frequentadores do bar e os policias começou novamente. Aqueles jogavam pedras, tijolos e garrafas nestes.



Foram seis dias de embate. Todos os confrontos só tiveram fim quando o Presidente da Câmara decidiu acabar com a violência que vinha por parte da polícia. Então, o bar foi reaberto e todos seus antigos frequentadores retornaram. E foi assim que deu-se início a parada LGBTQ+ e o Dia do Orgulho LGBTQ+, que geralmente é comemorado no dia 28 de junho (ou datas próximas) por causa da rebelião de Stonewall.

Muitas pessoas (principalmente aquelas que não fazem parte da comunidade LGBTQ+) acabam olhando a parada como uma festa, mas não entendem que não é só isso. As paradas LGBTQ+ que acontecem todos os anos tem temas muito importantes que são discutidos e protestados. 



No último domingo (18) aconteceu a Parada LGBTQ+ de São Paulo. Seu tema foi “Estado Laico” e seu slogan era “Independente de nossas crenças, nenhuma religião é lei! Todas e todos por um Estado Laico”. 

Segue abaixa uma lista dos temas discutidos nos últimos dez anos nas Paradas LGBTQ+ de São Paulo: 

2007 - "Por um mundo sem racismo, machismo e homofobia"
2008 - "Homofobia mata! Por um Estado laico de fato"
2009 - "Sem homofobia, mais cidadania – Pela isonomia dos direitos!"
2010 - "Vote contra a homofobia: Defenda a cidadania!"
2011 - "Amai-vos uns aos outros: basta de homofobia!"
2012 - "Homofobia tem cura: educação e criminalização."
2013 - "Para o armário nunca mais – União e conscientização na luta contra a homofobia."
2014 - "País vencedor é país sem homolesbostransfobia: chega de mortes! Criminalização já!"
2015 - "Eu nasci assim, eu cresci assim, vou ser sempre assim: respeitem-me"
2016 - "Lei de identidade de gênero, já! - Todas as pessoas juntas contra a transfobia!"
2017 - "Independente de nossas crenças, nenhuma religião é lei! Todas e todos por um Estado laico"

Podemos concordar que ainda falta muito o que ser discutido. Os temas são coisas recorrentes, como a homofobia, que ainda é algo presente no dia a dia de muitos membros da comunidade LGBTQ+. 

Do mesmo jeito que acontece aqui, acontece em New York, onde foi o início de tudo. Eu não consegui encontrar na internet a lista com os temas abordados mais recentes da parada de NY, mas fica claro que não é uma festa, e sim uma forma de manifestação.

E assim terminamos o primeiro post de uma sequência de sete da Semana do Orgulho LGBTQ+. Não deixem de conferir! J-J



Por: Thiago Nascimento

10 comentários :

  1. Oi, tudo bem?
    Gostei do post mostrando o que há por trás da parada, que é muito além de um dia de comemoração, e sim um dia de extrema luta por inúmeros direitos! Realmente ainda falta muitas questões a serem discutidas, mas aos poucos as coisas vão dando certo! A parada é um evento incrível e de muito orgulho mesmo!
    Beijos
    www.somosvisiveiseinfinitos.com.br

    ResponderExcluir

  2. A Parada em Dublin foi esse sábado. Eu dei uma passada por lá e sério, foi muito amor! A do BR eu nunca tive a oportunidade de conhecer.


    Beijinhos
    n. // www.fashionjacket.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que interessante saber disso!

      THIAGO NASCIMENTO

      Excluir
  3. Acho que nada disto era necessário se todos respeitassem os outros, por mais que não concordem.

    XOXO
    http://diamonds-inthe-sky.blogspot.pt

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Uma pena que precisa acontecer eventos assim.

      THIAGO NASCIMENTO

      Excluir
  4. Não fazia ideia da história de porque surgiu as paradas, mas achei interessante. Acho que com o tempo os assuntos vão ficando mais elaborados né? Tudo parece clichê, mas sem isso ninguém começa a mudar nada.

    www.vestindoideias.com

    ResponderExcluir
  5. Calma JJ, não precisa chorar!!

    Eu voltei!! AHAHAHAH :D

    Gostei de conhecer a história!! Eu fui em uma parada mas, não estava na muvuca, estava em um barzinho e aí nem lembrava que tinha parada na cidade. hahahaha #souavoada Então, nem conta que eu fui né? Ou conta? hahahaha

    Um beijo,

    www.purestyle.com.br

    ResponderExcluir
  6. Não sabia que as paradas tinham temas, que interessante isso!!!

    ResponderExcluir

Obrigado por mostrar seu dom. Volte sempre ;)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

Template por Kandis Design