terça-feira, 20 de março de 2018

Uma poesia e um vídeo sobre a falta de segurança pública e violência



Nos últimos dias o Rio de Janeiro tem vivido momentos de violência e falta de segurança pública. É claro que isso já tem sido recorrente na cidade maravilhosa (mas não tão maravilhosa assim), mas na semana passada a população local, nacional e mundial chocou-se e comoveu-se ainda mais com os episódios de um pai executado na frente do filho e os assassinatos da vereadora Marielle Franco e de seu motorista Anderson Gomes.

Esses fatos violentos não tem sido registrados somente no RJ, mas em vários outros lugares do mundo. A minha cidade, por exemplo, tem vivido dias de terror. Moro na Ceilândia, cidade satélite da capital do Brasil (Brasília), e posso citar alguns eventos: homem que matou a esposa e depois se matou; homem que ateou fogo na esposa e em si mesmo; carro fuzilado por bandidos em um posto de gasolina (o carro tinha seis pessoas); dois homens feridos por tiros na avenida principal da cidade (tudo leva a crer que foi acerto de contas);  mulher atropelada enquanto ia para o trabalho; e mulher que fugiu de um assalto no ônibus que estava e foi atropelada (tendo sua cabeça esmagada) pelo próprio veículo. SIM! Todos esses eventos ocorreram na minha cidade próximos de onde moro em UM CURTO ESPAÇO DE TEMPO

Todos, sem exceção, tem sofrido com a violência das cidades e a falta de segurança pública. O Arthur Claro, blogueiro responsável pelo Arthur Claro = porém ≠, criou uma poesia exatamente com o intuito de retratar os seres humanos que sofrem os efeitos desse caos mundial. Leia e reflita:


Presente

Mais lágrimas para uma voz calada
Atentado diário nas nossas cidades
Rua taciturna acorda depois de alvejada
Instantes mortais das maiores crueldades
Executaram sem compaixão
Lágrimas não aliviaram o sofrimento
Lágrimas não cessaram o sentimento
Entre o pensamento e o caixão

Armadilha preparada com antecedência
Notícias nem tão novas nos noticiários
Disparos aumentando a violência
Escassez de empregos e baixos salários
Retrato do país inteiro manchado
Sonho interrompido prematuro
Olhos cerrados para o futuro
Não podemos ficar aqui calado

Poetizo estas palavras para protestar
Represento em palavras a minha voz
Expresso com palavras o meu descontentamento
Solto o verbo com estas palavras
Estas palavras não podem ser censuradas
Não me calem
Tenham respeito por todos
Este protesto não acabou aqui

Arthur Claro



A poesia do Arthur já foi curtida por vários famosos, como Elizabeth Savala, João Barone, Bárbara Borges, Camila Pitanga e Cláudia Ohana. Se ela te tocou, copie e cole nas suas redes sociais com a hashtag #ArthurClaro

Finalizo o post de hoje com o vídeo que bombou nas redes sociais e foi exibido até mesmo no Jornal Nacional na noite de quinta-feira passada (15) da autoria de Ana de Cesaro, em que é uma reflexão exatamente sobre a violência e a falta de segurança pública:







Chega de violência! J-J


Por: Emerson Garcia

13 comentários :

  1. Não tinha lido ainda essa poesia, gostei. Uma pena que nosso país esteja tão violento e com tantos problemas.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  2. Quero dizer que gostei do post, também agradeço por compartilhar a minha poesia. Parabéns.

    Arthur Claro
    http://www.arthur-claro.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. O RJ pra mim acho que é ainda pior, porque normalmente temos casos como homem mata mulher (feminicídio) mas quando o caso é político não tem nem comparação. Estamos à mercê de uma nova ditadura militar e espero que algo evite que isso aconteça.

    www.vestindoideias.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É complicado mesmo, Carla. Tenho acompanhado as notícias do RJ e mão tenho ficado nada feliz.

      Excluir
  4. Situação tá preta pra todos nós, em todos os cantos do pais.

    clebereldridge.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Está tudo tão aterrador. É como disse, estamos todos imersos na barbárie. Enquanto não houver investimentos precisos na educação só poderemos esperar dias mais tenebrosos.

    A poesia do Arthur vem como uma acalanto. Obrigada por compartilhar conosco.

    Super beijos,
    Blog Missmoon | Por Neila Bahia​ ♥ ​

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim. Tudo passa pela educação. Uma pena os políticos não terem conhecimento disso.
      Também gostei muito da poesia do Arthur.

      Excluir
  6. Essas notícias também passaram cá!!1 E hoje ouvi a notícia de outro assassinato no Brasil... Um país maravilhoso com tanta violência!!!
    xoxo

    marisasclosetblog.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É muito triste, Marisa. E o RJ é tão bonito e maravilhoso.

      Excluir
  7. Olá JJ tudo bem???

    Essa triste realidade está presente em todo o Brasil e não consigo ver um final feliz e rápido para isso... A morte da Marielle não pode virar estatística, tem que servir de estopim pro povo exigir mudança...

    Esse poema é lindo, não sabia de quem era...


    Beijinhos;
    Débora.
    https://derbymotta.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acredito que ainda possa existir uma luz no fim do túnel.

      Excluir

Obrigado por mostrar seu dom. Volte sempre ;)

Nos siga nas redes sociais: Fanpage e Instagram

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

Template por Kandis Design