quarta-feira, 5 de julho de 2017

'Split the sky' de Chris Quilala leva à adoração com pop retro e música eletrônica





Split the sky é o primeiro cd solo do cantor Chris Quilala, que ministra na banda Jesus Culture. Lançado no final do ano passado, em 11 de novembro, o álbum traz uma identidade bem diferente do JC, por se aventurar em uma nova área da adoração, com influências do pop retro, música eletrônica e futuristas. 

Chris Quilala é um jovem intérprete, que propôs um trabalho diferenciado para a juventude e pra quem curte um som mais pop. Atualmente com 34 anos, ministra e leva as pessoas à adoração, com seu som e voz. Quilala é cantor, guitarrista e baterista. Faz parte do Jesus Culture desde os 14 anos de idade.

O título do álbum - Split the sky - tem um significado: a busca de Deus em nossas vidas e como a gente o responde através da adoração. Em uma tradução literal significa Dividam o céu, ou seja, há uma ação e reação entre o homem e Deus quando se louva.

A obra conta com 12 faixas, com letras que falam de esperança, encontro e um desejo profundo de Deus em relacionar-se conosco. Entre elas, merecem destaque Because of your love, Won my heart, Surrendered, Reign e The lenght of the cross.  

Because of your love foi a primeira música apresentada ao público. Ela tem um ritmo bem leve e uma pegada indie pop. O teclado clássico une-se ao eletrônico e aos sons compassados, criando uma melodia gostosa de ouvir.

Won my heart traz um bom uso da guitarra e do som eletrônico. A música é ideal para viagens.

Surrendered aproximasse muito da adoração tradicional e poderia ser cantada em igrejas e congregações. Ela foge um pouco do eletrônico, mas não deixa de ser interessante.

Reign é dançante, com umas batidas que lembram festas eletrônicas. Não tem como ficar parado ao ouvi-la!

The lenght of the cross traz um ritmo que lembra um pouco o rock, com uma melodia mais fechada e 'darkness'. Tem um som bem marcado e compassado. 





A capa do cd foi criada basicamente com duas cores: um tom de verde e um de amarelo. Ela traz um conceito futurista por conta das linhas transversais e no busto do cantor. Algumas vezes, as linhas sugerem movimento e até mesmo digitais humanas. Um trabalho minimalista, mas que trouxe inovação e futurismo.

No Vevo do cantor foram disponibilizados três videoclipes de três canções, After my heart, Won my heart e Because of your love. Os clipes trazem uma psicodelia e um futurismo, que combinam bastante com as músicas. Há muitas cores, neons e linhas em movimento. O grafismo lembra a galáxia e elementos do universo. Chris fica parecido com um holograma, por conta da transparência e tecnologia empregadas. 





















Split the sky traz uma proposta inovadora e diferente de tudo que você já viu. Já conheciam? J-J




Por: Emerson Garcia

5 comentários :

  1. Não conhecia,depois vou procurar mais músicas para escutar.

    www.paginasempreto.blogspot.com.br

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Olá JJ,

    Adoro conhecer cantores novos..

    Um beijo,

    www.purestyle.com.br

    ResponderExcluir
  3. Boa,valeu a dica mano,estava mesmo precisando atualizar minha playlist,abraço,,
    http://lorraneejunior.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Ainda não conhecia, gostei!

    www.vestindoideias.com

    ResponderExcluir

Obrigado por mostrar seu dom. Volte sempre ;)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

Template por Kandis Design