sexta-feira, 14 de outubro de 2016

5Q: Millenium- Os homens que não amavam as mulheres







Moral
Uma parceria improvável poderia dar certo? Quando uma oportunidade surge para se reerguer profissionalmente, você pode aceitá-la ou rejeitá-la e continuar fracassado. Pessoas machucadas em relacionamentos tóxicos, podem renascer em outro relacionamento?

Cena boa
A cena em que Lisbeth conhece Mikael e todas as outras em que os dois aparecem juntos. Tô pra ver uma química tão boa entre atores de cinema.
Se fosse pra citar uma em específico seria a que os dois resolvem abrir o jogo um ao outro e confidenciar suas mágoas, seus pontos fracos e fracassos, até que se apaixonam e se beijam.

Cena ruim
Difícil escolher uma cena ruim desse filme incrível, mas poderia citar uma inicial, quando acontece um jantar na casa de Mikael. Achei que foi superficial e que faltou algo a mais.

Perfil
Mikael Bomkvist é um jornalista investigativo que trabalha na revista polêmica e conceituada Millenium. Ele sofre um processo de calúnia e difamação, além de acusações de ter um caso com uma funcionária da revista. Lisbeth Salander é uma investigadora particular, que é contratada para descobrir os podres de Mikael. Em meio a todo cenário de crise, Mikael é contratado por Henrik Vanger, para investigar e escrever sobre o misterioso caso de sumiço de sua sobrinha, Harriet Vanger, que desapareceu há 36 anos, sem deixar pistas em uma ilha no norte da Suécia. Para se reerguer, Mikael aceita a proposta e contrata uma parceira improvável: a mesma que o investigou. A crueldade que fizeram com Harriet Vanger tem mais pontos em comum com Lisbeth do que se imagina: ela, durante toda a vida, sofreu abusos sexuais por homens maldosos, o que a tornou uma mulher cheia de traumas, incontrolável, esquisita e antissocial. Essa parceria, portanto, tem mais pontos em comum do que se possa crer.

Opinião
O filme é baseado na trilogia Millenium de  Stieg Larsson. Embora longuísismo, ele é interessante sobre muitos aspectos, seja no jornalístico e investigativo, na questão de abusos e violências sexuais, em estereótipos e preconceitos, e em conceitos feministas. A produção consegue te prender, assim como os personagens. Gostei muito de contar duas histórias, que pareciam que não tinham ligação, e depois conectá-las. Fez muito sentido em minha cabeça. Vale muitíssimo a pena.  J-J


Por: Emerson Garcia

3 comentários :

  1. Emerson, amore
    Adoro esse filme e tem uma trama muito boa, uma boa fotografia e o filme te prende até o final. A cena dela "tatuando" a barriga do seu tutor/estuprador, foi massa! Ela é esquisita mas mesmo assim gostei demais de sua atuação,realmente a química entre os dois é massa.
    Como sou uma romântica incurável, ela deveria ter terminado com o jornalista/ Bond.
    Bjokas, Sheyla.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa cena me deu agonia, mas acho que todas as mulheres agredidas deveriam agir assim.
      A garota e o jornalista são o melhor casal. Com certeza deveriam ficar juntos.

      Excluir
  2. Vou já ver esse, super interessada!

    Beijinho,
    Daniela Silva
    ❀ Diamonds In The Sky

    ResponderExcluir

Obrigado por mostrar seu dom. Volte sempre ;)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

Template por Kandis Design