quarta-feira, 16 de março de 2016

Desabafo: A geração 7 a 1 Versus Rodrigo Hilbert

Parte da cena que "chocou o Brasil" | GNT


Iria falar do comportamento nojento da galera do PSDB cuja razão de viver é dar sobrevida ao PT e sua quadrilha canalizando toda voz opositora. Agora, falarei da frescura e da "indignação" dos internautas só porque o ator Rodrigo Hilbert matou uma ovelha para... Comer.

O acontecimento foi no canal de TV por assinatura GNT (antiga Globosat News Television). O resultado de tudo foi de textões no Facebook e até um abaixo-assinado pedindo a extinção do programa.

QUE ABSURDO! Olha, esta geração é a mais frescurenta e vergonhosa de todos os tempos que acredita que leite vem da geladeira, ou no máximo do supermercado. Uma geração leite-com-pera que se entope de alimentos sintéticos e sente uma fraqueza de um ancião de 90 anos mesmo tendo 20 no RG.


Você sabia?

Tanto Rodrigo quanto eu viemos de famílias numerosas e com o pé no campo, onde se tinha de plantar, colher e criar para comer e vender os frutos do trabalho na cidade grande. O tempo nos fizeram mudar os rumos da vida. Ele se tornou ator, e eu fui para o jornalismo.

Sai do campo, me adaptei ao meio urbano, venci na vida e não tem medo de enfrentar as intempéries. Hoje vejo em cada canto jovens urbanoides desanimados e derrotados com a vida. Não é à toa ver gente do campo dizer aos que voltaram da selva de pedra que "a cidade o estragou".

Até as mulheres daquela época eram mais corajosas, porém, mais femininas e maleáveis. Os homens eram mais viris, mais musculosos e mais seguros de si. Hoje vemos franguinhos sem coragem e com medo de dizer um "oi" às garotas porque perderam o senso de como se relacionar com as mulheres.

E isso se engloba no mundo alimentício: a Amil fez este vídeo mostrando que nossas crianças entupidas de plástico não conhecem os alimentos.




"Pedro, o que isso tem haver?" TUDO, CARA PÁLIDA! O choque de algumas pessoinhas da internet apenas respalda o vídeo anterior. Estão chocados com o óbvio. O que me deu mais raiva ainda foi o ator ter de pedir desculpas por fazer algo tão corriqueiro no mundo culinário.


Oi, gente! Em primeiro lugar, respeito as opiniões de todos vocês. Venho de uma família grande, igual a muitas outras...
Publicado por Rodrigo Hilbert em Segunda, 14 de março de 2016



Doentia animalista

Independente se é ou não veg(etari)ano, os animais e a natureza estão na Terra para servir a gente, e não o contrário. Hoje, vemos pessoas chocadas por um animal morto, mas relativizam sobre quando começa a vida humana. Ninguém percebe que esta sociedade está doente e não sabe distinguir, literalmente, alhos de bugalhos.

Mire-se nos seus avós: quantos viveram por muito tempo comendo carne? Meu finado avô se lembrava e (disse para mim que) estava nas Linhas Maginot e era muito arteiro. Eles se alimentavam bem, ao contrário desta geração. Quem contextualiza melhor isso é o vlogueiro Leonardo Olivaria, o Conde Loppeux de Villanueva.




E para terminar: que o bom senso seja recuperado

Que todo este carnaval de insanos se encerre o mais breve possível. Se tiver filhos, é bom que se mostre de onde vem os alimentos. Ir a uma chácara será educativo e interessante a elas. Hoje a vida de nossos pequenos se resumem ao bloco de apartamento. Quando crescerem e não conhecerem o óbvio vão se chocar com cada coisita de nada.

O mundo não é um arco-íris. As carnes não vem prontas da sessão de carnes do Carrefour, e nem o leite vem da geladeira. Arrisque-se mais! Tenha ousadia e não medo de lidar com o desconhecido.

Agora, para os frescos que se chocaram de ver uma ovelha ser morta, descascada, cortada, frita e moída deixo este vídeo para vocês. Vocês é que merecem um 7 a 1 eternamente até aprenderem o que é a vida.




Até mais, pessoal! J-J


Por: Pedro Blanche

5 comentários :

  1. Palmas Pedro! Concordo demais com você! Nem sabia dessa história e do auê que ela repercutiu. As pessoas estão preocupadas com o que os outros fazem ou deixam de fazer. Se importando com coisas bobas que não as desrespeitam. Os que fazem isso não se movem a favor de nada, só querem fazer textos pra as redes sociais.

    rasgadojeans.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Obrigado, Samara. Eu vi que por conta disso o ator pode perder patrocinadores e este castigo pode se estender na esposa, Fernanda Lima. Estamos numa geração de chorões e covardes. Abraços! | PEDRO BLANCHE

    ResponderExcluir
  3. Não tava sabendo disso do Rodrigo, que loucura! O povo tá problematizando TUDO. Acho que as pessoas veganas são bem resistente e fortes, não sou contra. Só sou contra as pessoas veganas que querem problematizar tudo, como também sou contra pessoas que carnívoras que forçam as veganas a comerem carne. Em um dos colégios que eu estudei, tinha um garoto na minha sala que era vegano, mas nossa... os garotos enchiam o saco no menino pra ele comer carne, eu achava isso desnecessário, porque isso é de cada um, sabe? E ele sempre foi na dele, nunca ficou forçando os outros a comerem só comida vegana. Sei lá, isso vai muito de cada um.

    Beijos!
    www.likeparadise.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, Thami. Boa colocação. Abraços! | PEDRO BLANCHE

      Excluir
  4. Eu não acompanhei a história toda, mas vi os burburinhos nas redes sociais. Acho que o que realmente chocou, foi o fato de ter mostrado, por mais que a gente saiba que é assim que "funciona". Apesar de amar carne, se eu vejo uma cena dessa, sei lá... Por mais que seja bobo agir dessa maneira, eu sou do time que sabe como acontece, mas prefere não ver. Mas de forma alguma julgo o programa e entendo qual foi o objetivo. E respeito os vegetarianos, apesar de achar que muitos deles não respeitam. Julgam muito! Enfim... Acho que é isso!

    Beijos,
    Carol
    www.pequenajornalista.com

    ResponderExcluir

Obrigado por mostrar seu dom. Volte sempre ;)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

Template por Kandis Design