segunda-feira, 21 de abril de 2014

Brasília 54 anos



54 anos se passaram desde a fundação de Brasília, em 21 de abril de 1960. JK idealizou o projeto de uma capital no centro do país logo após a cobrança de um eleitor goiano. A construção de Brasília envolveu pessoas de todo o Brasil, é por isso que atualmente existem nordestinos, paulistas, sulistas, entre outros. JK não imaginava que a região crescesse tanto, pois ela foi arquitetada para abrigar bem menos gente. E também nem imaginava que ela tivesse que enfrentar uma série de problemas...

O objetivo de ter uma cidade localizada fora do litoral é para prevenir ataques aéreos ao centro do poder. O famoso avião, com o Congresso, Esplanada, Museu e Biblioteca da República, divididos em Asa Sul e Norte e Lago Sul e Norte, deixou Brasília elitista, mas com um monte de problemas a sua volta.

Logo ali perto na Rodoviária do Plano, o caos está instaurado. Não existem projetos (nem JK pensou nisso) para menores abandonados, moradores de ruas, que perambulam a qualquer hora do dia, descalços, com seus cobertores mal cheirosos, pés sujos e cabelos desgrenhados. Eles estão ali, e não são percebidos. Misturam-se aos inúmeros transeuntes, de uma rodoviária mal organizada, que sempre está em obras que nunca terminam, e que não oferece nenhum conforto aos seus usuários.

A desigualdade social em Brasília é comum, como em qualquer outro lugar. O Estádio Nacional mistura-se aos catadores de lixo da Estrutural; péssimos atendimentos em hospitais não tem nada a ver com as festas dos engravatados; assim como pessoas de bem são confundidas com corruptos (alguém de fora pode falar "e ai, roubando muito?"). 

Mas ai você pode dizer, "o aniversário é de Brasília. O entorno não tem nada a ver com isso". É por causa desse pensamento mesquinho que Brasília tem enfrentado tantos problemas. Ter um Estádio monumental é genial, incrível e bonito; mas ter pontos da cidade abandonados não é nada interessante para a imagem dos políticos. O que eu vejo em Brasília são "obras para inglês ver"; propagandas governamentais que mostram um mundo fictício, nada a ver com a realidade. 

Pensamentos medíocres como "Copa não se faz com hospital" é que contribuem para a péssima imagem do país e de Brasília. Só que o grande pensador contemporâneo que disse essa frase se esqueceu que mesmo o futebol mundial não seja feito com obras sociais, ficará terrivelmente ruim para as pessoas que virão e que moram aqui, ter uma Copa sem infraestrutura, com toda a sujeira debaixo do tapete.  Infelizmente tenho que dizer que essa é a capital que irá receber a Copa. 

O Aeroporto Internacional de Brasília está com obras empossadas e elas não ficaram prontas até o evento. As vias e as pistas principais da cidade já estão congestionadas. Inúmeros problemas em hospitais podem ser listados. A principal rodoviária da capital está aos cacos. O metrô, que era a salvação dos usuários, está chegando ao horror do transporte terrestre. Imagina na Copa?! E imagina como estará a capital depois do evento...

Nesse dia, o que eu posso desejar para Brasília? Mais sinceridade, mais transparência, mais compromisso com a cidade e seu entorno, menos corrupção, mais compaixão pelas causas sociais. Eu ainda acredito na minha cidade natal. J-J



FELIZ 54 ANOS, 
BRASÍLIA!


Por: Emerson Garcia

Um comentário :

  1. Desejo o mesmo para Brasília! Tanta coisa precisa melhorar...

    http://naomemandeflores.com

    ResponderExcluir

Obrigado por mostrar seu dom. Volte sempre ;)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

Template por Kandis Design