quinta-feira, 16 de julho de 2009

Harry Potter 6: o livro, o cinema e o filme

Fui ver Harry Potter e o enigma do príncipe quarta-feira, 15, no Pátio Brasil.

Nunca tinha ido assistir nenhum filme por lá. O cinema estava lotado como pude imaginar, e apesar de ter comprado o ingresso antecipado, junto com duas primas, ainda enfrentamos uma fila enorme.

Tinha gente por todo lado, a maioria para ver o bruxinho. Refrigerantes derramados, pipocas esparramadas e um calor infernal. Depois de um tempo descobrimos que aquela fila que a gente estava era para quem ainda não tinha comprado o ingresso (¬¬). Ficar um bom tempo na fila e descobrir que não servia para nada É A TREVA.


Com isso, atravessamos aquela multidão de gente e ficamos na fila que daria acesso a sala de cinema, isso eram umas 16:30, o filme começaria às 17:30.

O tumulto ainda continuava. O povo estava tenso, assim como eu. Uma mulher chega e me pergunta: “Aqui é a fila para o HELY Potter?”. “É sim senhora, para ao filme dublado”. Minha vontade nessa hora foi de rir até não poder mais. “Como assim HELY Potter? Halouu... Querida?! Você vai ver um filme que nem sabe pronunciar direito?” Claro que eu não falei isso, mas tive vontade. Fiquei rindo minutos com minhas primas.

17:10. A sala abre. Motivo de pessoas gritarem, vaiarem, assobiarem, e fazerem um show. Falo com minha prima: “Para que tudo isso por causa de um filme?” Claro que eu estava ansioso também, mas nada para gritar e ensandecer daquele jeito.

Ao entrar na sala vejo que o cinema não era tão cômodo e agradável assim. Preferiria mil vezes o Cine Mark ao cinema que acabara de entrar. Sei lá... cadeiras desconfortáveis, espaço mais reduzido, o piso parecia cimento, e além disso tive que sentar bem na frente. Eu ODEIO sentar na frente para assistir filme.

No geral, tinha umas gentalhas na sala que ficavam rindo, conversando. Daí tinha outras que ficavam falando: “Cala boca”, “Ai que saco, e blá, blá, blá” [queria ver se as luzes tivessem ligadas se seria assim]. Daí virava uma confusão. Sem contar que no meio da seção teve um INFELIZ que simplesmente ligou as luzes! Dá para vcs imaginarem que inferno que ficou né?! As pessoas falando: “Desliga essa luz, e blá, blá, blá” Depois de uns cinco a sete minutos que as luzes foram desligadas.

Sobre o filme agora. Sim, eu gostei da produção. Mas como já tinha lido o livro me senti obrigado a comparar as duas linguagens. Sempre comentava com minha prima: “Eu não lembro dessa parte não” ou então “Não foi assim que aconteceu” ou mais ainda “Nooossa eles estão cortando tanta parte”. O fato é que eu e minha prima já esperávamos que adaptações fossem feitas, que partes precisassem ser retiradas, mas nada que fosse tão visível como foi.



Alguns trechos do filme:

- Adorei os romancinhos que teve no filme. Ficaram hilárias as partes do Rony apaixonado, do Harry nas nuvens, da nojentinha da Lilá... Quando o Rony abraça o professor Slughorn é uma das cenas mais divertidas. Por outro lado nos decepcionamos com o beijo do Harry e Gina. Foi tão sem sal, sem gosto (HÉRGHT). No livro o Harry fica nas nuvens...

- Eu fiquei insatisfeito com o enterro do Dumblendore. “Como assim SÓ isso?” Um bruxo fenomenal que era esse velho para ser homenageado SOMENTE com varinhas para o céu? Que horror! No livro é tudo mais detalhado, é, como posso dizer, perfeito.

- Sem contar naquele começo sem sentido. Eu não me recordo de nada daquilo, nem de ponte quebrando, nem daquelas fumaças, muito menos do escarcéu de Comensais da Morte. Isso no livro é mais para frente...

- Outra coisa: porque Harry Potter e Dumblendore foram fotografados no começo? Ficou desconexo e eu não lembro disso no livro...

- Sem falar nas cenas super DESNECESSÁRIAS como aquela do enterro do Aragorn. Tá, tudo bem, o cara amava aquela aranha (haushausa), mas para que colocar no filme? Poderia usar esses minutinhos com momentos que realmente importavam.

O que sentimos falta no filme?

- Das aulas no castelo. Tinham passagens no livro interessantíssimas, como as aulas de aparatação.

- Da curiosidade de Harry Potter em saber o que era aquela queimadura na mão de Dumblendore. Só mais para a metade do filme que o velho bruxo mostra, quer dizer ele nem menciona nada da dúvida do bruxinho, e diz que aquilo era resultado do anel, que era uma horcruxe que ele teve que quebrar.

- Da incumbência que Harry dá a seus amigos, Rony e Hermione, antes de ir à aventura com Dumblendore.

- O estrago que os Comensais da Morte fazem no castelo, matando pessoas, derramando sangue ANTES de ir ao encontro de Dumblendore. Eu digo isso pq depois que Severo mata Dumblendore aí sim eles fazem um grande estrago no castelo.

- A ausência da personagem Fleur que parecia uma gralha falante no livro e era bem mais chata do que a Lilá.

- Uma enfatização melhor no enterro de Dumblendore. Olha o que o ator Daniel "Harry" Radcliffe disse para a revista Entertainment Weekly sobre essa parte: "O enterro de Dumbledore foi algo que eu realmente amei, é uma parte fantástica do livro e parte de mim teria adorado vê-la no filme. Mas decidimos que mesmo amando-a o melhor final para o filme foi aquele que fizemos".

COMO ASSIM DANIEL? o_O


E isso só foi alguns pontos senão nem um blog daria conta de listar TODOS.

É verdade que nenhuma adaptação é perfeita, mas todo roteirista de filme deve se embasar no filme e ter a capacidade de destacar os fios de história mais importantes do livro, não omitindo detalhes que são cruciais para o entendimento do filme. (JJ)

Vejam o trailer!



Minha nota para o filme: 7,0

A nota da minha prima: 9,5

P.S.1: Não, eu NUNCA mais vou ao cinema do Pátio Brasil. A primeira experiência já foi suficiente.
P.S.2: Não é que eu ODIEI o filme por completo, pelo contrário até que foi bom, mas poderia ter uma adaptação melhor de acordo com o livro.

Por: Emerson Garcia

4 comentários :

  1. Poxa, li seu comentario no meu blog!!! Obrigada!! Gostei do seu post, apesar de HP não ser minha literatura preferida, rsrs!! Ei, eu acompanhei esse tumulto no shopping também! A sessão era 00:01, desde às 18h tinha gente na fila!! Era muita gente!!

    ResponderExcluir
  2. Oi Emerson!

    Gostei muito da sua postagem, sobre o filme do Harry Potter!

    É você tem razão sobre as partes cortadas que deveriam estar no filme!

    :)

    ResponderExcluir
  3. Oiee primo! (Nayara aki ^^)
    Em relação ao filme, eu devo ser sincera, eu realmente adoreiii, porém, sou obrigada a concordar que ele deixou a desejar. Mas fora o sufoco de ter que ficar na fila errada, enfrentar a multidão e ouvir absurdos como "Hely Potter" eu realmente adorei ter assistido esse filme na sua compainha e da Samara! Espero que nós três possamos passar mais vezes assim juntos! ^^
    Abçs ;)

    ResponderExcluir
  4. Ahh vou dizer o que sempre digo sobre esse filme UM dos melhores filmes de HP, mas uma adaptação fraca. Pessoas que não são fãs adoraram o filme. Cortaram partes eu fiquei triste é claro, mas a fotografia, a trilha, os efeitos são muito bons....tem tudo que eum filme normalmente tem aventura, romance e comédia...

    Claro que tipo faltou coisas...ahhh podeira falar mil coisas erradas ¬¬'' Mas..foi um filme bom...pra mim um bom trabalho do diretor só faltou um melhor roterista!

    Beijinhos Por Samara Correia

    ResponderExcluir

Obrigado por mostrar seu dom. Volte sempre ;)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

Template por Kandis Design