segunda-feira, 29 de agosto de 2011

Sobre almas

Quem assistiu Lost em suas 6 temporadas pode perceber a conexão entre os personagens e as possíveis ligações antes da embarcação do avião e depois quando eles param na ilha. Pois bem, o fato é que existe um propósito claro na série: os personagens são destinados a algo. Quando Jack abre os olhos na ilha de Lost é como se vivesse uma realidade paralela, antes do avião cair. E é a partir daí que ele começa a tentar se encontrar na ilha, assim como os outros sobreviventes. 


As ações que acontessem na ilha e o fato dos personagens ora quererem sair dela, ora voltar mostra um misto de satisfação e insatisfação. Intercalar as ações da ilha com o que aconteceu antes do avião cair mostra que existia uma vida fora dela e uma posterior a ela. Vemos os personagens enfrentando medos, alegrias, prazer que são como se fosse uma extensão da vida que outrora tiveram. Jack enfrenta o espírito do seu pai na ilha, como uma conta do passado que tinha que pagar.

Estar na ilha é o momento de "viver" uma possível redenção. Encontrar pessoas que fizeram, fazem ou que farão parte demonstra uma segunda chance que cada um deles possui de se render. Nos últimos tempos eu tenho vivido esse momento "ilha" ou porque não dizer "cabana". E tenho aprendido muito, para quem sabe encontrar a possível eternidade.

Lost termina com Jack fechando os olhos. É como se o momento de estadia na ilha fosse uma sequência de testes. Os personagens se encontram em uma igreja em busca da luz.

Recentemente assisti a um filme que retrata bem essa questão de Lost. Chama-se A diretoria. Assim como Lost, este possui o mesmo propósito: destino de almas. A alma, segundo o filme é composta de seis partes: mente, memória, coração, emoção e vontade. Quando A diretoria se forma, uma questão vem ao ar: "porque odiamos a Deus?". Cada parte então dá o seu veredito, enquanto uma fresta de luz está na porta. Do outro lado, encontra-se Jesus. 

A questão sobre almas deve ser levada nos dias atuais. Na igreja que eu frequento, por exemplo, o principal foco é a salvação de almas. Você deve refletir sobre isso. (JJ)


Por: Emerson Garcia

2 comentários :

  1. o que mais importante nesses últimos tempos é a salvação e redenção. estar Diante do Trono.

    estou feliz por você ter voltado!
    beijos

    ResponderExcluir
  2. Já não vejo a série há imenso tempo, não acompanhei as últimas temporadas.
    bj*

    ps- Back to facebook ;)

    ResponderExcluir

Obrigado por mostrar seu dom. Volte sempre ;)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

Template por Kandis Design