terça-feira, 30 de junho de 2015

O dia em que o mundo coloriu as redes sociais




No último dia 26, uma comoção mundial tomou conta das redes sociais, após a aprovação da Casa Branca de legalizar o casamento homoafetivo em todo o território americano. O criador do Facebook, Mark Zuckerberg, inspirado na decisão, desenvolveu um aplicativo que colore as fotos de perfis dos internautas com as cores da causa gay. 

Artistas e pessoas comuns aderiram ao movimento. Marcas, tanto americanas, quanto brasileiras (algumas você vê na imagem acima) se multicoloriram. Os principais pontos turísticos do mundo, inclusive de onde saiu a decisão, ornamentaram-se com luzes coloridas (imagem abaixo). No meu Facebook, 20 pessoas coloriram suas fotos. 

Uns, disseram que o Face estava lindo, com as cores do amor e do respeito; outros, enfrentaram os adeptos da família tradicional; os cristãos foram contra, e disseram que as cores da causa gay referem-se ao "arco-íris cristão". Chegaremos a todas essas discussões, mas primeiro, uma pergunta precisa ser respondida: Por que a decisão americana causou esse frisson, principalmente nos brasileiros?! 




O Brasil multicolorido
A decisão americana de legalizar o casamento entre pessoas de mesmo sexo não era pra ser novidade. O EUA não foi o primeiro país a fazer isso. Aliás, o Brasil já permite a união homossexual desde 2011, quando o STF (Supremo Tribunal Federal) equiparou-a à união de heterossexuais. Em 2013, o CNJ (Conselho Nacional de Justiça) obrigou os cartórios a celebrar casamentos do mesmo sexo. Ambas as decisões não foram comemoradas com vigor. Muitos brasileiros não deviam nem saber disso antes do feito da Casa Branca. Comentários como: "Agora só falta o Brasil", "Quando poderemos casar no país?", "É possível casar no Brasil?"  foram constatados nas redes sociais.

Brasileiros comemoraram junto com os americanos, mas bem mais que eles. Avatares coloridos encheram o Face. Os americanos aderiram bem menos ao aplicativo multicolor que os brasileiros.

Isso mostra, mais uma vez, que os americanos que ditam as regras para o mundo. Já foi decidido aqui no Brasil? Ok. Foi decidido nos EUA? UAU! Mas tem que se levar em conta que se fala de duas culturas diferentes, que possuem leis também diferentes. No Brasil, a constituição reconhece a união estável entre homem e mulher.


Para efeito da proteção do Estado, é reconhecida a união estável entre o homem e a mulher como entidade familiar, devendo a lei facilitar sua conversão em casamento. (O grifo é meu. Constituição Brasileira, Artigo 226, parágrafo 3).


Nos EUA, não especifica-se a entidade familiar, por isso, a Suprema Corte legalizou a união estável de homossexuais. Antes era permitida em 36 dos 50 Estados (lá, os Estados tem mais autonomia). Agora, a decisão é para todo o país. A comemoração brasileira até que é compreensível, já que aqui, ainda não instituiu-se oficialmente o casamento gay, mas a união estável, sim. 

É curioso perceber, que a decisão nos EUA foi de 5 votos a 4. No Brasil, em 2011, foi de 10 a 0. Mas os brasileiros valorizam demais os EUA. Tudo vira festa, inclusive nas redes sociais.


Tudo multicolor no Face
Lésbicas, gays, simpatizantes, comemoraram a decisão da Casa Branca no Facebook. Não precisava gostar do mesmo sexo para aderir a campanha #CelebratePride e #LoveWins. Aliás, muitos disseram que "Pra defender os cães, não precisa ser cachorro"; "Pra combater o racismo não precisa ser negro"; "Pra lutar contra o machismo, não precisa ser mulher".




Vários amigos são heterossexuais e mudaram a foto de seus perfis. Em minha opinião, não precisa mudar a foto para dizer que você tem amor e respeito pelos homessexuais. Atitudes são mais importantes. Mas entendo a comoção social dos internautas. O que não entendo é a afronta de pessoas contra cristãos, e o autoritarismo de alguns para mudar o avatar a qualquer custo. Alguns dizem que se você não aderiu a modinha você é homofóbico. Não é por aí.





Outros, os ativistas gays, enfrentaram com veemência os cristãos no Facebook, por meio de afrontas e piadas de mal gosto.




Primeiro, não é porque nem todos aderiram ao #CelebratePride que se é homofóbico. Segundo, não é porque o silêncio de alguns prevaleceu, que se fará um boicote a uma rede social. Terceiro, como uma instituição brasileira pode boicotar uma empresa americana e universal? 

Alguns internautas, também, fizeram chacotas com figuras públicas, que são contra ao casamento homossexual.



Os "pacificadores" do Facebook quase obrigaram-nos, a colocarem riscos coloridos em suas fotos. Uma internauta até disse "Seria tão legal ver ele (Bolsonaro) assim". Eles não são obrigados. Assim como ninguém também é. Outra coisa: eles podem ser contra o casamento homossexual, mas perguntem-os se são contra os seres humanos?!


Contra o #CelebratePride
Nem todos os brasileiros comemoraram a decisão da corte americana. Tiveram os que não se manifestaram à favor, nem contra, mas também, os extremistas. Não precisa levar tudo para o lado da religião.

O símbolo do arco-íris diz respeito tanto a causa gay, quanto a cristã. Não é preciso polemizar uma simbologia, diferentemente do que aconteceu na Parada Gay 2015. Ali, o símbolo era cristão e ponto. O arco-íris é o mesmo símbolo do cristianismo e dos gays?! Sim, é. Mas em contextos e significados diferentes.




Aproveitar o fato, para evangelizar as pessoas também não é uma atitude sábia. Evangelize com outras ideias, com outras manifestações. Deixe a história de fotos coloridas para o #CelebratePride.




Tiveram aqueles que entraram na onda de fotos coloridas para discriminar o próximo e pra apontar o dedo e dizer que essa, ou aquela atitude, eram pecado. Você pode demonstrar o amor e o respeito sem a imagem colorida e uma mensagem tão forte, querido!




E por último, os que ficaram de "biquinho" com a campanha e não deram crédito a ela. Você pode não ser a favor do #CelebratePride, mas que tal deixar os outros serem?! Mobilizações sociais estão aí. Você não precisa aderir à elas, mas menosprezar também não. A causa gay foi legal pra alguns. A causa da fome pode ser legal pra outros.




Da cor que quiser
Esse evento mobilizou grande parte dos brasileiros. É interessante perceber como somos pautados pelos americanos. A atitude de quem mudou a foto de perfil demonstrou amor e respeito, sim. Mas quem não entrou no movimento, pode amar e respeitar os homossexuais. Marcas famosas mudaram suas logomarcas para apoiar a causa, mas não significa que os donos são gays. Faltou respeito, tanto da parte dos ativistas gays, como dos cristãos. A lição que fica é: respeite acima de tudo. Use as cores que achar conveniente. Não as use, se também achar conveniente. Somos livres. J-J


Por: Emerson Garcia

segunda-feira, 29 de junho de 2015

A gravata que me mudou




Compridas, listradas, largas, finas, coloridas, sóbrias, brilhosas, de bolinhas, com estampas... Gravatas. Quem diria que um acessório como esse faria parte da minha vida?! E quem diria que seria tão importante?! Mais do que um acessório, esse apetrecho é quase inevitável na minha vida hoje em dia. E olha que eu relutei muito em usá-lo!!! Fiz até vista grossa para usar terno e paletó. 

Eu era daquela opinião: "Não preciso usar paletó, terno e gravata para ser jornalista, afinal o conteúdo é mais importante, do que a aparência!" Achava que as pessoas iriam me perceber como profissional vestido de qualquer maneira. Que credibilidade não tem a ver com o modo como me visto. Também tinha a filosofia: "O jornalista tem que adentrar no mundo dos outros, e chegar becado pode assustar as pessoas. É como se você fosse um et".

Hoje em dia, não vivo sem minhas gravatas. Tenho 10 e pretendo aumentar a coleção. As ocasiões pediram isso de mim e eu não consegui resistir. Tanto é que tem mais ou menos 1 ano que aprendi a dar nó em gravata. O tão temido nó!!! 

A minha força de vontade me ajudou nessa conquista. Agora sei fazer. E tive que aprender com esforço. Creio que quando a gente aprende a fazer as coisas sozinho é uma vitória. Não depender dos outros nesse aspecto é ótimo!! (Não sou egoísta, apenas acho que tenho que tomar as rédeas da minha vida em alguns pontos). E depois de 2h, lá estava eu com dois nós feitos por mim.

Sair sem gravata e paletó hoje em dia, é quase um pecado para mim. Claro, tem locais apropriados para isso! A apresentação de TCC foi um deles, assim como ir aos cultos, casamentos e trabalho. Creio que, independente das ocasiões, que ditam para eu usar gravata, a minha profissão é a que comanda e está na liderança dessa moda de gala. Não vejo mais um jornalista sem gravata, assim como não vejo um médico sem roupa branca, ou um advogado sem sua pasta, ou um atleta de Educação Física sem short, camisa e chuteira.

O jornalismo pra mim é a minha profissão de vida. É ele quem está ditando as minhas modas. É ele que está fazendo com que eu ande becado. E acho que também é ele que está fazendo eu ser reconhecido através da minha credibilidade e do meu terno e gravata. Aproveitando o espírito de aniversário: aceito gravatas! rs J-J




Por: Emerson Garcia

domingo, 28 de junho de 2015

Wishlist de niver

Da última vez que fiz uma Wishlist em 2010, fui zoado nos comentários por colocar coisas que nem todo R$5,00 compra. Os anos se passaram, e vou fazer outra (Talvez mais acessível?!), já que estamos a 5 dias do aniversário de uma pessoa muito especial, só que não, o Jovem Jornalista!



1- Fone de ouvido sem fio: Sou totalmente musical, e vivo com fone de ouvido de fio, que às vezes me atrapalha, porque um fio é maior que o outro. Um fone que funciona por Bluetooth seria um sonho.

2- Camisas sociais sem/com manga: Sou jornalista, e uma camisa social nunca é demais.

3- Carregador portátil: Sou muito ligado a tecnologia, como perceberam, e queria um carregador portátil que andasse sempre comigo, e fosse mais prático do que o tradicional.

4- Chuveiro musical: Confesso que ostentei um pouco nesse item, mas diz se esse chuveiro não é incrível?!

5- Adidas Porsche: Tenho um sapatênis desse, mas ele é tão confortável e bonito que queria outro.

6- Gravatas: Tenho de 8 a 10, mas nunca é demais. A profissão pede!

7- Memória externa de celular: Memória insuficiente sempre foi um fantasma pra mim, um cartão de memória potente me deixaria feliz.

8- Capa de celular para Galaxy Gran Duos 2: Estou doido por uma nova. A minha está bem velhinha.


Agora tomei juízo, e fiz uma wishlist de itens úteis e que realmente irei utilizar. Que as compras comecem! J-J


Por: Emerson Garcia

sábado, 27 de junho de 2015

8 ou 80

O dualismo é presente no mundo. Preto e branco, dia e noite, bem e mal, salgado e amargo. Para o publicitário e ilustrador português João Rocha, o mundo divide-se em dois tipos de pessoas. Em pouco mais de um mês, esse artista ganhou mais de 40 mil seguidores no seu Tumblr, 2kindsofpeople



Eu achei esse blog simplesmente incrível. Sabemos que não podemos generalizar as pessoas, mas essa ideia é genial, e se aplica, em alguns casos. Confira algumas das ilustrações!


































Amo tudo que é minimalista, e esse artista utilizou bem esse conceito. Confiram mais ilustrações no Tumblr! Nunca o ditado "ou é 8 ou 80" fez tanto sentido! J-J


Por: Emerson Garcia

sexta-feira, 26 de junho de 2015

5Q: A origem dos guardiões







Moral
Como e de onde surgiram os personagens infantis que as crianças acreditam, como o papai noel, fada do dente, coelhinho da páscoa e um que faz sonhar? Será que eles tem um país ou local próprio? O que faz as crianças acreditarem nele? E quem faz com que elas deixem de desacreditar?

Cena boa
O filme é cheio de ação, mas voto em uma das cenas do bicho papão lutando com os guardiões. É incrível saber que no meio de tanta escuridão e pesadelo ainda é possível sonhar sonhos brilhantes e mágicos!

Cena ruim
É muito triste a cena, acho que quem viu esse filme e quem vai ver vai concordar, de quando acontece uma coisa muito ruim com o personagem dourado, do sonho. A gente fica com o coração na mão...

Perfil
Jack Frost é um jovem rapaz que é convocado pelos guardiões para uma interessante lição que irá levar a sua verdadeira história, uma vez que ele gostaria de saber a sua origem. Com poderes como congelar coisas e fazer brotar nas crianças a diversão, não sabe porque é o único dos guardiões que é invisível para os pequeninos.

Opinião
Um filme que eu tenho certeza que toda a família irá gostar. Tiro pela minha, meu irmão mais velho sempre é um pé atrás nesses filmes de animação, mas desse ele adorou.   É interessante saber mais de datas comemorativas e porque as crianças a adoram!
 J-J


Por: Emerson Garcia

quinta-feira, 25 de junho de 2015

Quinta de série- nostalgia: The secret Circle



Hoje começaremos com uma novidade no quadro. Toda última quinta-feira do mês, postaremos uma série cancelada ou terminada, e que, na nossa opinião, deveriam assistir.



Essa semana começamos com The Secret Circle. Quem aí gosta de bruxaria? Então TSC é pra você. A série foi ao ar pela CW, em 2011/2012, mas foi cancelada devido a baixa audiência. (Na minha opinião, foi apenas uma desculpa da emissora que mais cancela séries nos EUA, né gente?!)

A série já começa com magia e assassinato. A mãe de Cassie Blake (Britt Robertson) é morta e ela é obrigada a morar com a avó. Na cidade, Cassie logo entra em encrenca quando tropeça na “rainha” do colégio, Faye Chamberlein (Phoebe Tonkin) e sua fiel seguidora, Melissa (Jessica Parker Kennedy).



O dia dela melhora um pouco quando encontra Adam (Thomas Dekker) e ele a salva de um “acidente”. Passado um tempo, ela e Adam se pegam em uma situação um pouco delicada. Quando o coven conta para Cassie que ela é uma bruxa, ela surta. Adam vai ao seu encontro, e algo acontece.


Personagens

Cassie Blake: Cassie (Britt Robertson) é a garota nova em Chance Harbor. Ela apaixona-se secretamente por Adam, namorado de sua melhor amiga na cidade. Ela descobre que é bruxa e tenta negar seu destino. Mas como eles mesmo dizem: “Destino não é tão fácil assim de se fugir.”








Adam Connant: Adam (Thomas Dekker) é a pessoa que apresenta Cassie à magia. Ele se apaixona por ela. Adam tem um pai bêbado e que é dono de um bar.


















Diana Meade: Diana (Shelley Rennig) é muito inteligente e linda. É a única do Círculo a ter um Livro das Sombras (espécie de livro de magia). É namorada de Adam e se torna melhor amiga de Cassie. A ligação entre elas é muito mais forte que isso.















Faye Chamberlein: Faye (Phoebe Tonkin) é a garota mimada, rainha do baile. É melhor amiga de Melissa e filha da diretora da escola onde todos estudam. Tem muito apreço pela magia e não quer perder nunca. Para ela, quanto mais poder, melhor.
















Melissa Glaser: Melissa (Jessica Parker Kennedy) é melhor amiga de Faye e mantém um relacionamento enrolado com Nick. É o tipo de garota subordinada e faz tudo o que a “rainha” manda. 

















Nick Armstrong: Nick (Luois Hunter) não liga para nada. Ele é daquele tipo de pessoa que tudo está bom. É galinha e já ficou com algumas garotas da cidade, além de Melissa. As Trevas vai atrás dele e algo de ruim acontece. 










A série é muito boa. Com efeitos legais. O que a estragou foi a falta de continuação. Até a próxima, turma! J-J





Por: Thiago Nascimento

quarta-feira, 24 de junho de 2015

11 mandamentos do mundo virtual

O mundo virtual é cada vez mais comum na vida das pessoas. Eu e o Thiago Nascimento preparamos 11 mandamentos para vocês se darem bem nas redes sociais e em outros espaços virtuais. Confiram!



1. Acordarás procurando o celular







Qual pessoa já não acorda desesperado pelo celular, liga o wifi correndo para ver as mensagens do dia? Quando liga o wifi, começa a bombear notificações. Isso sim é vida. 




2. Checarás as notificações a cada cinco minutos, mesmo sabendo que não há nada de novo




Quem nunca? Celular é igual a geladeira da sua casa. Mesmo sabendo que vai estar a mesma coisa, você vai lá só pra conferir.




3. Pergunte ao Google o que queres e ele dirás o que você realmente quer


Todos já sabemos que o Google tem todas as informações que você procura. Mas agora, como não se irritar com aquele: “você quis dizer”? Google, se eu digitei aquilo, é porque quero saber daquilo!




4. Tirarás muitas fotos para escolher apenas uma para postar


Agora com os novos programas para fotos (Instagram, Snap e afins), somos todos fotógrafos. Você tira várias fotos (todas horríveis, pelo menos comigo é assim), escolhe a menos pior e enche a foto de filtro para ver se ela fica mais apresentável. 





5. Apagarás o histórico de mensagens de suas redes sociais, antes que um bisbilhoteiro veja


Pessoas que ficam perto, curiosos por muito tempo... Cuidado! Essas pessoas podem mexer no seu computador/celular enquanto você estiver no banheiro ou qualquer outro lugar, e ler todas suas conversas. Então... Atenção! Ou apague as conversas, ou bloqueie sempre seu PC/celular.




6. Acessarás o Youtube pelo menos uma vez por dia para assistir seus Youtubers favoritos




Sim, porque eu sei que vocês também são fãs da Kéfera, Luba, T3ddy, Gustavo, Christian F., Desconfinados, Porta dos Fundos, entre outros. E o Youtube pode ser acessado também no conforto do seu celular, e você pode marcar a opção para sempre notificar quando o vídeo do seu vlogger favorito saiu do ar!




7. Bloquearás ou visualizarás e não responderás as mensagens de Whatsapp de alguém que te fez sofrer


Você tem a opção de bloquear aquela pessoa que sempre enche seu saco, e deixa seu celular sempre vibrando ou notificando. Tem como desmarcar, também, a "confirmação de leitura" e não responder uma mensagem que seu desafeto te mandou. Fuja da saia justa!




8. Seguirás pessoas mais bonitas que você no insta, bem como perfis de “gente bonita” no Tumblr, para aumentar sua auto-estima

Instagram, Snapchat, Facebook, Tumblr, são celeiros de gente bonita, agradável e formosa. Siga essas pessoas, famosas ou não, para que sua auto-estima seja aumentada. Não precisa curtir todas as fotos, e nem seguir todas as pessoas tops. Escolha algumas para curtir. As que mais te agradou. E siga as pessoas que fazem seu coração bater mais forte. Seus olhos agradecem.



9. Abreviarás palavras e usarás o caracteres especiais em suas conversas nas redes sociais


Agora é sério gente, quem nunca usou “vc”, “tbm”, “td”? Mas vamos aprender que nem todas as palavras podem ser abreviadas, né? Senão vira uma charada e depois você fica reclamando porque a pessoa demorou a responder.




10. Pesquisarás bandas novas no Youtube, 4Shared, Letras.mus e afins


Garimpo muitos sons por aí, e quando gosto de uma música, logo recorro a aplicativos instalados no meu celular, como o 4Shared, Letras.mus, entre outros, para baixá-las e ler as letras. Tudo isso, no conforto do meu aparelho móvel! Com esses recursos, jamais deixarei de ter minhas músicas e bandas favoritas, ao meu alcance.




11. Reblogarás e serás reblogado



Divulguem os blogs alheios e peçam divulgação de tais blogs. Comentar nos posts também é importante. 



Ilustrações: Emerson Garcia
Por: Thiago Nascimento

terça-feira, 23 de junho de 2015

Vibe humor: músicas relaxantes






Excepcionalmente, o Vibe Humor será hoje, terça-feira. Existem aquelas músicas que relaxam, que você ouve quando está no banho, ou quando quer dormir. Essas músicas são terápicas, seja pela sonoridade, ou pelas mensagens que trazem, muitas vezes, filosóficas. Sintam a vibe das músicas relaxantes. Soltem o play!





Comecei com Terminei indo, de A banda mais bonita da cidade. O ritmo com instrumentos, como o ukulele, a flauta e a sanfona, trouxeram esse ar de paz. Eu já sei caminhar em tantas nuvens E posso visitar de vez em quando o chão
No alto do parque, por cima das árvores Eu vejo você.

Acho Los Hermanos uma banda relaxante por si só. A começar pela voz do vocalista e a pegada mais intimista dos instrumentos. De onde vem a calma é aquela música para viajar nos pensamentos. Embora com uma guitarra forte, a canção é bem relaxante. De onde vem a calma daquele cara? Ele não sabe ser melhor, viu?

Claro que a voz rouca e calma de Cícero não poderiam ficar de fora dessa lista. A letra é bem curta, mas traz muita reflexão, com a ajuda de um violão e um piano bem envolventes. "Pra começar a colorir algum lugar que seja aqui com um balão só já da pra voar".

É ele quem canta também Capim-limão, uma música que ouvi muito enquanto voava rumo à Manaus, no ano de 2013. Você não tem noção de como ela me fez flutuar! Se ouvindo ela, no lugar mais comum, você já viaja, imagina se você tiver dentro de um avião?! "A pá A fé A vida A lá A vela Acesa Pro mal Não vir Pra dentro".

The perfect life de Moby, é a primeira música em inglês dessa playlist. Simplesmente a amo! Existem pessoas que a acham triste. Eu a acho relaxante. Várias pessoas cantam e dizem Oh We close our eyes The perfect life, life Is all we need (Oh Nós fechamos nossos olhos A vida perfeita, vida É tudo que precisamos). Ela parece um hino mundial, que deveria ser cantado por todo o mundo.

Terminei a lista, com uma música que é "pra relaxar de olhos abertos". Paradise, do Coldplay, é a mais animada do post de hoje, mas não deixa de trazer uma reflexão: todos podem sonhar e encontrar o seu paraíso! And dreams of Para-para-paradise Para-para-paradise Para-para-paradise Oh oh oh oh oh oh-oh-oh (E sonhou com o Para-para-paraíso Para-para-paraíso Para-para-paraíso Oh oh oh oh oh oh-oh-oh). Quem não quer cantar esse trecho: Para-para-paradise Para-para-paradise Oh oh oh oh oh oh-oh-oh?!

Gostaram da lista de hoje? Espero que relaxem ouvindo-a! Dicas de próximas playlists são sempre bem vindas. J-J


Por: Emerson Garcia
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

Template por Kandis Design